Como alimentar um pato de estimação

janeiro 29, 2019
É essencial sempre oferecer água fresca a esses animais pois, já que eles não têm dentes, precisam engolir os alimentos. 

O pato doméstico ou de fazenda perdeu quase que completamente a capacidade de voar; já não tem força suficiente nas asas, ao contrário do pato selvagem, que voa com vigor. 

Isso ocorre porque o pato selvagem precisa procurar sua própria comida e não é alimentado pelo homem, como o doméstico.

Estas aves são encontradas em todo o mundo e têm uma natureza pacífica, dócil, alegre e tranquila. Elas são muito sociáveis ​​com o ser humano e vivem em média de 9 a 12 anos.

O que um pato doméstico come?

Os patos têm uma dieta muito ampla e exigem uma grande quantidade de comida. Vitaminas, minerais, proteínas e carboidratos devem ser incluídos em sua dieta.

Eles não são exigentes em relação aos alimentos e, em muitos casos, é até mais fácil mantê-los do que outras aves, como galinhas.

Contudo, é importante não dar grandes quantidades de ração aos patos, porque os alimentos processados ​​são feitos para tornar essas aves gordas e, além disso, de uma maneira não natural.

Os patos, durante as primeiras três semanas de vida, comem uma comida especial para filhotes; posteriormente, ela é alterada para ração para aves adultas.

Sua dieta pode ser baseada em alimentos específicos que podem ser misturados com sementes, frutas e vegetais. Sugere-se alimentá-los quatro ou cinco vezes por dia.

Patinhos bebendo água

Como alimentar um pato

Quando analisamos a alimentação desses curiosos animais de estimação, os elementos que não devem faltar em sua dieta são os seguintes:

Água

Eles devem sempre ter água fresca à disposição. Tenha em mente que, porque os patos não têm dentes, eles usam água para engolir a comida.

Por essa razão, a água nunca deve faltar. É aconselhável colocá-la perto da comida e trocá-la duas vezes por dia.

A tigela de água deve ser profunda o suficiente para que a ave possa colocar seu bico inteiro dentro, incluindo as fossas nasais, facilmente e sem obstáculos.

Como a água é tão importante em suas vidas e a desidratação nesses animais é algo sério, é aconselhável ter um tanque de água onde elas possam nadar e beber. A água deste tanque deve ser renovada regularmente.

Sementes e grãos

Os cereais são a principal fonte de carboidratos para patos, especialmente arroz, milho, cevada e aveia:

  • Sementes de soja. Elas são uma fonte de proteína e carboidratos vegetais. Devem ser misturadas à sua alimentação habitual.
  • Sementes de girassol. Sementes de girassol são uma excelente fonte de proteína e gordura. Elas facilitam a digestão.
  • Cascas de ovos e ossos moídos. São ricas fontes de minerais (cálcio) e proteínas.
  • Folhas de legumes e frutas. São fontes de vitaminas. Existe uma lista extensa das melhores para eles. Alguns exemplos: folhas de alface, alfafa, pepino, cenoura, maçã e uvas cortadas ao meio. O consumo de frutas deve ser limitado, pois um excesso de açúcar pode ser prejudicial à saúde dos patos.
  • Ovos cozidos e peixe. Eles são fontes importantes de proteína animal.
Pato comendo na mão da dona

Alimentando-os no jardim

Quando os patos vão passear no jardim ou quintal, eles podem encontrar alimentos para complementar sua dieta, tais como:

Pequenas pedras

Às vezes os patos se alimentam de pedrinhas que encontram lá; esses elementos os ajudam a moer os restos de comida.

Insetos

Eles gostam de procurar por insetos, como lesmas, minhocas, caracóis ou cochonilhas. Algumas pessoas até os usam para eliminar pragas de seu jardim e, assim, evitar o uso de pesticidas.

O que um pato não deve comer

  • Pão. É o equivalente a “junk food” para nós. Além disso, o pão faz com que a água seja absorvida rapidamente. Embora o pão não seja recomendado para nosso pato doméstico, ele pode ser oferecido de vez em quando. De preferência, deve ser integral.
  • Batatas fritas. Um alimento que pode ser prejudicial ao sistema digestivo do nosso pato de estimação.
  • Comida caseira.  A menos que sejam alimentos indicados na lista anterior,os patos não têm o organismo adaptado para digerir a comida do ser humano.
  • Refeições com temperos. Esses condimentos irritam o estômago da ave.
  • Refeições com açúcares. Alimentos como pipoca, biscoitos, refrigerantes e chocolates podem ser muito prejudiciais para um pato.

É importante mencionar que uma dieta rica em carboidratos pode deixar a ave doente, causando uma patologia chamada “asa de anjo”.

Essa patologia faz com que a última articulação de uma ou ambas as asas se retorçam. Essa torção os debilita, impossibilitando o voo.