Animais de estimação no casamento: sim ou não?

· agosto 8, 2018
Dependerá de uma multiplicidade de fatores: o local escolhido deverá permitir que eles entrem e ele deverá ser capaz de se comportar adequadamente. Também será necessário levar em conta que você precisará de uma pessoa que esteja ciente dos cuidados dele.

Mais e mais casais – ou pessoas solteiras – consideram seus cães e gatos como “filhos”, por isso não é incomum ver animais de estimação no casamento. Você concordaria em levá-los para uma festa cheia de pessoas e, em alguns casos, vestidos para a ocasião? Neste artigo analisaremos isso.

Como ter animais de estimação no casamento

Como primeiro passo, devemos levar em conta a personalidade do animal e o tipo de festa que será realizada; para saber se o animal irá apreciar participar desse dia importante para o casal.

Está na moda os noivos levarem seus cães para a festa, se esta for celebrada em uma casa de campo, na praia ou em qualquer lugar ao ar livre. Também é comum ver animais de estimação no casamento vestidos para a ocasião; isto é, com laços, flores, véus ou qualquer outro acessório.

Agora, é bom para o animal? Isso é a primeira coisa que devemos levar em conta antes de tomar a decisão. Se o seu animal de estimação não for muito sociável, for impertinente ou não gosta de lugares lotados, essa não seria uma opção viável; embora muito importante para o casal.

Animais de estimação em casamento

Cuidados

Você também tem que pensar em quem vai cuidar dele, já que durante o casamento o casal estará de um lado para o outro; entre fotos, danças, cumprimentos e refeições. Quem estará ciente do animal durante todas as horas do evento? Nós não podemos “usá-lo”; porque parece bom no altar ou na chegada do casal e, depois, ignorá-lo completamente.

Outra questão muito importante que pode ajudá-lo a tomar essa decisão é o temperamento do animal. Por exemplo, um golden retriever seria mais adequado do que um poodle; já que o primeiro tende a ser mais calmo e obediente. Tudo depende da educação que lhe damos; mas não podemos nos esquecer de sua personalidade inerente, aquela que ele tem desde que nasceu.

E o que acontece se muitas crianças foram convidadas para o casamentoSem dúvida, elas vão querer brincar com o “convidado de honra”, e isso pode causar problemas. Alguns cães não gostam muito dos pequenos e nem compartilham seus brinquedos. Mesmo que sejam raças menores; estas podem sofrer com o fato de alguém tê-la em seus braços a noite toda.

Não deixe de lado o fato de que alguns convidados podem ser alérgicos aos pelos. Além disso, o cão poderá urinar a caminho do altar e, além disso, animais não são permitidos em determinados locais; ainda que venhamos a garantir que eles se comportarão bem.

Cães em casamento

Eu quero animais de estimação no casamento: o que eu faço?

Depois de ter analisado todas as questões acima indicadas e decidido levar o seu cão a um dos dias mais importantes da sua vida; recomendamos que tenha em mente estas dicas:

  1. Escolha a segurança e não a estética

Isso significa que; se você quiser que seu animal de estimação use roupas especiais, pense em seu conforto e na segurança antes de escolher. O que “parece bom” nem sempre é a melhor opção. Para não complicar, adicione uma pequena flor na sua coleira habitual.

  1. Notifique seus convidados

Embora seja mais bonito surpreender com a chegada do animal; os convidados precisam ter esse tipo de informação, principalmente se houver pessoas alérgicas ou que tenham medo de animais. Assim, ninguém será pego de surpresa.

  1. Contrate um cuidador

Já que você não poderá cuidar dele durante toda a festa, nem deixá-lo aos cuidados de um convidado e ficar completamente despreocupado com o animal de estimação; a melhor opção é contratar uma pessoa cuja única tarefa é cuidar do cão. É certo que isso pode parecer um pouco excêntrico; mas resolverá muitos problemas.

  1. Consulte o local do evento

Talvez você tenha visto animais de estimação no casamento pela internet e amou, mas o lugar escolhido por você para celebrar seu casamento não aceita animais. É muito importante que você saiba disso antecipadamente; para não ter que mudar seus planos depois. Não tenha como certo que cães são permitidos por ser um local ao ar livre.

  1. Treine seu animal de estimação

Por último; mas não menos importante, entre tantas organizações não se esqueça de ensiná-lo a se comportar nesse dia especialÉ verdade que às vezes seu comportamento pode ser imprevisível; mas se você ensiná-lo com antecedência, ele estará mais preparado.

Isso significa que se, por exemplo, você quiser que ele traga as alianças em uma cesta até o altar, faça-o praticar pelo menos dois meses antes, todos os dias. Então, nesse dia, ele saberá o que fazer; porque terá repetido isso em outras ocasiões.