A reprodução de vacas e a produção de leite

· março 28, 2019

O nascimento dos bezerros é fundamental para que a ordenha seja realizada; a alimentação também influencia o rendimento do gado leiteiro.

O ciclo da vida do gado é um pouco diferente dos humanos, então temos certeza de que você se pergunta: como é o ciclo? Nesta ocasião, queremos falar detalhadamente sobre a reprodução das vacas e a produção de leite.

Caso você não saiba, os humanos são os únicos mamíferos do mundo que, mesmo quando adultos, continuam bebendo leite como filhotes.

O que poucos sabem é que a reprodução das vacas é essencial para manter a produção de leite sem interrupções.

Mantenha a população controlada

No gado, raramente ocorre um coito entre uma vaca e um touro, porque pode ser perigoso para ambos os animais. O mais comum é que a vaca seja inseminada artificialmente pelos agricultores para evitar esses riscos.

Vale a pena lembrar que a inseminação artificial é o processo pelo qual o espermatozoide de um macho é inserido no útero da fêmea por meios clínicos. Isso pode ser feito tanto em humanos quanto em animais, como já mencionamos no caso das vacas.

A gestação não pode ser realizada em qualquer época do ano: só pode ser realizada quando a vaca entra no cio.

Este processo dura apenas cerca de 18 horas, pelo que o agricultor não deve perder tempo para fecundar o animal e assim manter a sua fazenda.

Dependendo da raça, a gestação pode durar cerca de 278 dias, com exceção da jerseys e holsteins, que duram 10 dias menos. É recomendável que uma vaca continue com este ciclo a cada 12 ou 13 meses para facilitar a produção de leite.

Reproducao de vacas

Reprodução de vacas e sua alimentação

Quando o bezerro tiver nascido, a vaca já estará pronta para dar leite e alimentá-lo. Apesar do bezerro se alimentar de forma saudável na vaca, grande parte do líquido fica dentro dos úberes do animal, e é por isso que os humanos aprenderam a tirar proveito de seus benefícios.

É preciso destacar que a alimentação é de grande importância quando uma vaca está amamentando, já que o animal usa energia extra para a produção de leite.

Nessa ordem de ideias, a vaca deve ser alimentada com um alimento de alta qualidade e não apenas com o pasto ao qual ela está acostumada.

O pasto é o alimento ideal para o animal, mas não fornece a energia necessária para manter a energia do gado no nível mais alto. Ou seja, seu comportamento e ritmo de produção serão afetados pela deficiência calórica.

Caso contrário, o animal perderá grande parte do seu peso corporal – cerca de 10% – e não conseguirá manter o mesmo ritmo de produção. Se, pelo contrário, o animal for alimentado com suplementos e outras substâncias com maior teor calórico, perderá apenas 1,5% do seu peso inicial.

Alimentacao de vacas leiteiras

Entre os alimentos indicados para aumentar a quantidade de energia consumida, são sugeridos aqueles com maior teor de amido.

Alimentos como mandioca, arroz e aveia são ideais e podem ser misturados com a grama do animal, o que facilitará o consumo para a vaca.

Além da relação entre peso-energia, outros fatores, como a idade do animal, o clima e a saúde geral influenciam a reprodução das vacas e na produção de leite. Uma vaca leiteira jovem terá uma produção maior que uma mais velha.

Em resumo

Temos que manter controlado o ciclo de reprodução do animal para conhecer o momento propício para a reprodução das vacas.

Desta forma, você pode saber quando é o momento ideal para inseminar o animal e ter uma fertilização bem-sucedida. O animal deverá seguir este ciclo a cada 12 ou 13 meses para estar em bom estado físico de saúde.

Como regra geral, devemos cuidar da saúde das vacas antes de iniciar o processo, pois se ela estiver doente, a fertilização pode causar mais problemas do que benefícios a longo prazo. Temos de garantir que tanto a mãe como o bezerro não tenham problemas no futuro.

A alimentação é essencial: determina a fertilidade e uma grande parte da saúde do animal. Uma vaca saudável pode produzir mais leite em um determinado período de tempo.

Além disso, a qualidade da ração é fundamental, pois mantém o peso do animal e melhora a produção de leite.