Cães mucuchíes: tudo sobre essa raça

Embora essa raça estivesse em perigo de extinção, várias estratégias foram desenvolvidas para que ela não desaparecesse, pois esses cães são muito importantes para a Venezuela e sua história.
Cães mucuchíes: tudo sobre essa raça

Última atualização: 12 Setembro, 2021

Também conhecidos como “cães dos páramos”, os cães mucuchíes vêm de uma pequena cidade do estado venezuelano de Mérida, conhecida por suas paisagens ventosas e montanhas com picos nevados. Devido à sua importância cultural e patrimonial, esse cão é considerado o cão nacional da Venezuela desde 1964.

Os cães mucuchíes são pastores leais, corajosos, amorosos e gentis. Sua importância histórica para a região os tornou uma raça atraente para os sul-americanos em geral. Neste artigo, você aprenderá mais sobre a única raça de cães nativa da Venezuela.

Origem e história dos cães mucuchíes

Os mucuchíes são uma raça nativa da Venezuela e acredita-se que seja proveniente do cruzamento entre os cães introduzidos nessa região pelos conquistadores espanhóis. Seus possíveis ascendentes são o mastim espanhol, o mastim dos Pireneus, o mastim argelino, o cão do atlas e o cão de montanha dos Pirineus.

É um animal muito importante na história venezuelana, já que Simón Bolívar adotou um cão dessa raça (chamado Nevado) quando chegou aos Andes venezuelanos durante sua luta pela independência. O cão o acompanhou em suas viagens e combates até morrer na Batalha de Carabobo em 24 de julho de 1821, que certificou a independência da Venezuela.

O nome da raça vem da população andina em que Bolívar conheceu Nevado.

Em 1926, os cães mucuchíes podiam ser encontrados em toda a Venezuela. Após essa ampla expansão territorial, sua raça e pureza tiveram um sério declínio nas décadas seguintes. Em 1961, foi criado um clube (que não existe mais hoje) para conservar esse tipo de canídeo e em 1964 ele foi declarado o cão nacional da Venezuela.

O Ministério do Poder Popular para o Turismo, em 2008, criou a Fundação Nevado com o objetivo de preservar a raça nacional em risco de extinção. Em 2013, sob a presidência de Nicolás Maduro, essa organização foi transformada em Misión Nevado, adotando assim uma tintura mais genérica e animalista que promove a adoção de animais abandonados.

Características físicas

Os cães mucuchíes podem medir entre 55,9 e 71,1 centímetros de comprimento e pesar entre 30 e 50 quilos, dependendo de serem machos ou fêmeas. Isso os torna animais grandes, robustos e imponentes, como qualquer cachorro de montanha. Alguns tutores chegam a compará-lo ao cachorro são-bernardo.

Sua cor pode ser totalmente branca, branca com manchas de diferentes tons ou mel e branco com manchas pretas. Fontes profissionais afirmam que, devido às condições climáticas dos Andes venezuelanos, esses cães possuem uma pelagem abundante, reta ou levemente ondulada.

Caráter dos cães mucuchíes

Esses cães são ágeis, com uma passada ampla, e têm um instinto de vigilância que os mantém alertas o tempo todo. Eles também são afetuosos, sociáveis, inteligentes e muito ativos. Em suas origens, eles eram pastores de rebanhos e guardiões. Por isso, costumam ser mansos, defensores e fiéis, mas ao mesmo tempo desconfiam de estranhos.

Devido ao seu caráter, é importante que esses cães corram todos os dias. Além disso, é recomendado que, se possível, eles tenham uma grande área onde possam correr e brincar por pelo menos 45 minutos ou 1 hora por dia.

Cuidado e saúde

Os cães mucuchíes preferem climas frios e não é recomendado que vivam em um apartamento. A Dog Breed Info afirma que esses cães precisam de espaço e, embora não sejam muito ativos em ambientes fechados, eles exigem exercícios regulares ao ar livre.

Sua pelagem é fácil de manter usando uma escova de cerdas firmes. Embora sua camada protetora seja espessa, seu pelo também é bastante curto e só precisa ser escovado uma ou duas vezes por semana para que seja mantido livre de sujeira e emaranhados.

Esses cães só precisam de banho algumas vezes por ano, pois banhos muito frequentes podem retirar sua camada de óleos naturais e reduzir sua resistência a condições climáticas extremas, segundo especialistas. Além disso, as orelhas caídas desse cão também devem ser verificadas regularmente, pois dessa forma o responsável pode garantir que estão livres de umidade e sujeira para evitar infecções.

Quanto à atividade física, como são cães bastante grandes, é essencial para a saúde de seus ossos e articulações ter cautela e não causar estresse excessivo nas patas e nos quadris enquanto os ossos ainda estão em crescimento. Isso significa que você não precisa exigir demais do cão, por mais que ele precise de atividade física.

É muito importante ter cuidado, principalmente durante a infância do cão, pois atividades como correr vigorosamente, pular em superfícies altas e ficar em pé sobre as patas traseiras por longos períodos podem contribuir para a formação inadequada do sistema esquelético do animal. Se você tiver alguma dúvida sobre o seu desenvolvimento, consulte um veterinário.

Educação de cães mucuchíes

Embora sejam bons com as crianças, os mucuchíes podem se tornar superprotetores com elas. Isso acontece principalmente se não for dada atenção suficiente ao seu treinamento de socialização enquanto o cão está crescendo.

Embora sejam naturalmente muito inteligentes, os mucuchíes tendem a ficar entediados e impacientes com sessões de treinamento repetitivas ou excessivamente longas. Por essa razão, eles respondem melhor a sessões de treinamento curtas e compostas por uma variedade de atividades.

Essa raça tem uma história emocionante para contar, pois é o símbolo vivo da Venezuela do passado. Além disso, é um cão atencioso, prestativo e lindo.

Pode interessar a você...
Quais raças de cães não podem viajar de avião?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Quais raças de cães não podem viajar de avião?

Independentemente do tamanho ou da idade, existem certas raças de cães que não podem viajar de avião. Conheça algumas dessas raças aqui!