Meu cão está se escondendo de mim e está estranho: o que fazer?

Seu cão pode estar se escondendo de você porque precisa de privacidade, mas também é possível que algo não esteja bem em seu corpo. Aqui, exploramos esse comportamento.
Meu cão está se escondendo de mim e está estranho: o que fazer?

Última atualização: 08 Outubro, 2021

Os cães muitas vezes são uma incógnita para os humanos, pois podem deixar de ser a alegria da casa e se tornar uma sombra quase invisível. Se o seu cão está se escondendo e com um comportamento estranho, é possível que ele esteja com uma doença física, um problema de comportamento ou que sua personalidade tenha mudado com o tempo.

Atribuir essas mudanças comportamentais ao “jeito de ser” ou ao envelhecimento do canino nunca é uma opção. Como seres sociais que são, os cães buscam afeto e unidade, mesmo que apenas esporadicamente. Se o seu animal de estimação se esconde de você o tempo todo e fica desconfiado, você está diante de um comportamento anormal. Aqui mostramos como resolver essa questão.

A sociabilidade do cão e do ser humano

Os cães são animais sociais por natureza, então reclusão e isolamento não estão em seus genes. Os ancestrais dessa espécie eram caninos sociais que viviam em unidades familiares (hierarquias) com figuras parentais como guias. Mais do que “estabelecer dominância”, esses animais aprenderam e cuidaram uns dos outros reconhecendo seu papel no grupo.

Durante as primeiras 3-8 semanas de vida, os filhotes focam sua atenção e interação em outros cães. Em qualquer caso, a partir de 5-12 semanas eles começam a fabricar uma linguagem única com os seres humanos. Desde a domesticação dos cães, há mais de 10 mil anos, ambas as espécies (cães e humanos) se adaptaram tanto em termos comportamentais quanto genéticos para se entenderem.

Conforme apontado por fontes profissionais, quando um responsável olha um cão nos olhos, são produzidos em ambos picos de oxitocina, um hormônio envolvido em processos de confiança, generosidade e bem-estar. Isso significa que não faz sentido um cão se esconder de seu tutor, uma vez que, em um nível fisiológico, o contato com ele deveria gerar reações positivas.

O contato de um cão com seu tutor gera reações positivas para ambas as partes, tanto em termos hormonais quanto cerebrais.

Uma mulher brinca com seu cachorro.

Por que meu cachorro está se escondendo de mim?

Como se trata de um ser social por natureza e o fato de interagir com você gera picos de bem-estar, o mais normal é que você se pergunte por que seu cão está constantemente se escondendo de você. Antes de disparar todos os seus alarmes, pergunte-se o seguinte:

  • Algo mudou no ambiente nos últimos tempos? a audição dos cães é mais de 2 vezes superior à nossa, e seu olfato é superior ao da espécie humana em várias ordens. Portanto, é possível que uma mudança imperceptível para você (aromas, bipes, ruídos da rua e outros) se torne um grande problema para seu animal de estimação.
  • Quantos anos o animal tem? Uma mudança de comportamento não é interpretada da mesma forma aos 3 meses, aos 3 anos ou aos 10 anos.
  • Existem outros sintomas? Se o seu cão está se escondendo de você e lambendo alguma parte do corpo obsessivamente, vomitando, sangrando ou perdendo peso, é definitivamente hora de levá-lo ao veterinário.
  • Qual é a época do ano em que isso acontece? A maioria das cadelas entra no cio 2 vezes por ano (a cada 6 meses). Talvez esse comportamento mais receoso seja causado por alterações hormonais.

É necessário que você responda a todas essas perguntas, pois pode ser muito útil e vai economizar tempo para o profissional ao buscar um diagnóstico. Aqui estão algumas das razões pelas quais seu cachorro está se escondendo e se comportando de forma estranha estranho. Confira!

Está doente

Quando se sentem mal, os animais sociais tendem a se retirar do grupo e ficam muito mais esquivos. Também é possível que se tornem um tanto agressivos, pois se sentem vulneráveis e perceberão como um possível perigo qualquer som, visita ou toque que os pegue de surpresa.

Se o seu cachorro está se escondendo de você e está doente, o mais normal é que você observe outros sintomas que acompanham esse comportamento: perda de peso, vômitos, diarreia, choramingos, claudicação, olhos amarelos (icterícia), sangramento nas fezes e muitos outros sinais. Tenha especial cuidado se o cão for idoso, pois nessa fase são bastante comuns patologias como o câncer.

Está com medo

Esse é um dos motivos mais frequentes do comportamento estranho, principalmente se o cão for jovem. Seu animal de estimação pode ter medo de humanos devido a traumas anteriores, de outros animais por falta de exposição, do barulho da rua ou de qualquer outro estímulo que seja difícil para você perceber. Esse medo crônico é comum em animais que vêm de abrigos ou que não tiveram uma boa socialização desde filhotes.

O medo no cão geralmente é complementado por tremores, respiração ofegante, salivação excessiva, posição de submissão (cauda entre as pernas e cabeça baixa) e fuga do contato visual. Se seu animal de estimação se mostrar receoso a tudo que está ao seu redor, não importa o quanto você faça mudanças, provavelmente será necessária a ajuda de um educador canino.

Está com alguma disfunção cognitiva

Os cães podem experimentar algo semelhante à demência senil humana à medida que envelhecem. Aproximadamente 62% dos cães com mais de 10 anos sofrem de síndrome de disfunção cognitiva relacionada à idade. Portanto, é uma condição a ser suspeitada quando seu animal de estimação fica mais velho e seu comportamento muda progressivamente.

Alguns dos sintomas derivados da degradação do sistema nervoso são mudanças de temperamento, evitação de estímulos, alteração do horário de sono, falta de controle dos esfíncteres e erros no reconhecimento de membros do grupo familiar. Embora essa condição não tenha solução, a qualidade de vida do animal pode ser melhorada com o auxílio do veterinário.

Algo chama sua atenção

Às vezes, o fato de um cachorro estar escondido não responde a um estímulo negativo, mas a algo que chama sua atenção em uma parte específica da casa. Portanto, se ele ficar constantemente embaixo da cama ou atrás de um móvel, verifique cuidadosamente o que circunda a área, inclusive o chão e a parede.

O animal pode ter escondido um brinquedo e não consegue recuperá-lo, um rato pode ter entrado em casa ou um cheiro muito estimulante para o canino pode emanar dessa área (por qualquer motivo). O processo de correção desse comportamento envolve, como sempre, o reforço positivo: não incentive o comportamento negativo e recompense o animal quando ele parar de praticá-lo.

Um cachorro se esconde embaixo da cama.

Como você pode ver, muitos fatores estressantes podem fazer com que seu cão se esconda de você. Se for algo esporádico, não se preocupe. Mas caso o comportamento se mantiver ao longo do tempo, o melhor é procurar ajuda profissional. No caso de um quadro patológico, a detecção precoce pode fazer a diferença entre a vida e a morte.

Pode interessar a você...
6 dicas para enfrentar a morte do seu animal de estimação
Meus Animais
Leia em Meus Animais
6 dicas para enfrentar a morte do seu animal de estimação

Enfrentar a morte de seu animal de estimação pode ser um dos golpes mais duros que recebemos na vida. Daremos alguns conselhos para te ajudar.