Cães de busca e salvamento: saiba mais sobre eles

junho 8, 2018

Durante o treinamento, o cão associa o fato de encontrar algo ou alguém com o recebimento de um prêmio, ou seja, um reforço positivo. Daremos, a seguir, algumas informações sobre cães de busca e salvamento.

Foram os suíços que iniciaram a  formação de cães de busca e salvamento, visto que o desaparecimento de pessoas nos Alpes era algo muito comum. 

Cães de busca e salvamento na história

Embora a habilidade da busca sempre tenha sido associada ao cão, especialmente por suas atividades de caça, foi na II Guerra Mundial que o animal mostrou todo seu potencial. 

Cães como o pastor alemão foram utilizados para busca e salvamento de sobreviventes em escombros. Essa prática abriu portas para a utilização desses cães em catástrofes e desaparecimentos.

Estátua em homenagem a um cão de busca e salvamento

A partir de 1950, passado o período mais duro do pós-guerra na Europa, surgiram várias escolas de formação de cães de busca e salvamento, especialmente na Suíça e Alemanha.

Como os cães de busca e salvamento trabalham

Há uma crença de que o cão busca um rastro, que pode ser algo da pessoa desaparecida, seguindo seu cheiro até encontrá-la. No entanto, isso não é possível quando não se sabe a identidade das pessoas desaparecidas ou se não há algum objeto pessoal delas em mãos.

O que é ensinado nas escolas de rastreio é a distinguir os cheiros das pessoas presentes dos cheiros das pessoas que não podem ser vistas, só sentidas. Ou seja, aquelas que podem estar presas em escombros ou escondidas.

Cães de salvamento

Quando o cão detecta a pessoa ou o objeto que procura, como é o caso dos que procuram drogas ou bombas, ele late. Isso acontece porque, durante o treinamento, o cão associa o fato de encontrar algo ou alguém com o recebimento de um prêmio, ou seja, um reforço positivo.

Qual cão é mais adequado para rastreamento

A resposta para essa pergunta é simples: aquele que tiver sido corretamente adestrado. Às vezes, pensamos que os cães de busca e salvamento devem ser pastores alemães ou sabujos. Porém, centenas de outras raças podem desempenhar o mesmo papel.

Portanto, se a raça não é determinante para esse trabalho, devemos considerar as qualidades necessárias para desempenhá-lo:

  • O cão deve ser atento, com grande capacidade de resposta à motivação.
  • O cão deve ter atitude, isto é, deve ter iniciativa para resolver problemas. Essa característica se consegue com experiência e paciência.
  • O cão deve ter o desejo de agradar seu dono ou adestrador. Ou seja, além da busca pelo reforço positivo, ele deve querer agradar o humano.
  • O cão deve ser constante. Às vezes, a localização de um objeto ou pessoa poder ser complicada e frustrante. O cão deve persistir sem diminuir a intensidade da busca.
  • O animal deve ser resistente e robusto. Um cão de busca e salvamento, especialmente em casos de resgate, deve ser muito resistente e com forte desenvolvimento físico.