A tartaruga como um símbolo cultural

· outubro 7, 2018
Capaz de viver mais de 100 anos, esses animais marinhos são venerados em diversas culturas. Sua longevidade, juntamente com a sua capacidade de resistência e tenacidade em migrações de milhares de quilômetros para desovar, transformou-as em um estandarte de sabedoria, movimento, paciência e habilidade.

Para alguns, pode estar relacionada à lentidão; para outros, com a sabedoria, e há também aqueles que consideram a tartaruga como um símbolo de longevidade. Em diferentes culturas, este réptil é famoso por sua carapaça e caminhar vagaroso. Vale a pena conhecê-lo melhor!

A tartaruga como um símbolo de longevidade e sabedoria

Você sabia que os quelônios são os animais mais antigos de nosso planeta? É isso mesmo, já que os fósseis mais antigos de tartarugas já encontrados têm cerca de 200 milhões de anos.

Mas isso não é tudo, já que algumas subespécies podem viver mais de 100 anos. Houve até casos de tartarugas que completaram 150 anos. Embora muitas delas estejam em perigo de extinção, quando estão em seu habitat natural, elas excedem em muito os 50 anos de vida.

As tartarugas terrestres são menos longevas do que as tartarugas marinhas. As que são criadas como animais de estimação tendem a viver mais tempo se forem bem cuidadas e alimentadas.

Por esta razão, está relacionada à longevidade e, consequentemente, à sabedoria. Nas histórias de muitas crianças, a tartaruga é representada como uma avó muito idosa, que ensina os pequenos da família e conta histórias de tempos passados.

tartaruga na areia

Na ‘vida real’ podemos dizer que esses répteis sabem como agir diante da adversidade. Aceitam as mudanças e continuam no dia a dia sem se preocupar com os problemas ou desafios impostos. Sem dúvida, esta é uma lição excelente que podemos aprender com eles.

A tartaruga como um símbolo de movimento e criação

Quando se trata de tartarugas marinhas, muitas vezes as relacionamos com o movimento e a tenacidade.

Elas precisam viajar milhares de quilômetros todos os anos para desovar na costa; mesmo sabendo que uma porcentagem muito baixa da ninhada sobreviverá. É preciso também muito esforço para escavar os buracos da desova usando apenas suas pernas curtas.

É por esse motivo que outro dos símbolos das tartarugas é o da criação: em algumas culturas, acredita-se que foram elas que deram vida ao universo. As carapaças foram usadas para estudar constelações de estrelas, uma vez que elas são divididas em 13 partes, assim como as fases da lua a cada ano.

Em algumas tribos da América do Norte, na mitologia hindu, na cosmologia balinesa e nas crenças chinesas, elas são o símbolo do céu, sustentam o planeta e se encarregam de unir a Terra ao universo.

tartaruga de galápagos
Fonte: www.lavoz.com.ar

Ao longo dos séculos, esses animais foram altamente respeitados em um nível mitológico e religioso. No Japão, é um símbolo de boa sorte, na mitologia grega, está associada com a deusa Afrodite. Os velhos marinheiros a tatuam nos braços ao cruzar a linha do Equador.

A tartaruga como um símbolo de paciência

A suposta lentidão desses répteis – que não é bem assim, já que às vezes podem ser muito rápidos – está relacionada à paciência e à destreza. Certamente você conhece a história da lebre e da tartaruga, na qual a primeira desafia a tartaruga para uma corrida, acreditando que vencerá com folga.

No entanto, o mamífero de orelhas compridas dependia muito de sua velocidade e, depois de adormecer na floresta, viu como a tartaruga alcançou a meta diante dele. Como ela fez isso? Graças a sua perseverança, compromisso e paciência. A tartaruga nunca desistiu!