Dar um animal de estimação como presente de Natal é uma boa ideia?

novembro 21, 2019
Se você está pensando em dar esse tipo de presente a alguém, deve levar em consideração que os animais de estimação devem receber a atenção e os cuidados necessários de seus donos.

O Natal está chegando e é hora de escolher o presente ideal para surpreender nossos amigos e familiares. Como a ideia de ter um bichinho em casa é muito interessante, muitas pessoas pensam em dar um animal de estimação como presente. No entanto, devemos nos perguntar: será que dar um animal de estimação como presente de Natal é uma boa opção?

Animais de estimação e Natal: uma combinação perfeita ou perigosa?

Não é apenas uma suposição dizer que muitas pessoas optam por dar um animal como presente de Natal. Os números do mercado mostram que as vendas de animais de estimação se multiplicam nessa época do ano.

Não estamos falando apenas de cães e gatos, mas também de hamsters, aves domésticas, coelhos, tartarugas, furões, etc.

Não é difícil entender o motivo pelo qual tantas pessoas optam por dar animais de estimação como presentes de Natal. Aqueles que tiveram a oportunidade de compartilhar sua vida com um animal sabem que eles podem ser os companheiros mais leais deste planeta, com quem compartilhamos momentos inesquecíveis.

Além disso, os benefícios de viver com um animal de estimação são comprovados, principalmente para as crianças. Esse relacionamento os ajuda a desenvolver as suas habilidades cognitivas, físicas, emocionais e sociais, além de ensinar valores e emoções essenciais, como amizade, lealdade, persistência e trabalho em equipe.

Tudo isso soa muito bonito e faz parecer que dar um animal de estimação como presente de Natal é benéfico. No entanto, o problema surge quando as pessoas não entendem que esse não é um presente comum ou descartável, mas um ser vivo que requer tempo, atenção, carinho e dedicação.

Animais de estimação no Natal

É correto dar um animal de estimação como presente de Natal?

Primeiro, devemos entender a diferença entre presente e objeto descartável. Um presente é tudo que damos ou dedicamos a outra pessoa, para agradar, reconhecer e expressar a nossa afeição.

Um presente não necessariamente deve ser um objeto ou algo descartável. Para muitas pessoas, por exemplo, experiências e viagens são os melhores presentes. Essas não são coisas que têm vida útil ou que podem ser substituídas ou descartadas.

Certamente, dar um animal de estimação a uma pessoa ou família não deve significar que tratamos a vida como uma mercadoria ou um objeto. Por esse motivo, devemos garantir que essa pessoa queira e possa oferecer uma vida boa a esse animal, principalmente se estivermos falando em dar o primeiro animal de estimação de uma criança.

Caso contrário, esse animal poderá ser abandonado ou maltratado pela irresponsabilidade ou falta de cuidado de seus donos. Além de gerar um enorme sofrimento para o animal, o abandono contribui para o aumento da superpopulação nas ruas e a proliferação de inúmeras doenças.

O que considerar antes de dar um animal como presente de Natal?

Para saber se dar um animal de estimação como presente de Natal é uma boa ideia, devemos nos perguntar se a pessoa que está dando o presente avaliou se a família ou pessoa está preparada para recebê-lo.

Ou seja, devemos garantir que aqueles que receberão o animal tenham condições de criar, manter e oferecer uma vida boa ao bichinho.

Filhote de cachorro como presente

Se a pessoa a quem queremos dar um animalzinho estiver física, econômica e psicologicamente preparada para criar um animal, podemos realizar seu sonho colocando um parceiro incondicional em sua vida.

No entanto, se esse não for o caso, a decisão de dar um animal como presente de Natal pode causar tristeza e dor a ambas as partes.

Se estivermos falando de dar um animal de estimação para uma criança, é essencial perguntar se a família tem o desejo e as condições de adicionar um novo membro à sua casa.

Os pais devem estar plenamente conscientes de que um animal requer muito cuidado, um pouco de espaço e tempo, além de uma quantidade razoável de recursos financeiros.

Adote, não compre!

Caso você tenha decidido dar um animal de estimação ao seu filho ou a algum familiar, é aconselhável recorrer a centros de resgate, abrigos ou canis. Nesses espaços, encontraremos muitos animais esperando para ter uma família e um lar.

Além disso, encontraremos profissionais e voluntários que trabalharam duro para resgatar, cuidar e educar esses animais. Com eles, podemos esclarecer as nossas dúvidas e aprender mais sobre a história, cuidados, necessidades e preferências do animal que estamos adotando.

Lembre-se de que adotar é um ato de amor e todos os animais, independentemente de raça, cor, sexo ou idade, estão preparados para dar e receber amor. Portanto, neste Natal, adote, não compre.