Como alimentar uma colônia de gatos corretamente?

Além de alimentá-los, devemos ter em mente que o alimento deles não pode sujar a via pública, já que os vizinhos podem reclamar, por isso é essencial dar-lhes ração seca. Também, é necessário esterilizá-los para que as colônias não se tornem cada vez maiores.

As colônias de gatos são uma realidade em nossas cidades. Existem várias razões pelas quais os gatos vivem juntos na rua, mas isso ocorre principalmente devido à falta de controle de natalidade e ao abandono dos animais domésticos. Você pode fazer algumas coisas para ajudá-los, como alimentar uma colônia de gatos corretamente.

As colônias de gatos: mais que comida

Foi demonstrado que o único método eficaz para reduzir o tamanho das colônias de gatos é esterilizá-las: os nascimentos são reduzidos e, com o passar do tempo, serão formados por menos felinos. Mover os gatos para outro local apenas torna mais fácil que outras colônias próximas se dividam e que ocupem seu lugar.

Portanto, alimentar uma colônia de gatos não é suficiente: se você quiser ajudar os gatos de rua, você também deve dar-lhes a assistência veterinária e esterilizar os animais que a formam. É provável que, além disso, você tenha que “educar” os vizinhos para que eles entendam o que você está fazendo.

Apesar de você alimentá-los, esse não é o único cuidado que esses gatos precisam. Lembre-se de fazer isso de uma forma saudável, respeitosa aos animais e aos vizinhos, pois isso também é importante. Comece com estas considerações em mente:

Os problemas da comida caseira

Os gatos de rua nunca devem receber comida caseira. Existem várias razões pelas quais você deve parar de oferecer as sobras de comida ou mesmo cozinhar para eles:

A primeira razão é porque esses alimentos não são saudáveis para eles. Os gatos são animais carnívoros e nossa comida geralmente leva cereais (como arroz ou macarrão), legumes ou verduras (pimentões, tomates, cenouras, abobrinha, cebola, etc.) ou leguminosas (lentilhas, grão de bico, feijão…), bem como óleo, sal e outras especiarias.

Outra razão é que a comida caseira, na rua, suja, cheira e atrai insetos e outras pragas. Não apenas os gatos vão se alimentar dessa comida: insetos e outros animais irão comê-la, uma situação que podemos evitar com outros tipos de alimentos.

Alimentar uma colônia de gatos: comida e água

Para a saúde dos membros da colônia, e para a limpeza do lugar, é melhor alimentá-los com raçãoA ração é comida seca: não emite odor, não suja e nem deixa gordurosos o local onde é colocada. Além disso, não atrai insetos e muitas outras pragas, como ratos. Eles não serão atraídos por ela. E se sujar, será muito mais fácil de limpar.

colônia de gatos

Existe uma grande variedade de qualidades e preços de alimentos que são saudáveis para gatos e que também se adaptam ao seu orçamentoAlimentar uma colônia de gatos regularmente não tem que ser caro: além disso, uma associação protetora próxima poderia ajudá-lo ou você poderia levantar fundos para ter o alimento necessário em casa.

Nunca devemos nos esquecer de que os gatos devem ter água fresca sempre disponível. Como eles comem comida seca, eles precisam especialmente de líquidos. Devemos sempre, em nossas idas à colônia de gatos, levar água e trocá-la uma vez por dia, não apenas encher os recipientes quando eles estiverem vazios.

A limpeza é essencial

Manter a colônia limpa é muito importante. Previne a proliferação de pragas, a geração de lixo e, também, evita odores e manchas no chão.

Naturalmente, também melhora a qualidade de vida dos gatos que compõem a colônia. Os gatos são animais limpos e, embora morem na rua, sempre viverão melhor em uma área sem sujeira e maus cheiros. Se eles viverem em um ambiente seguro, isso também reduzirá problemas de saúde e infecções.

Finalmente, não devemos nos esquecer dos vizinhosmuitas pessoas relutam em viver perto de colônias de gatos. Devemos mostrar a elas que essas áreas podem ser mantidas limpas e saudáveis.

Gatos de rua

Para isso, você deve evitar colocar alimentos frescos nas tigelas ou no chão. No caso do uso de recipientes descartáveis, estes devem sempre ser removidos quando não estiverem mais em uso, para que eles não se tornem resíduos ou contaminem a área onde os gatos vivem.

No entanto, a melhor coisa para o meio ambiente é usar tigelas e pratos reutilizáveis: alimentadores de aço ou pratos descompactados de nossas louças, que podemos levar para casa e limpar periodicamente, sem deixar resíduos na colônia.

É importante destacar que os recipientes alimentares dos animais não devem ficar facilmente acessíveis para as pessoas da rua: eles podem ser roubados, danificados, comidos por outros animais ou, até mesmo, alguém poderá envenená-los. Parte de alimentar uma colônia de gatos corretamente se baseia em esconder, em um lugar acessível para os gatos, os pratos com comida e água.

Alimentar uma colônia de gatos é o primeiro passo para ajudar os felinos na rua. No entanto, não é o único: devemos prestar assistência veterinária quando necessário e, acima de tudo, esterilizar os gatos adultos para prevenir que as colônias continuem a crescer.

 

 

Recomendados para você