Os animais podem perceber o medo através do olfato?

junho 27, 2020
A comunicação do medo é óbvia entre os animais, mas ela ocorre através do olfato? Vamos ver mais sobre o assunto abaixo.

A capacidade de perceber o medo através do olfato está bem documentada nos animais que também têm a capacidade de sentir estresse e medo.

Essas espécies produzem sinais químicos de alerta, que podem causar alterações no comportamento através de variações endócrinas ou imunológicas. Essas mudanças podem ocorrer tanto em si mesmo quanto em um outro animal, sempre da mesma espécie.

Então, seria possível perceber o medo através do olfato? Se focarmos na afirmação anterior, não seria possível que um animal percebesse o medo de um indivíduo de outra espécie. 

No entanto, as mudanças comportamentais pelas quais um animal sofre ao sentir medo podem ser detectadas por outros indivíduos de outra espécie, desde que eles saibam como essa espécie se comporta diante dessa emoção.

Os sistemas olfativos

Nos animais vertebrados – embora não todos – existem dois sistemas olfativos diferentes. Por um lado, encontramos o principal sistema olfativo, responsável pela detecção consciente das moléculas voláteis no ar. Por exemplo, o cheiro de uma flor, de café, de especiarias, o odor corporal de animais, etc.

Quando sentimos o cheiro dessas partículas diretamente, estamos respirando-as. Por sua vez, elas se ligam aos receptores olfativos nas narinas e a informação chega ao cérebro. Estados emocionais, como o medo, geralmente não são considerados capazes de gerar moléculas carregadas de odores.

Por outro lado, temos o sistema olfativo acessório, chamado órgão vomeronasal. Essa estrutura está localizada acima do palato mole da boca, abaixo da cavidade nasal. Aqui, as moléculas de odor altamente específicas são detectadas e a informação passa através do bulbo olfativo.

Os animais podem perceber o medo através do olfato?

Os nervos olfativos, tanto no sistema principal como no acessório, transportam as informações para o sistema límbico, que é a parte do cérebro responsável pela percepção e resposta emocional. Esse sistema olfativo acessório não detecta as moléculas de ar. Ele foi projetado para “ler” as mensagens não voláteis dos feromônios.

Os feromônios são substâncias químicas comunicativas que emitem informações sobre o território, a agressão e a reprodução.

É possível perceber o medo através do olfato?

O papel do sistema olfativo acessório na comunicação social pode sugerir que o medo pode ser comunicado através do olfato. Isso ocorre porque as substâncias detectadas são processadas e interpretadas no sistema límbico, cujo órgão primário é a amígdala. Essa estrutura é responsável por perceber e responder ao medo.

Por outro lado, de acordo com estudos, a comunicação por feromônios ocorre exclusivamente entre membros da mesma espécieEsse fato torna impossível para qualquer animal sentir o cheiro do medo de outra espécie através do sistema olfativo acessório.

Por esse motivo, sugere-se que a sensação de medo que um animal pode perceber depende mais dos padrões comportamentais do que dos sinais olfativos.

Por exemplo, em cavalos, os estímulos visuais e auditivos são os mais importantes na ativação de respostas comportamentais, apesar de ser um dos animais com melhor olfato.

Quando uma pessoa com medo monta em um cavalo, ele já sabe que ela está com medo por causa da sua postura corporal, e é muito provável que o cavalo não responda aos comandos, que geralmente são bruscos em pessoas com medo.

Os animais podem sentir o cheiro do medo dos seus companheiros humanos

Os animais podem sentir o cheiro do medo dos seus companheiros humanos

Em vários estudos com aves, moluscos ou artrópodes, conclui-se que o medo pode se manifestar após a percepção de determinadas substâncias químicas.

Em algumas espécies de caracóis marinhos, quando um indivíduo é atacado e ferido, ele libera substâncias para alertar os membros da mesma espécie, que tendem a fugir ou se esconder. O mesmo vale para várias espécies de caranguejos.

Em uma espécie de ave, embora ainda exista um debate sobre se são ou não capazes de sentir cheiro, foi descoberto que, quando os filhotes têm medo, eles vomitam uma substância com odor muito forte que alerta os pais.

Então, os animais podem perceber o medo através do olfato?

Existe uma percepção de medo entre os indivíduos. No entanto, não é provável que isso ocorra através do odor, e sim por meio de comportamentos específicos.

Outros estudos tentaram demonstrar a percepção olfativa do cortisol, um hormônio do estresse que é liberado em situações de medo. No entanto, não foram obtidos resultados conclusivos ou que demonstrassem a capacidade de detectar cortisol através do olfato.

  • Ackerl, K., Atzmueller, M., & Grammer, K. (2002). The scent of fear. Neuroendocrinology Letters, 23(2), 79-84.
  • Chen, D., Katdare, A., & Lucas, N. (2006). Chemosignals of fear enhance cognitive performance in humans. Chemical senses, 31(5), 415-423.
  • Knight, K. (2012). CRABS SMELL FEAR THROUGH ANTENNULES. Journal of Experimental Biology
  • Parejo, D., Amo, L., Rodríguez, J., & Avilés, J. M. (2012). Rollers smell the fear of nestlings. Biology letters, 8(4), 502-504.