Os cães podem comer laranjas e tangerinas?

Os cães são animais onívoros e, como tais, podem se alimentar esporadicamente de frutas. Alguns também aceitarão o consumo de laranjas e tangerinas.
Os cães podem comer laranjas e tangerinas?

Última atualização: 10 Maio, 2021

É possível que a dieta do seu cão seja quase inteiramente baseada em ração ou algum tipo de alimento processado feito à base de carnes e farinhas, ou seja, sem a inclusão de frutas cítricas. A variedade de alimentos que podem ser consumidos por um cão pode ser muito ampla, mas será que os cães podem comer laranjas e tangerinas sem quaisquer implicações?

Para descobrir a resposta dessa pergunta, convidamos você a continuar lendo estas linhas. A seguir, vamos explicar os motivos pelos quais é aconselhável — ou não — oferecer essas frutas ao seu animal de estimação.

Os cães podem comer laranjas e tangerinas?

Acredite ou não, os cães podem comer laranjas. Por ser uma fruta doce e suculenta, muitos cães a consideram agradável ao paladar e não se incomodam com seu sabor cítrico característico.

Os médicos veterinários garantem que o consumo das laranjas é seguro para os cães e, além disso, são uma excelente fonte de nutrientes como potássio, fibras e vitamina C. São frutas que não fornecem alto teor de sódio, o que as torna ainda mais especial.

Todas essas vitaminas e micronutrientes têm um propósito comum: manter o sistema imunológico do seu animal de estimação em boas condições. Por exemplo, a vitamina C promove uma melhora nas funções do sistema imunológico, além da estimulação do organismo para a produção de colágeno.

Embora a maioria dos cães não precise de um suprimento extra de vitamina C, em situações de exercícios intensos e longos períodos de estresse, a capacidade do fígado de produzir essa vitamina pode diminuir. Portanto, oferecer um pouco de laranja nesses casos é uma opção muito boa.

 

Um cão cheirando laranja no pé.

Os cães podem comer laranjas e tangerinas, mas será que podem ser frutas perigosos?

Assim como as laranjas, as tangerinas também não são prejudiciais aos cães. Na verdade, os sabores de ambas as frutas não diferem muito um do outro, pois são alimentos muito semelhantes. Se seu animal de estimação gostar de laranjas, é mais provável que ele também tenha interesse por tangerinas.

Os benefícios obtidos com o consumo das laranjas também estão presentes na ingestão das tangerinas. Além disso, ambas as frutas possuem alto teor de água, o que favorece a hidratação do seu cãozinho, principalmente nos meses mais quentes do ano. A porcentagem de fibras que essas frutas possuem também ajuda no correto trânsito intestinal e na formação de fezes com boa consistência.

Contudo, se você tiver a sorte de ter um cão que goste do sabor dessa frutas, confira as recomendações que vamos dar a seguir. É importante que você continue lendo para saber como oferecer adequadamente essas frutas ao seu animal de estimação.

Como oferecer laranjas e tangerinas aos cachorros?

Você se lembra de como o olfato do cachorros é poderoso? Eles têm a capacidade de potencializar esse sentido e perceber todos os aromas de uma forma muito mais intensa. Por isso, ao serem apresentados a uma laranja ou tangerina, é mais provável que as rejeitem devido ao forte odor exalado por ambas.

Para evitar essa situação, o ideal é retirar a casca dessas frutas. Em seguida, sugerimos que você faça o seguinte:

  • Retire as sementes: embora não contenham nenhuma substância específica que possa fazer mal aos cães, alguns gomos possuem muitas semente que, quando ingeridas, podem causar desconforto.
  • Evite comprar laranjas e tangerinas muito ácidas: para fazer isso, antes de oferecer a fruta ao cachorro, você pode experimentar um gomo e se certificar de que está realmente doce. Uma má experiência pode fazer com que seu animal de estimação rejeite essas frutas em ocasiões futuras.
  • Melhor em gomos do que em suco: o suco de laranja e tangerina sozinho pode deteriorar o esmalte dos dentes quando consumido em grandes quantidades. Além disso, seu animal de estimação pode ser exposto a altas concentrações de ácido cítrico, algo que pode causar dor de estômago e queimação ao defecar.

Quais são as quantidades seguras para cães?

Qualquer mudança na dieta habitual do seu animal de estimação pode causar problemas digestivos, principalmente diarreia. A melhor coisa que você pode fazer é incorporar gradualmente novos alimentos, de modo que o organismo possa reconhecê-los e assimilá-los gradualmente.

No caso dos gomos de laranjas e tangerinas que você pode oferecer ao seu cão, eles não devem ultrapassar mais de 15% da sua porção diária total de alimentos. Um ou dois gomos de laranja por dia é uma quantidade adequada, pois um excesso pode causar fezes mais moles.

Como a quantidade recomendada de ingestão não é grande, você pode usar os gomos de laranja como recompensa e levá-los durante um passeio, por exemplo. Você também pode usar os gomos de tangerina como reforço positivo durante o adestramento.

Vale lembrar que tanto as tangerinas quanto as laranjas possuem, entre muitas outras coisas, açúcares naturais, que podem causar alterações nos valores sanguíneos dos cães. Portanto, é melhor evitar esses alimentos em cães diabéticos. Cães com diabetes não podem ingerir laranjas, tangerinas e outros alimentos doces em excesso.

 

Um cachorro equilibrando uma laranja.

Além das laranjas e das tangerinas, existem outras frutas que você pode incluir na dieta do seu cão que com certeza ele vai adorar. Em todo caso, sempre consulte o veterinário antes de oferecê-las a fim de evitar problemas e intoxicações por seu consumo. Lembre-se: uma boa alimentação é fundamental para manter o equilíbrio entre a saúde e o bem-estar do seu animal de estimação.

Pode interessar a você...
Quais frutas e legumes posso dar ao meu gato?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Quais frutas e legumes posso dar ao meu gato?

O gato é um animal que não precisa de frutas e legumes para equilibrar sua nutrição. De fato, os gatos são animais carnívoros. Saiba mais!