Bob, o cão que se perdeu ao passear

· setembro 18, 2018
Ele e sua família estavam visitando uma cidade em plena época de festas. Então, fogos de artifício assustaram Bob, que fugiu e só foi encontrado depois de uma semana, graças à colaboração dos vizinhos e de uma associação protetora da área.

Todos podemos sofrer acidentes, embora tenhamos mais medo daqueles que ocorrem longe de nossa casa. Esta é a história de Bob, o cão que se perdeu ao passear, e de todas as pessoas que o ajudaram a voltar para casa.

As férias de Bob

A família de Bob decidiu sair de férias em julho com sua motorhome. Eles são alemães e decidiram dirigir até Muros, no noroeste da Península Ibérica. Não foi a primeira vez que saíram de férias dessa maneira e, é claro, o cão deles também foi junto.

Bob é um cão adulto, com cerca de cinco anos de idade. É grande, quase completamente preto e foi adotado por esta família quando ele era um filhote de aproximadamente um ano. Além disso, o temperamento calmo de Bob e seu desejo de aventura fizeram dele um excelente companheiro de viagens.

As férias dos três estavam indo bem, mas alguns dias antes de terem que voltar para a Alemanha, estavam numa cidade em que se realizava uma festa. Consequentemente, soltaram fogos de artifícioBob ficou com medo e fugiu. Sua família procurou por ele durante dias, mas Bob não apareceu, então eles decidiram pedir ajuda às pessoas da cidade.

Você sabia? Os gatos se perdem mais que os cães

Como Bob se perdeu

Bob se perdeu em uma área com muitas cidades pequenas, mas também com muitas florestas e montanhas. As pessoas da cidade desde o primeiro momento se ofereceram para ajudar. Os que gostam de animais compreendem a angústia que esta família deve ter passado, que, até mesmo, se recusou a sair até que seu cão aparecesse.

Cartaz para encontrar Bob
Fonte: Facebook

Com a ajuda de uma associação de proteção da área, eles se organizaram para procurar Bob. Distribuíram cartazes, alertaram nas redes sociais e até fizeram um vídeo que foi transmitido pela televisão. Claro, também organizaram excursões e caminhadas para ir procurá-lo na floresta.

A cidade se solidarizou com essa família por quase uma semana inteira. Dezenas de pessoas saíram para caminhar até as montanhas para tentar encontrá-lo e, também, centenas de pessoas rastrearam nas redes sociais qualquer sinal de um cão semelhante.

Final feliz

Não foi uma pessoa, mas outro cão, que encontrou Bob. Um dos grupos que saiu em sua busca estava acompanhado por vários labradores. Um deixou o grupo e começou a latir. Quando foram procurá-lo, encontraram Bob, encurralado em uma calha de concreto, incapaz de se mexer.

Eles imediatamente o levaram ao veterinário e notificaram sua família. Bob estava desidratado e muito fraco. Ninguém sabia há quanto tempo ele estava naquele lugar, mas ele se recuperou rápido. Finalmente, o veterinário examinou-o e decidiu que o melhor era que ele ficasse alguns dias no hospital.

Bob no veterinário
Fonte: Facebook

Dito e feito: depois de passar dois dias e uma noite sob observação, Bob começou a andar sozinho. Assim que ele recuperou sua força, ele retornou ao motorhome de seus proprietários e terminou suas férias.

Bob, está reunido com sua família e em casa e, felizmente, essa aventura não passou de um grande susto. A família de Bob está muito grata aos moradores da área, porque sem a ajuda deles nunca teriam encontrado o cão.

Ver também Mulher ganha 10 voos gratuitos porque perderam sua cadelinha

Dicas para viajar com animais de estimação

Todos nós podemos sofrer acidentes durante as férias, embora possamos seguir uma série de dicas gerais para viajar com nossos animais de estimação. Tenha em mente que deve ocorrer uma adaptação prévia, dependendo de com qual animal nós viajaremos e, também, de nosso destino:

  • Coloque um chip de identificação em seu pet e mantenha os dados atualizados. Assim, se ele se perder, é uma garantia para ele retornar.
  • Identifique o seu animal com uma coleira e com o seu número de telefone. Mesmo se ele tiver um chip, se seu cão se perder, ele poderá ser identificado mais rapidamente com uma tag.
  • Invista em um novo peitoral e guia, pois terão um puxão melhor e, além disso, se os cães ficarem com medo ou quiserem fugir, terão menos chances de quebrar.
  • Prenda as caixas de transporte com flanges. Utilize apenas suportes que estejam em perfeitas condições e identifique as caixas com adesivos do lado de fora.
  • Proteja o seu cão ou os transportadores dentro do carro, com uma correia especial ou cinto de segurança.
  • Planeje suas férias com antecedência e, então, certifique-se que as acomodações que você vai ficar aceitam animais.

Durante as férias, muitas pessoas querem levar seu animal para uma viagem. Portanto, certifique-se de fazer isso com a maior segurança possível, para evitar sustos.