Camaleão como animal de estimação: principais cuidados

maio 28, 2019
Quais cuidados são necessários para manter um camaleão como animal de estimação? Hoje, falaremos tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Atualmente, mais e mais pessoas têm optado por adotar um camaleão como animal de estimação. Além de sua beleza exótica, esses répteis peculiares são independentes e não exigem atenção constante de seus donos.

Embora não precisem de atenção contínua, os camaleões devem receber cuidados específicos para manter uma boa saúde e um comportamento equilibrado. A seguir, saberemos um pouco mais sobre eles.

Considerações antes de adotar um camaleão como animal de estimação

Como com qualquer outro animal de estimação, antes de adotar um camaleão, é necessário levar em consideração alguns aspectos para garantir a adoção e educação responsáveis.

Adote com consciência 

Ao pensar em adotar um camaleão, muitas pessoas recorrem a uma loja especializada em animais de estimação exóticos. No entanto, a venda de animais de estimação muitas vezes incentiva a criação de animais como mercadoria.

Em muitas lojas de animais, o negócio não é o bem-estar do animal, mas o lucro. Como resultado, é comum encontrar criadouros superlotados, onde várias espécies vivem em condições insalubres.

Também não é aconselhável adquirir um animal de estimação, independente do seu tipo, de um vendedor. Lembre-se de que o tráfico de animais exóticos é uma triste realidade que condena milhares de espécies à prisão e aos maus-tratos.

Para não incentivar essas práticas, não devemos adquirir um animal de estimação on-line ou em locais que não sejam devidamente aprovados como locais de reprodução.

A melhor maneira de adotar um camaleão como animal de estimação é ir a um centro de resgate de animais exóticos. Nestas instituições, encontramos répteis, pássaros e outros animais de estimação exóticos que estão à espera de um novo lar e de um cuidador que lhes ofereça o amor que merecem.

É possível ter um camaleão como animal de estimação?

Além disso, nesses locais também podemos contar com a orientação de voluntários e profissionais especializados nos cuidados de um camaleão como animal de estimação.

Conheça as diferentes espécies de camaleão

Embora possam parecer semelhantes a olho nu, existem mais de 160 espécies reconhecidas de camaleões, todos eles pertencentes à família Chamaeleonidae. Cada um deles tem suas próprias características e necessidades, e conhecê-las nos permitirá tomar os cuidados necessários para oferecer-lhes uma vida saudável e equilibrada.

Com esses dados, podemos condicionar a casa e o nosso tempo para oferecer condições ótimas para o desenvolvimento de nossos répteis. Além disso, conhecendo melhor o comportamento e personalidade de cada espécie, é possível escolher a que melhor se adapta ao nosso estilo de vida e ao nosso tempo.

Assegure-se de ter o tempo e o comprometimento necessários

Embora os camaleões não exijam tanta atenção quanto um cão ou um gato, criá-los também requer comprometimento. Estes lagartos exóticos precisam de uma dieta completa e equilibrada, bem como da higiene ideal do seu terrário e de um ambiente quente com umidade controlada.

Cuidados básicos com um camaleão como animal de estimação

O ambiente ideal para o seu camaleão

Seu camaleão passará grande parte de seus dias dentro de seu terrário; portanto, é essencial prepará-lo e condicioná-lo adequadamente. Antes da chegada do réptil a sua nova casa, devemos ir a uma loja de animais.

É importante escolher um terrário de dimensões amplas. Idealmente, deve ter pelo menos 60 cm de altura x 60 cm de largura x 120 cm de comprimento.

O próximo passo será pensar na configuração do terrário para recriar o habitat natural dos camaleões. No terrário, faremos uma base de cascalho ou terra, na qual teremos alguns galhos firmes e alguma vegetação, como pequenas samambaias ou estaquias, ficus pumila, criptanto, etc.

Camaleão como pet

Então, será essencial fornecer iluminação ideal para o terrário de seu pequeno lagarto. Em geral, recomenda-se optar por tubos fluorescentes ou compactos adequados para terrários ou tanques de peixes. Ao fixá-los, devemos escolher a parte superior do terrário, onde o animal não possa tocar, para evitar queimaduras.

Também é essencial garantir que a temperatura sempre varie de 27ºC a 29ºC durante o dia, descendo até 20ºC ou 18ºC à noite. Por outro lado, a umidade deve estar entre 50% e 100%, e é por isso que precisaremos borrifar o terrário com água limpa e fresca 3 a 4 vezes ao dia.

Comida e saúde do camaleão como animal de estimação

Na natureza, os camaleões são predadores importantes que basicamente comem insetos. Ao adotar um camaleão como animal de estimação, será essencial fornecer uma dieta fresca, completa e equilibrada.

Dificilmente esses répteis aceitam consumir ração ou animais mortos; por isso, devemos levar os insetos vivos e frescos, com a garantia de sua boa origem. A melhor maneira de conseguir isso é ir a uma loja especializada em animais de estimação exóticos.

Para suplementar a nutrição do seu camaleão, será necessário oferecer regularmente cálcio e algumas vitaminas. Para saber as quantidades apropriadas para a idade e as necessidades específicas do seu camaleão, recomendamos consultar um veterinário especializado.

Finalmente, lembramos a importância de fornecer medicamentos preventivos adequados a um camaleão de estimação. Consultas a cada seis meses com o veterinário especialista serão essenciais para verificar o estado de saúde do seu lagarto e prevenir qualquer doença.