Migração de animais, reprodução e época

julho 15, 2018

Com a mudança das estações, podemos ver revoadas de pássaros pelo céu, ou espécies marinhas que viajam muitos quilômetros em busca de águas quentes, onde possam se reproduzir. A migração de animais é um evento verdadeiramente maravilhoso. No artigo de hoje queremos contar um pouco mais sobre isso.

O que é a migração de animais?

A migração de animais é basicamente a mudança de um habitat para outro. Esse evento é protagonizado por diferentes espécies de animais: terrestres, marinhos e aéreos. No caso de o movimento ser maciço, ele é chamado de invasão ou de emigração.

Toda migração implica em movimento, talvez até por vários dias ou semanas. Pequenos animais, como os anfíbios, aproveitam as correntes de água. No caso dos pássaros, eles se aproveitam dos ventos alísios ou do ar ascendente.

Este processo pode visar cumprir diversos objetivos, como, por exemplo, afastar-se das temperaturas extremas (frio ou calor), garantir um lugar melhor para a reprodução, fugir dos predadores ou procurar comida.

Ainda é um grande mistério para os humanos como os animais que migram se guiam. Alguns usam o sol como uma bússola, outros as estrelas, e há teorias que indicam que as migrações de animais são baseadas no campo magnético da Terra. Há mesmo aqueles que podem seguir vestígios olfativos.

Migração de animais: casos mais curiosos

Diferentes espécies do reino animal, como as aves, os invertebrados, os mamíferos, os anfíbios, os peixes e os répteis, migram em algum momento de suas vidas. No entanto, as migrações de animais mais interessantes são:

tartaruga marinha

  1. Tartarugas marinhas

Estas são conhecidas como as rainhas da migração. Existem duas espécies que fazem cruzamentos extensivos durante a longa vida delas. Uma delas é a Caretta, que nasce na costa do Japão e nada todo o Oceano Pacífico para se alimentar. Então, depois, elas retornam à sua pátria para se acasalarem e desovarem. A jornada que elas fazem é de quase 13.000 km em um único ano.

A segunda, é a tartaruga de couro. Estas nascem no Caribe e depois viajam pelas costas da América do Norte, para se alimentarem de águas-vivas. Se não conseguem isso, atravessam o Oceano Atlântico até a África em uma jornada de mais de 16.000 km.

  1. Águias carecas

Elas são as únicas aves marinhas da América do Norte e, a cada inverno, se reúnem em grupos nos galhos dos abetos e choupos de uma região localizada no meio de Vancouver, no Canadá. Elas comem os salmões que tentam fazer a viagem entre os rios congelados da região. Em uma única semana, pode-se ver mais de 1500 águias carecas migrando nessa região.

  1. Baleias

Quanto à migração de animais marinhos, esse mamífero é o que faz a maior viagem. A baleia franca austral sai do Polo Sul e cruza toda a América do Sul até chegar ao norte da Costa Rica. Depois, retorna ao seu local de origem, completando uma rota de pelo menos 17 mil km.

No caso da Baleia franca austral, ela faz sua viagem devido à alimentação e a reprodução. Para cumprir com este último objetivo, ela escolhe a Península de Valdés, na Argentina, onde chegam em setembro e outubro. Então, elas deixam a área, embora os cientistas ainda não possam determinar a rota que seguem, mas acredita-se que elas atravessem o sul do continente americano para chegarem às costas mais caribenhas.

Baleia

  1. Antílopes

Aproximadamente 1 milhão de espécimes atravessam grandes áreas de planícies entre a Tanzânia e o Quênia juntos, para procurarem por pastagens frescas. Na realidade, não se trata de uma migração animal “normal”, mas eles viajam em torno de 2.700 km ao longo do ano para obter comida.

Eles são acompanhados, em muitos casos, por zebras, alces, gazelas e, obviamente, são seguidos de perto por predadores (crocodilos, leopardos ou leões) para os atacarem na primeira oportunidade apresentada.

  1. Borboleta monarca

Estas são as espécies mais “populares”. De cor laranja, também são um dos animais com a migração mais surpreendente. Em outubro, milhões de espécimes chegam a região do Pacífico da Califórnia para aninharem antes do inverno iminente. Então, elas viajam para as florestas de pinho e eucalipto de Monterey. É um show maravilhoso que quase sempre acontece ao meio dia.

Recomendados para você