Alimentação dos cães terra-nova

O seu estado geral de saúde depende da boa alimentação do cão Newfoundland, sendo a primeira fase da sua vida a mais importante e a que requer mais atenção.
Alimentação dos cães terra-nova

Última atualização: 27 Setembro, 2021

Os cães terra-nova é uma raça gigante que exige uma dieta de qualidade que atenda a todas as suas necessidades. São animais lindos, imponentes e saudáveis, mas esses aspectos dependem diretamente de sua alimentação, que deve ser completa e balanceada. Caso contrário, sua saúde e suas habilidades físicas, cognitivas e emocionais podem ser afetadas.

Neste artigo vamos falar um pouco mais sobre as características do cão terra-nova e os aspectos fundamentais de sua alimentação correta. Se você está planejando adotar um canídeo dessa raça, continue lendo para aprender mais sobre ela.

Características dos cães terra-nova

Segundo a Federation Cynologique Internationale (FCI), o terra-nova é uma raça nativa da ilha de Newfoundland (Canadá) descendente do grande cão urso preto, introduzido na região pelos vikings no ano 1100. É um canino imponente, sólido e grande, caracterizado por ser nobre e doce, bem como alegre e sereno.

Uma das características mais atraentes do terra-nova é sua pelagem, que é de camada dupla e à prova d’água. A seção externa é longa e lisa, enquanto a seção interna é macia e densa. Na região da cabeça, o focinho e as orelhas possuem pelos curtos e finos e franjas nas extremidades. Sua cauda é coberta por pelos, o que lhe confere uma aparência de bandeira.

O escuro é a sua tonalidade tradicional, mas é possível encontrar variedades em preto e branco, assim como em tonalidade castanha. Seu peso médio é de 68 kg para machos e 54 kg para fêmeas. Em termos de altura, os machos adultos atingem 71 centímetros e as fêmeas 66 centímetros. Têm uma expectativa de vida que varia entre 9 e 10 anos.

 

Um cão terra-nova espuma pela boca.

Quanto um terra-nova come

De acordo com artigos profissionais, os cães terra-nova têm uma clara predisposição à obesidade. Além disso, eles tendem a ser gulosos e comer muito rápido, o que pode levar a problemas digestivos de longo prazo (como gases e torção gástrica).

Por esse motivo, os responsáveis devem medir cuidadosamente a quantidade de comida a ser fornecida para minimizar as chances de o cão terra-nova ficar acima do peso. Para evitar problemas com alimentação rápida, o uso de um alimentador antirrefluxo e antiansiedade pode ser considerado.

Uma vez que o tempo de desmame tiver acabado, o filhote de terra-nova deve começar a comer uma ração de alta qualidade para garantir um crescimento e desenvolvimento mental ideais. O melhor será estabelecer um plano de alimentação com o veterinário, após avaliação e pesagem do cão, mas compartilhamos algumas referências:

  • De 2 a 3 meses: devem ser fornecidas 4 porções diárias de uma ração especializada para filhotes.
  • 4 a 5 meses: 3 porções por dia.
  • De 6 a 12 meses: 2 a 3 porções são dadas por dia.
  • A partir dos 12 meses: 2 a 3 porções são servidas diariamente na alimentação de um adulto.

Os gramas específicos de comida que um cão terra-nova deve comer dependem de seu peso. Por exemplo, um adulto de 40 quilos deve consumir entre 600 e 800 gramas de comida por dia, que devem ser divididos em duas porções.

Alimentação dos cães terra-nova

Pesquisas indicam que cães de raças grandes, incluindo o de terra-nova, tendem a desenvolver problemas ósseos se não forem alimentados de maneira adequada, principalmente durante o estágio de crescimento, ou seja, quando são filhotes.

A seguir, contaremos quais são as necessidades nutricionais do cão terra-nova durante as fases mais importantes de sua vida. Não perca!

Alimentação do terra-nova filhote

O terra-nova é considerado um filhote (e deve comer ração especializada para essa idade) até 12 meses. Essa é a etapa mais importante, pois a sua saúde, crescimento e desenvolvimento dependerão da alimentação durante meses. Um artigo sobre a dieta de filhotes indica que, nessa idade, os canídeos precisam de alimentos que lhes forneçam muita energia para garantir um ótimo progresso.

Por outro lado, o texto relacionado indica que é importante cuidar do peso do filhote, pois a obesidade durante o crescimento está diretamente relacionada ao aparecimento de displasia do quadril, osteocondrose e osteodistrofia hipertrófica. Todas essas condições reduzem drasticamente a qualidade de vida do animal.

O filhote de terra-nova também exigirá a presença de lipídios, ácidos graxos essenciais e vitaminas solúveis em gordura em sua dieta. As proteínas são igualmente importantes, pois fornecem aminoácidos essenciais, vitais para o bom desenvolvimento dos músculos. Os prebióticos e probióticos são essenciais para a saúde gastrointestinal.

Alimentação do adulto

Uma vez que o cão terra-nova completa o primeiro ano de vida, ele é considerado um adulto. A partir desse momento, é necessário mudar sua alimentação, pois as necessidades nutricionais variam, levando em consideração que o metabolismo fica mais lento. Para fazer a escolha certa da ração, é necessário discutir com o veterinário, que fará um novo plano alimentar de acordo com o peso exato e as condições de saúde do animal.

Nessa idade, o percentual de proteína deve ser de pelo menos 25%, enquanto os carboidratos devem ser moderados para evitar o sobrepeso. Gorduras como ômega 3 e 6 são essenciais para manter o bom estado de seu sistema cardiovascular e sua capacidade cognitiva.

Para prevenir problemas como displasia de quadril e cotovelo e fortalecer suas articulações, é melhor consultar o veterinário sobre a possibilidade de fornecer suplementos e vitaminas que auxiliem na dieta. Esses tipos de suplementos devem ser sempre prescritos por um profissional, e não é uma boa ideia medicar animais de estimação de forma independente.

Alimentação do terra-nova idoso

Artigos profissionais indicam que, em cães de raça muito grande ou gigante, a terceira idade inicia-se entre 5 e 6 anos. A partir desse momento, é necessário fazer alguns ajustes na dieta caso ocorram doenças geriátricas, como as seguintes:

  • Diabetes mellitus.
  • Doenças prostáticas, cardiovasculares e degenerativas.
  • Obesidade.
  • Hipotireoidismo.
  • Anemia.
  • Neoplasias
  • Insuficiência urinária.

Se o cão atingir essa idade sem nenhum problema de saúde, sua dieta de costume pode ser mantida, pois é considerada completa e balanceada. A porcentagem de proteína animal fornecida também deve ser preservada e a porção não deve ser excedida para evitar sobrepeso e obesidade.

Na terceira idade canina, é necessário acomodar as condições físicas do animal, não forçar o exercício e entender que, como acontece com os seres humanos, nessa fase existem doenças e oscilações de humor. Além disso, nessa e em todas as fases, a hidratação como parte da alimentação é muito importante. O animal deve ter sempre disponível um recipiente cheio para matar sua sede.

Alimentação BARF para o cão terra-nova

A dieta BARF ou Alimentos Crus Biologicamente Apropriados propõe o consumo de ossos crus e proteínas de origem animal, misturados com porções de vegetais e frutas e diferentes tipos de óleos e suplementos de origem natural. Isso foi revisado por artigos relacionados.

Essa é uma boa opção de alimentação para cães terra-nova, mas também deve ser supervisionada por um profissional de nutrição. Só assim será possível garantir que o animal receba todos os nutrientes de que o seu corpo necessita e no equilíbrio adequado.

A dieta BARF se destaca por fornecer nutrientes sem conservantes ou produtos químicos, pois fortalece o sistema imunológico e contribui para uma melhor higiene bucal.

Riscos de uma alimentação inadequada no cão terra-nova

Os cães terra-nova, assim como qualquer outra raça, podem desenvolver problemas de saúde associados a uma dieta inadequada. O transtorno mais comum nos cães terra-nova é a torção do estômago, na qual esse órgão se torce e se enche de gás, impedindo o fluxo sanguíneo.

Para evitar esse problema, além de fornecer uma alimentação adequada, é necessário evitar que o cão coma grandes quantidades de comida muito rapidamente. Por isso, devem ser oferecidas várias porções ao dia. Outro problema associado à má alimentação é a obesidade, considerada grave nessa raça devido aos seus efeitos sobre a estrutura óssea e articular desses cães.

 

Neste artigo, apresentamos recomendações gerais sobre a alimentação do cão terra-nova, mas lembre-se de que é necessário considerar a opinião profissional em todos os casos. Se você dominar a dieta canina, poderá curtir a presença dele por muitos anos.

Pode interessar a você...
Cuidados e manutenção de um cão de raça grande
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Cuidados e manutenção de um cão de raça grande

Um cão de raça grande exige uma série de cuidados específicos, entre os quais encontramos a alimentação, higiene, exercício e disciplina.



  • Estándar FCI Nº50 – Terranova (Newfoundland). http://www.fci.be/nomenclature/standards/050g02-es.pdf
  • Diez, M., Nguyen, P. Obesidad: epidemiología, fisiopatología y cuidados del perro obeso. Enciclopedia de la Nutrición Clínica Canina.
  • Gaviria, J. Alimentación general y especializada para mascotas en una empresa productora de alimentos balanceados para animales. Corporación Universitaria Lasallista. 2016.
  • Jeusette, I., Romano, Victor. Nutrición del cachorro. Research reports.
  • Jaume Camps Rabadá. Alimentación y cuidados especiales en perros geriátricos. Animalia.
  • Sillero, M. Mitos y dietas alternativas en perros y gatos, revisión sobre sus efectos y recomendaciones. Universidad Católica de Valencia. 2019.