Como cuidar de um gatinho recém-nascido?

junho 13, 2020
Se você encontrar um gatinho recém-nascido que pareça ter sido deixado para trás, ou se a sua gata não puder cuidar da ninhada, talvez seja necessário que você cuide dos filhotes. Nesse caso, você terá que assumir o controle rapidamente, principalmente se os gatinhos tiverem menos de duas semanas de vida.

Assumir o papel de ‘mãe-gata’ é um trabalho de período integral e que requer muito cuidado e paciência, especialmente durante as primeiras quatro semanas de vida. No entanto, isso pode ser muito gratificante. Siga algumas orientações práticas sobre como cuidar de um gatinho recém-nascido para ajudar os seus pequenos felinos a se tornarem gatos felizes e saudáveis.

Por volta das quatro semanas de idade, os gatinhos começam a comer alimentos sólidos gradualmente e serão totalmente desmamados por volta das oito semanas de vida. A mãe pode estar ocupada 24 horas por dia protegendo os seus gatinhos e mantendo-os aquecidos e limpos.

O que fazer com um gatinho recém-nascido?

Se a mãe não estiver por perto, é importante que você mantenha os gatinhos recém-nascidos aquecidos, pois eles ainda não são capazes de regular a própria temperatura corporal e podem ter hipotermia facilmente. Para garantir que os gatinhos estejam suficientemente aquecidos, mantenha-os em um local silencioso, longe de correntes de ar.

A temperatura ambiente deve estar em torno de 25 °C. Você pode transformar uma caixa de papelão forrada com cobertores em uma cama aconchegante ou comprar uma cama para gatinhos já pronta. Você pode usar uma luz infravermelha ou uma garrafa de água quente envolvida em um pano para aquecer a cama, mas certifique-se de que ela não fique em contato direto com os gatinhos.

Lembrete: se os olhos do gatinho ainda estiverem fechados ou parcialmente abertos, essa etapa será ainda mais vital. Depois de aquecido, leve-o ao veterinário imediatamente.

O que um gatinho recém-nascido come?

É provável que os seus gatinhos estejam com muita fome e miem muito. No entanto, não se apresse a oferecer uma tigela de leite ou de comida para gatos, pois isso fará mais mal do que bem. Em circunstâncias normais, um gatinho recém-nascido precisa exclusivamente do leite materno desde o nascimento até as quatro semanas de vida.

cuidar de um gatinho recém-nascido

Até esse momento, os seus gatinhos não devem comer nenhum alimento sólido. Se eles tiverem menos de quatro semanas, você precisará dar mamadeira com a fórmula substituta do leite materno para gatos.

Peça ao seu veterinário para recomendar a melhor fórmula: siga a quantidade recomendada de leite e a frequência de alimentação indicada na embalagem.

Como alimentar um gatinho recém-nascido com mamadeira?

Uma vez que você tiver preparado uma mamadeira com a fórmula substituta do leite materno para gatos, aqueça-a levemente com água morna ou coloque-a dentro de um copo de água morna. Coloque o gatinho sobre a sua barriga, abra a boca dele com o dedo delicadamente e insira o bico da mamadeira.

Segure a mamadeira em um ângulo de 45 graus para minimizar a entrada de ar. Se ele parecer ter problemas com a mamadeira, tente usar um conta-gotas ou uma seringa

Uma vez que ele tiver terminado, pegue um pano morno e úmido e limpe o rosto do bichinho. Também passe um pano macio, morno e úmido ao redor do abdômen e da região anal do seu gatinho para estimulá-lo a eliminar a urina e as fezes.

Um gatinho recém-nascido pode precisar comer de 6 a 8 vezes por dia ou a cada quatro horas, e com menos frequência após as duas primeiras semanas. Não se preocupe, porque você provavelmente não terá problemas para saber quando alimentá-lo, já que um gatinho com fome pode fazer muito barulho.

Cuidado e higiene: ajudando os seus gatinhos a evacuar

Por mais surpreendente que possa parecer, até as quatro semanas de vida, um gatinho não consegue evacuar, ou seja, urinar ou defecar sozinho. A mãe normalmente ajuda o seu gatinho a fazer isso, estimulando as suas áreas genitais ou anais… É cada coisa que as mães precisam fazer!

Embora talvez você não esteja exatamente empolgado ao ouvir isso, se ela não estiver por perto, você também precisará fazer isso após cada refeição até que o gatinho consiga evacuar sozinho. Nesse ponto, você provavelmente estará se perguntando o que exatamente esse processo envolve. No entanto, na verdade, é mais fácil do que parece.

cuidar de um gatinho recém-nascido

Você vai precisar esfregar embaixo do rabo delicadamente, usando um pano morno e úmido ou um papel toalha, até que o gatinho urine e defeque. Os gatos geralmente são animais incrivelmente limpos. As mães passam muito tempo cuidando de si mesmas e mantendo os seus filhotes limpos, lambendo constantemente a si mesmas e aos gatinhos.

Como a mãe não está presente, você deve limpá-los regularmente com um pano limpo e úmido. Também verifique os seus olhos diariamente. Se houver alguma secreção, use um pedaço de algodão limpo, morno e úmido para limpar os olhos suavemente, usando um pedaço novo de algodão para cada olho.

Socialização e brincadeiras

A fase inicial da socialização começa por volta das três semanas de vida e termina em torno dos três meses, embora o gatinho se beneficie da interação diária ao longo de toda a sua vida. Durante esse período, a mãe ensina ao gatinho lições valiosas sobre como se manter limpo, como se dar bem com outros gatos, como brincar e como ser um predador.

Ela também estabelece limites importantes sobre coisas como morder, arranhar ou comportamentos potencialmente perigosos. Assim, se você estiver cuidando de gatinhos recém-nascidos, vai precisar ajudá-los a socializar.

É particularmente importante que eles aprendam a lidar bem com as pessoas e com outros gatos desde o início, e também a lidar com novas situações ou ambientes que incluam novos sons, cheiros e diferentes formas de estímulo.

Por enquanto, os seus gatinhos estarão a caminho de se tornarem gatos felizes, saudáveis ​​e bem adaptadosEles podem ser adotados com 8 ou 12 semanas de vida, ou você pode ficar com eles e ter o prazer de vê-los crescer.

Qualquer que seja a sua decisão, você deve se sentir bem com todo o cuidado e a atenção que proporcionou e com o forte vínculo que desenvolveu com os seus gatinhos.

  • http://www.humanesocietyhbg.org/Media/pdfs/orphaned_kitten_handout.pdf
  • https://meowbox.com/blog/2016/3/10-steps-to-save-abandoned-kittens