Curiosidades sobre o olfato dos cachorros

Se você já notou o quanto o seu cão fareja quando vocês saem para passear, poderá se surpreender ao descobrir o motivo desse comportamento.
Curiosidades sobre o olfato dos cachorros

Última atualização: 27 Março, 2021

O olfato não é completamente essencial para o ser humano, mas graças a ele podemos perceber aromas agradáveis ou que, por outro lado, podem nos alertar para algo perigoso. O cheiro transmite muitas informações, mas imagine poder perceber todos os aromas de uma forma muito mais intensa, como uma bomba de fragrâncias. O olfato dos cachorros é assim.

A capacidade olfativa desses animais domésticos é muito mais aguda do que a dos humanos, até 10 000 vezes mais potente do que a da nossa espécie. Se você quiser conhecer várias curiosidades do olfato canino, continue lendo.

A anatomia e o olfato

Os mamíferos terrestres – incluindo os cães – geralmente têm um focinho, que contam com 2 fossas nasais separadas por uma divisória ou um septo. O ar circula por esses canais desde as aberturas nasais até estruturas conhecidas como conchas nasais.

Esses locais anatômicos são revestidos por uma mucosa que, por sua vez, contém milhares de células sensoriais olfativas. A tarefa desses corpos celulares é captar todas as substâncias odoríferas e, por fim, levá-las ao sistema nervoso, para que possam ser percebidas e interpretadas pelo cérebro.

Todos os humanos, assim como os cães, têm a capacidade de detectar vários odores presentes no ambiente que nos rodeia, graças aos receptores olfativos, localizados nas células sensoriais olfativas acima mencionadas.

A enorme diferença que encontramos entre eles e nós é a seguinte: os humanos têm até 5 milhões dessas células, enquanto os cães podem chegar a ter 220 milhões ou mais.

Poderíamos exemplificar esses números em dimensões para tornar a comparação ainda mais interessante: a área olfativa total que os cães possuem equivale a 150 metros quadrados, em comparação com os 5 centímetros quadrados da área olfativa humana. Surpreendente, não é mesmo?

O olfato dos cães é essencial para sua sobrevivência.

O olfato dos cachorros é o seu meio de comunicação

Assim como acontece com muitos outros animais, o olfato nos cães desempenha um papel fundamental na socialização, na comunicação e no reconhecimento. Os cães se comunicam principalmente por sinais químicos. Portanto, ser capaz de detectar micropartículas no ar é essencial para isso.

Para os cães, os odores têm grande importância, uma vez que é neles que se baseia a identificação dos outros, seu humor e até a presença de perigo.

Quem são os responsáveis por tornar possível essa comunicação olfativa? A resposta pode surpreender: os feromônios. Certamente você já ouviu falar deles, mas se não for o caso, explicaremos em que consistem esses compostos químicos de uma forma muito simples.

Os feromônios são substâncias odoríferas de várias composições, todas secretadas externamente. Para que possam transmitir uma mensagem, terão que passar por uma cadeia de processos fisiológicos, a fim de provocar uma reação específica no comportamento de quem os percebe.

Em cães, os locais de excreção ficam principalmente nos sacos anais e nas mamas. Os feromônios também podem ser usados como sinais perceptíveis pelo olfato, presentes na vulva e na urina. Geralmente, são tão exclusivos que muitas vezes apenas animais de uma mesma espécie os percebem e interpretam.

Os feromônios têm características muito interessantes, entre as quais citamos as seguintes:

  • Conseguem manter sua eficácia mesmo a longas distâncias.
  • Apesar do passar do tempo, eles persistem e podem ser capturados pelos animais. O desenvolvido sentido do olfato dos cachorros os percebe quase sem nenhum problema.
  • Mesmo em concentrações muito baixas, sua eficácia não diminui.

Os cães que possuem os narizes mais poderosos

Desde a domesticação, a espécie humana aproveitou o excelente olfato do cão. Por exemplo, trabalhamos em estreita colaboração com cães em tarefas tão antigas quanto a caça.

Hoje em dia, os cães realizam atividades relacionadas ao olfato, como o rastreamento de entorpecentes e explosivos, além da busca e do resgate de pessoas em desastres naturais. Os cães mais habilidosos e treinados são até capazes de detectar doenças, como a diabetes e alguns tipos de câncer em estágios iniciais.

Com o tempo, descobriu-se que o olfato do cachorro pode ser treinado para rastrear praticamente qualquer coisa. Além disso, após inúmeras pesquisas sobre sua morfologia craniana, concluiu-se que essa característica está intimamente relacionado com sua capacidade olfativa.

O olfato dos cachorros por raças

Entre as mais de 300 raças que existem atualmente, algumas que se destacam em matéria de olfato são as seguintes:

  • Pastor alemão: com aproximadamente 225 milhões de receptores olfativos, é considerada uma das raças com nariz e cheiro mais poderosos. Esses cães são essenciais na polícia, nas tarefas de busca e resgate, e em pontos fronteiriços.
  • Dachshund: também conhecido como teckel ou, popularmente, como salsicha, é em relação ao seu tamanho o cão com melhor olfato. Por isso, esses cães são famosos por serem excelentes caçadores de texugos, javalis e lebres. Eles têm aproximadamente 125 milhões de receptores olfativos.
  • Golden retriever: essa raça originária da Escócia realiza inúmeras atividades graças ao alcance do seu olfato. Além de excelentes rastreadores, muitos golden retrievers se dedicam a detectar alérgenos em alimentos.
  • Basset hound: é considerada a segunda raça com o olfato mais poderoso de todas. Esses cães são excelentes aliados na busca de drogas, explosivos e substâncias ilegais em portos marítimos e aeroportos. Nos Estados Unidos, eles são usados em pesquisas para a detecção de doenças.
  • Cão-de-santo-humberto: de origem belga, essa é, acima de todas as raças, a que possui o melhor e maior olfato. Graças às suas inúmeras dobras internas nas fossas nasais, sua área de superfície para captura e assimilação de partículas odoríferas é potencialmente aumentada, uma vez que possui 300 milhões de receptores olfativos. Esse cão é o rastreador por excelência.
Cão-de-santo-humberto: o rastreador por excelência.

O mundo do olfato canino é fascinante. Quando você leva seu cachorro para passear no parque e vê que ele está cheirando a grama e farejando outros amigos que estão no local, imagine os milhares de cheiros que ele percebe nesse momento. É por isso que eles ficam tão felizes quando veem a guia para passear.

Pode interessar a você...
O incrível olfato dos cães
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
O incrível olfato dos cães

A capacidade de olfato dos cães é superior a dos humanos. Os cães podem cheirar até 100 mil vezes melhor.



  • Aguirre R. Mecanismos moleculares del olfato canino y posibles odorantes que reconoce
    en células tumorales. Universidad de Nuevo León, México, 2018. Disponible en: https://d1wqtxts1xzle7.cloudfront.net/62329812/Mecanismo_de_olfaccion20200310-27164-m50q57.pdf?1583865149=&response-content-disposition=inline%3B+filename%3DUNIVERSIDAD_AUTONOMA_DE_NUEVO_LEON_POSGR.pdf&Expires=1615482068&Signature=ULYZQBDF~oC9Gtcx1bGgtB331LUqCYypAMTugQ9nJEgUtdutSbTsOwZOm08Qny2ufrQlz2sLeEGxamDIB26-fpWv9aRGKmZQ8dGjg~VCxQJAwsDl6ZvDSGnuIl-fgBpHxhF7aRQiUs-vqRISkJUUHPGbBZqZFlydyP5fRztvSA0LyMe2tOicGQ72ma8pfmAutKym0Gj11rFDeH8mbo12hiWOFLx8cBIhGVlgeRNod5FmSADk~n3xBmwpE457m2PIopnbzjgMee3LJd9eDHqfvo81jKLgI4AVAXY7EINshRixzlubcN8juKIUTSUoh-NdkmiJ9rY-9s8qLFFZWqO5CQ__&Key-Pair-Id=APKAJLOHF5GGSLRBV4ZA
  • Rosell F. Un olfato para todo: Los perros, los amigos más útiles del hombre. Primera edición. Editorial Paidotribo, 2018
  • Guimerá C. La eficacia en la detección canina en el ámbito de las fuerzas armadas: Propuesta de un estándar de evaluación. 2019. Pág. 98-101. Disponible en: http://scielo.isciii.es/pdf/sm/v75n2/1887-8571-sm-75-02-98.pdf