Os cães podem comer lentilhas?

Os cães podem comer lentilhas como parte da sua dieta, desde que não exceda a quantidade recomendada nem seja a base da sua alimentação.
Os cães podem comer lentilhas?

Última atualização: 07 Janeiro, 2021

As lentilhas pertencem à conhecida família das leguminosas, que fazem parte da nossa agricultura desde o Neolítico. Devido às suas múltiplas propriedades, as lentilhas são uma fonte de proteína que os cães podem comer.

Propriedades das lentilhas

  • Alta contribuição de proteínas. As lentilhas contêm cerca de 25% de proteína em sua composição, o que supera a porcentagem de outros produtos de origem animal.
  • Alta contribuição de carboidratos complexos, os quais o corpo aproveita ao transformá-los lentamente em glicose para posterior absorção, de forma que não provoque picos de glicose no sangue, fato muito interessante nos problemas de diabetes.
  • Contém fibra. A fibra também é importante na dieta dos cães: previne problemas de prisão de ventre e, além disso, cria uma sensação de saciedade, uma forma de controlar a obesidade em cães.
  • Fonte de minerais e vitaminas. Em sua composição, aparecem na dieta uma grande quantidade de minerais essenciais, como ferro, potássio, cálcio, magnésio, fósforo, zinco e selênio, além de vitaminas do grupo B (B1, B2, B5, B6 e ácido fólico). As lentilhas são conhecidas pelo seu teor de ferro, mas esse mineral é melhor assimilado quando acompanhado de algum alimento rico em vitamina C.
  • Antioxidantes. As lentilhas fornecem antioxidantes que retardam a degeneração das células do corpo, uma forma de prevenir certas doenças.
Propriedades das lentilhas

A ração contém lentilhas como fonte de proteína

Muitos alimentos contêm lentilhas e outras leguminosas – ervilha, grão-de-bico, feijão – como fonte de proteína. Atualmente, as rações veganas são baseadas nesses vegetais para fornecer a quantidade de proteína diária de que um animal necessita.

No entanto, a dieta que funciona melhor para eles é aquela que obtém proteínas de várias fontes, principalmente carne, ainda melhor se vier de animais diferentes, bem como peixes e vegetais.

Para cães alérgicos que precisam de uma dieta mais especializada, por exemplo, grain free, as leguminosas se tornam uma parte importante da composição da ração.

Entretanto, se o que te interessa é uma dieta caseira, saiba que, além de medir a proporção de cada produto que seu cão vai consumir, se você escolher lentilhas como parte da sua dieta, primeiro é necessário cozinhá-las, sem temperos nem sal adicionado.

A ração contém lentilhas como fonte de proteína

Os cães podem comer lentilhas, mas elas não devem ser a base da sua alimentação

Apesar de fazer parte da composição de muitos alimentos, ultimamente o FDA (Administração de Alimentos e Medicamentos do governo dos Estados Unidos) vem investigando a relação da presença dessas leguminosas como ingredientes principais nos casos de cardiomiopatia dilatada em cães.

Se o seu cão pertence a uma raça propensa a esses tipos de problemas, você deve consultar o veterinário antes de fazer mudanças repentinas em sua alimentação e fazer avaliações regulares. Para aproveitar os benefícios das lentilhas, o ideal é introduzi-las de forma moderada, levando em consideração que elas não devem ser a principal fonte proteica da dieta canina.

Outra informação a que devemos prestar atenção são as porcentagens. Certifique-se sempre de que a porcentagem em legumes seja baixa e nunca exceda a porcentagem de carnes. Os cães são animais carnívoros não estritos e a sua dieta deve ser baseada em carne, embora possam comer lentilhas.

As porcentagens na composição de uma ração são padronizadas para cães de determinado tamanho e idade de acordo com intervalos específicos, e não são aleatórias. Se você comprar uma ração de qualidade, verá que há muita diferença em relação a outras de baixo custo, como as que são vendidas em supermercados.

Isso explica seu preço e popularidade entre a população, mas as consequências podem ser problemas para fazer a digestão, alergias e outras doenças de longa duração. Pense que investir na dieta do seu animal é investir na saúde dele e evitar despesas futuras com o veterinário.

Pode interessar a você...
Um cão pode ser vegano?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Um cão pode ser vegano?

Muitos que escolheram este estilo de vida quiseram transmiti-la a seus animais de estimaçã. Por isso, neste artigo, discutimos se um cão pode ser vegano.



  • W. Jean Dodds, DVM on February 24, 2019. FDA updates on heart disease dogs.

  • H.C.Lin, N.A.Moller, M.M.Wolinsky, B.H.Kim, J.E.Doty, J.H.Meyer. Sustained slowing effect of lentils on gastric emptying of solids in humans and dogs panel.

  • Revista cuerpo y mente. Beneficios de las lentejas.