Como cuidar dos dentes dos roedores e da sua alimentação

abril 29, 2019
Além de legumes, hortaliças e frutas da estação, os roedores precisam de alimentos mais duros para poderem usar seus dentes, que estão em crescimento contínuo, e assim manter a saúde ideal.

Os hamsters são animais de estimação comuns, pois são fáceis de cuidar e são muito amigáveis. No entanto, é preciso dar uma atenção especial aos dentes dos roedores.

Características gerais da alimentação dos roedores

Existem muitos tipos de roedores que podem viver dentro de nossas casas como animais de estimação. No entanto, cada espécie tem necessidades alimentares diferentes. Portanto, a fim de descobrir os detalhes e cuidar de sua saúde ao máximo, a melhor opção é consultar guias específicos.

Apesar disso, a alimentação dos roedores tem muitos pontos em comum e pode ser um guia básico para muitas das espécies. Os roedores geralmente são herbívoros, embora alguns deles possam ser considerados onívoros e precisam de proteína animal.

A base da alimentação dos roedores deve ser formada por vegetais como pimentão, tomate, abobrinha, cenoura. Além disso, deve ser composta de frutas da estação que não sejam muito ácidas, como maçã, pera, melancia ou pêssego. Muitas espécies de roedores podem comer cereais e sementes, que também são benéficos para eles.

A chave para cuidar dos dentes dos roedores é ter em mente que eles estão constantemente crescendo, então devem ser usados para manter uma boca saudável. Os dentes grandes demais são perigosos para eles: eles mastigam mal os alimentos, ficam presos em outras partes da boca, acabam impedindo que comam, etc.

No entanto, esta dieta de vegetais e frutas não é suficiente para usar os dentes da forma como eles precisam. Os roedores devem comer outros tipos de alimentos mais duros para ter uma boca saudável. Nós falamos sobre alguns deles abaixo:

Alimentos que fazem bem para os dentes dos roedores

Hamster comendo feno

Feno

O feno é a grama seca e selecionada. Os porquinhos-da-índia e as chinchilas, por exemplo, devem tê-lo sempre disponível em sua gaiola para que possam mastigar quando quiserem.

O feno é difícil de mastigar e não apenas é importante para o cuidado dos dentes de roedores, mas também para a digestão, pois fornece fibras. Existem muitos tipos de feno no mercado, desde os normais até os selecionados com flores ou ervas aromáticas.

Ração para roedores

Quase todos os roedores de estimação já possuem alimentos específicos comercializados, orientados para cobrir suas necessidades nutricionais básicas. Afinal, a proporção de nutrientes e proteínas é única para cada espécie.

Idealmente, não devemos incluir apenas ração na dieta de roedores, mas ela deve ser um complemento. Por ser um alimento duro e difícil de roer, permite que os bichinhos desgastem os dentes, além de garantir, é claro, uma alimentação completa, caso sua dieta de vegetais não seja suficiente.

Recompensas e petiscos

Como todos os animais, os roedores também gostam de ganhar recompensas, petiscos ou brinquedos em suas gaiolas. Estes também podem ajudar os seus dentes, pois costumam ser duros e crocantes.

No mercado, você pode encontrar diferentes opções para oferecer ao seu animal de estimação, desde barras de cereais a biscoitos secos. No entanto, devemos ter em mente que essas recompensas são apenas uma comida ocasional e que abusar delas pode ser prejudicial à saúde.

Segurança em primeiro lugar

Alimentação dos roedores

Todas as espécies de roedores têm necessidades nutricionais diferentes, e a lista de alimentos benéficos e tóxicos é única para cada um. Antes de preparar o cardápio para nossos roedores, temos que saber o que a sua espécie pode comer e o que fará com que eles se sintam bem.

Por exemplo, para muitos porquinhos-da-índia, a alface é prejudicial, pois causa desconforto e diarreia. Em contraste, para as chinchilas é saudável. Camundongos e ratos podem beber leite e, portanto, comer queijo, enquanto para gerbos e porquinhos-da-índia ele é prejudicial. Os hamsters não se sentirão atraídos pelo feno, mas ele é essencial para os porquinhos-da-índia.

Você também deve levar em conta o tamanho de cada animal: as chinchilas são muito maiores do que os esquilos ou os hamsters. Os pedaços de comida devem ser de tamanhos diferentes para cada um deles.

A alimentação de nossos roedores deve levar em conta que os dentes destes animais nunca param de crescer. Você precisará oferecer sempre alimentos crocantes e duros para que eles possam desgastá-los. Felizmente, encontrar maneiras de dar esses suplementos não é difícil e existem muitas opções diferentes.