Border collie

· abril 10, 2018
A raça mais inteligente do mundo é um animal de estimação ideal por sua natureza amigável e energética e pela capacidade de simpatizar com os donos.

O border collie é uma das raças mais queridas de hoje em dia. Eles são cães de tamanho médio, muito inteligentes, e que se destacam por sua grande energia e entusiasmo para fazer coisas. Se você quer ter um parceiro em um ambiente rural ou urbano, eles são sempre uma escolha que não falha.

A inteligência do Border collie

Não se sabe de onde vem essa espécie de cães, embora os arqueólogos especulem que eles apareceram pela primeira vez nas ilhas britânicas entre os séculos 4 e 1 a.C., com a chegada dos celtas.

Esta tribo sabia como aproveitar as excelentes habilidades de inteligência da raça e começou a usá-los como cães de pastoreio.

Na verdade, a palavra collie na língua celta significa “útil”. Além de serem pastores de ovelhas, os Border Collies eram usados como guardiões de casas e até como caçadores de pequenas presas.

Mesmo assim, a raça foi mudando pouco a pouco com a passagem do tempo, mas só no século 20 a Federação Cinológica Internacional e o Kennel Club estabeleceram um padrão para ela.

Atualmente, esta espécie é muito amada entre todos, porque são muito carinhosos e brincalhões, e sabem como obedecer sem questionar. Alguns espécimes podem até se comunicar de forma não verbal com seus donos.

Características físicas

O Border Collie é uma raça de tamanho médio, muito hábil para realizar qualquer tarefa que lhes seja atribuída. Os aspectos físicos mais marcantes são variados, e entre eles destacam-se a pelagem geralmente preta e branca, muito densa e um olhar bastante perspicaz.

Border Collie na praia

Cabeça

  • O crânio é proporcional ao seu corpo.
  • O focinho é do mesmo tamanho que o crânio.
  • O maxilar é articulado sob a forma de tesoura.
  • Os olhos são pequenos, redondos e com pouca separação um do outro. O olhar dá a sensação de inteligência e espírito brincalhão.
  • As orelhas começam atrás da cabeça e um pouco acima dos olhos. São de tamanho médio e não ficam penduradas.

Corpo

  • O peito é um pouco longo e musculoso.
  • O lombo é alongado, com uma curva perto do final.
  • A cauda é longa e de espessura moderada, muito peluda como o seu corpo.
  • As extremidades são longas e musculosas.
  • A pelagem do animal tem uma camada dupla, uma camada externa mais espessa que o protege da sujeira, e uma camada interna mais fina que lhe proporciona calor.

Temperamento

Border Collies são animais muito obedientes e silenciosos, na maioria das situações. No entanto, essa tranquilidade pode ser confusa, já que estamos falando de uma corrida dedicada ao trabalho rural, já que possui uma grande reserva de energia acumulada dentro deles.

A inteligência é, sem dúvida, o aspecto que destaca a maioria deles. Na verdade, alguns proprietários expressam que o animal “só falta falar” através dos gestos. Se, em qualquer momento, você estiver sob pressão, o cão imediatamente detecta, e imediatamente fará alguma travessura para melhorar seu humor.

Por estas razões, eles são animais perfeitos para ter na família, por serem tão brincalhões. Graças a esta qualidade, eles se dão muito bem com crianças de todas as idades, mas nenhum animal deve ser deixado perto de uma criança sem a supervisão de um adulto.

O ambiente preferido para eles são as áreas rurais, onde podem correr com total liberdade e fazer as suas próprias brincadeiras quando quiserem. Da mesma forma, eles se adaptam rapidamente aos espaços fechados da vida na cidade, desde que façam os exercícios e caminhadas que todos os cães precisam.

Adestramento

Esses cães exigem treinamento físico intenso para esgotar a energia armazenada dentro deles. O cruzamento constante entre raças no passado lhe deu essa característica, que para alguns proprietários pode ser uma grande dor de cabeça.

Border collie correndo

Se não estiver devidamente adestrado, o animal pode acabar desenvolvendo comportamentos muito desagradáveis, como latidos insistentes, hiperatividade e, em alguns casos, pode acabar comendo os pertences do dono. Para evitar esses comportamentos, recomendamos trotar ao lado do animal ou andar de bicicleta a seu lado.

Para eliminar seus instintos de pastor, é melhor adaptá-lo desde filhotinho aos elementos que podem lhe distrair no futuro, como carros e pássaros. Os exercícios básicos de obediência também podem ser úteis.

Saúde e doenças

O Border Collie é uma raça que, embora forte devido à natureza do trabalho para o qual foi projetado, apresenta algumas doenças degenerativas que podem diminuir sua qualidade de vida. A maioria destas é hereditária e não tem cura no momento.

Uma dessas síndromes é a anomalia do olho de collie, uma doença na qual o cão perde gradualmente sua visão ao longo dos anos. Outra patologia mais letal é a chamada lipofuscinose ceróide neuronal, uma doença degenerativa de neurônios sem cura. Outras doenças muito comuns são a displasia do quadril, enquanto alguns indivíduos têm epilepsia. Recomenda-se uma visita ao veterinário todos os meses para verificar a sua saúde e verificar se tudo está em ordem.