China planeja uma enorme reserva para o panda gigante

· setembro 8, 2018

Ao longo dos anos, o panda tornou-se um símbolo da conservação da vida selvagem em todo o mundo, mas também dos animais selvagens da China. É por isso que este país vai, mais uma vez, dar um exemplo de conservação: uma reserva para o panda gigante de enormes proporções foi anunciada.

O panda gigante, uma espécie em extinção

O panda é uma espécie que sofreu uma forte ameaça por décadas. Sem dúvidas, todos sabem que este animal estava em forte perigo de extinção, ainda que, graças aos enormes planos de conservação da China, a situação tenha melhorado.

A situação mudou até o ponto em que o panda gigante não é mais uma espécie em extinção. De acordo com a IUCN e sua lista vermelha, esse animal ainda é vulnerável à ação humana, mas suas populações melhoraram incrivelmente.

Para sair desta situação, a China investiu milhões nesta espécie para criar uma reserva para o panda gigante; após isso várias outras foram criadas. Juntamente com essas medidas, o programa de reprodução em cativeiro e a proteção de seu habitat parecem ter salvado a espécie.

Esta decisão deve-se ao fato de esta espécie estar ameaçada devido à caça ilegal e às alterações climáticas, entre outros motivos. O gigante asiático vai investir 1,6 bilhão para aumentar a população desses ursos para até três mil exemplares em estado selvagem.

A lei chinesa tornou-se muito rígida e até mesmo prisão perpétua foi estabelecida para casos de caça furtiva; o que fez com que a caça desse animal desaparecesse. Ainda assim, a reprodução em cativeiro é muito difícil, dada a sua extrema timidez. Além disso, essa é uma espécie muito afetada pela perda de habitat.

filhote de panda com sua mãe

Então, com todas estas medidas, a população do panda gigante excede hoje dois mil exemplares. Mas acredita-se que haja três mil pandas em vida selvagem, porém, essa informação não foi confirmada.

A gigantesca reserva para o panda

Mas a China não se detém nesta conquista para a conservação das espécies: decidiu investir 1,6 bilhão de dólares em uma reserva para o panda gigante: o Parque Nacional do Panda medirá mais de 27 mil quilômetros quadrados — o triplo do tamanho do Parque Yellowstone, nos estados Unidos.

O principal objetivo do parque é unir o habitat de várias subpopulações deste animal em uma única reserva. Sichuan e Shaanxi possuem o maior número de ursos panda do mundo, então corredores gigantes da vida selvagem serão feitos para esses majestosos animais.

Além disso, espaços protegidos como esse são de vital importância para espécies como o panda: uma reserva para o panda desse tamanho lhes permitirá viajar centenas de quilômetros sem os perigos da atividade humana.

Dada a timidez desta espécie e como ela é afetada pela presença do ser humano, essa medida pode permitir que a capacidade reprodutiva dessas espécies seja maior.

urso panda

Mudança climática, nova ameaça ao panda

A verdade é que há outra grande razão para criar essa reserva. Como se não bastasse, a mudança climática parece ser uma das novas ameaças do panda, já que pode acabar com grande parte das florestas de bambu em que este animal vive.

Portanto, a criação de uma reserva para o panda dessas dimensões pode ser uma preparação para as mudanças difíceis que irão sofrer seu ecossistema, já que as mudanças de temperatura podem afetar o bambu, a planta que responde por 99% da dieta deste ursídeo.

Esta reserva para o panda abarcará a surpreendente cifra de 67 das reservas naturais da China. Beneficiará muitas espécies de animais selvagens, como o mítico urso asiático. As autoridades chinesas asseguram que esta medida também beneficiará os habitantes humanos da região.