Características do Babuíno: comportamento e habitat

· maio 30, 2018

Existem muitos primatas, embora conheçamos alguns apenas por sua proximidade conosco. Um dos maiores e mais conhecidos por seu tipo de comportamento é o babuíno, um animal muito peculiar, sobre o qual falaremos neste artigo. Gostaria de conhecer algumas características do babuíno?

Apesar de ser um macaco, as características do babuíno são diferentes das de outras espécies. Vamos ver quais são.

Características do babuíno: tudo que você precisa saber

Habitat

Os babuínos vivem principalmente na África e em algumas regiões da Ásia. Normalmente, habitam em regiões planas de savana, desertos e planícies rochosas. Essas áreas de moradia são escolhidas, já que, ao contrário de outros primatas, o babuíno não precisa estar constantemente trepando em árvores.

Eles foram domesticados no Egito para coletarem frutos das árvores. Aparentemente, o nome da espécie vem do deus egípcio Babi.

Características

Foi cientificamente comprovado que o babuíno compartilha 91% do DNA com seres humanos. Então, embora inicialmente tenha sido classificado como um símio, pertence ao grupo dos macacos.

É um dos maiores primatas, pois pode chegar a pesar até 40 quilos. No entanto, seu maxilar é fino e longo, assim como seu rosto. Isso lhe dá um toque característico de delicadeza e elegância. Seus dentes são muito largos, principalmente nos machos.

Outra das características do babuíno é possuir dois polegares opositores em suas mãos, que os ajuda a ter uma capacidade ampla de realizar manobras. É possível diferenciar muito claramente qual é o macho e qual é a fêmea dessa espécie, pois seus tamanhos possuem grande diferença, assim como seu pelo. Por exemplo, os machos têm pelos longos no rosto e nos ombros, algo que as fêmeas não têm.

Seu nariz também é algo peculiar no mundo dos primatas. Enquanto na maioria dos macacos é achatado, no babuíno é longo e ocupa grande parte de seu rosto. Isso também marca uma diferença entre os gêneros, pois o nariz do macho pode medir até 7 vezes mais do que o da fêmea.

Sua cauda é em forma de arco e está sempre apontada para cima. Uma diferença com outros macacos é que ele não usa sua cauda, já que tem a capacidade de andar em quatro patas. Outros primatas usam sua longa cauda para pegarem coisas ou para se locomoverem de um galho para outro, mas esse não é o caso do babuíno.

Existem vários tipos desse macaco: Papio anubis (babuíno-anúbis), Papio cynocephalus (babuíno amarelo), Papio papio, Papio hamadryas (babuíno-sagrado) e Papio ursinus.

Comportamento e habitat do babuíno

Comportamento

Os grupos de babuínos são totalmente diferentes dos de outras espécies conhecidas, sejam primatas ou não. Por exemplo, no grupo haverá muitas fêmeas, algumas com seus filhotes, um macho dominante e um macho jovem que não está autorizado a acasalar.

No entanto, isso muda se o grupo vive em uma savana, já que o macho dominante compartilha sua autoridade com outros machos, que geralmente são de sua família. Também haverá fêmeas e outros machos nesse grupo, mas todos sob a autoridade do macho dominante.

Os predadores do babuíno são os leopardos, as águias e os leões, que normalmente os atacarão quando eles estiverem sozinhos. Eles também podem ser vítimas de crocodilos, se estiverem perto de rios. Os babuínos são animais tranquilos, mas se forem atacados, mostrarão toda sua fúria utilizando suas garras.

Você gostou de saber mais sobre o babuíno? É certo que a natureza sempre nos surpreende com tantos seres vivos para conhecer. Mesmo que alguns deles possivelmente não possam ser vistos ao vivo, saber mais sobre cada um deles alimenta nossa curiosidade, nosso conhecimento e nosso amor pelos animais.