Como lidar com um gato inquieto no carro?

abril 25, 2019
A chave para um gatinho ficar calmo em uma viagem de carro é usar o reforço positivo, juntamente com uma aclimatação progressiva à caixa de transporte.

Para muitas pessoas, a hora de viajar ou levar seu gatinho ao veterinário se torna um pesadelo por causa do grande nervosismo do animal. Essa situação causa muito estresse, tanto nos gatinhos quanto em seus donos, que não sabem o que fazer para acalmá-los. A seguir, veremos como lidar com um gato inquieto no carro e como ajudá-lo a viajar tranquilamente.

Por que meu gato fica tão inquieto no carro? 

Primeiro, você tem que entender que é normal que um gato esteja inquieto, nervoso e com medo ao viajar pela primeira vez em um carro. Isso ocorre porque este gatinho não está devidamente acostumado a ficar em sua caixa de transporte.

Também pode acontecer que ele nunca tenha experimentado a sensação de estar em um veículo em movimento, o que pode causar náusea e tontura. Os gatos se apegam à sua rotina e ao seu ambiente – incluindo os indivíduos e os estímulos que o compõem – para se sentirem seguros e não se exporem a riscos desnecessários.

Ao perceber uma mudança repentina em seu ambiente ou estar sujeito a um contexto estranho, seu corpo reagirá para sair dessa situação. Medo, ansiedade e estresse fazem parte deste mecanismo de defesa natural, que permite ao animal ficar alerta, fugir ou agir para sobreviver.

A viagem de carro e o confinamento na caixa de transporte significam uma experiência totalmente nova para os nossos bichanos. Portanto, se não os acostumamos anteriormente a estar no carro, não podemos esperar que esta situação seja confortável: ao entrar no veículo, sua primeira reação provavelmente será sair rapidamente.

Devemos lembrar que todos os animais precisam de tempo para se acostumar com novos ambientes e realidades, entre outras coisas, porque a adaptação é um processo, e não um fato que acontece de um dia para o outro. Então, se quisermos prevenir ou lidar com um gato inquieto no carro, precisamos nos armar com paciência e respeitar seu tempo de adaptação.

Gato na janela do carro

Dicas para acalmar um gato inquieto no carro

Quanto tempo um gato pode demorar para se adaptar à sua caixa de transporte e viajar de carro? Isso dependerá da personalidade de cada gatinho, do ambiente e do apoio fornecido pelo seu dono.

Em qualquer caso, lidar com um gato inquieto no carro exige um trabalho cuidadoso para favorecer sua adaptação a esse contexto. Aqui estão algumas dicas que irão ajudá-lo nesse processo.

1. Escolha a caixa de transporte ideal para o seu gatinho

A escolha da caixa é de grande importância, pois o seu gatinho deve se sentir confortável e seguro para viajar dentro dela. Atualmente, há uma grande diversidade de modelos em lojas de animais e isso pode até dificultar sua decisão.

Na sua escolha, selecione um produto de alta qualidade, fabricado com materiais resistentes que proporcionem segurança ao seu gatinho e que tenham uma boa durabilidade.

O tamanho deve ser adequado: um transportador muito pequeno e desconfortável pode dar a sensação de estar trancado. Seu felino deve ser capaz de se mover, levantar e se virar dentro da caixa de transporte com alguma liberdade.

2. Acostume seu gato a ficar calmo dentro da caixa de transporte

O primeiro passo para evitar um gato ansioso no carro é adaptá-lo ao seu transportador. É melhor começar a adaptação enquanto seu gato ainda é um filhote.

Viajar com um gato no carro

Os gatos bebês têm uma personalidade mais flexível e formam suas noções de coexistência e comportamento nos primeiros meses de vida. No entanto, com paciência e usando o reforço positivo, os gatos adultos também podem aprender a ficar quietos em seu transportador.

É um processo que leva tempo. No começo, devemos fazer com que o filhote entre sozinho na caixa, por livre e espontânea vontade. Para isso, podemos introduzir sua comida favorita ou doces na porta e dentro da mesma.

Quando seu gato estiver calmo na presença da caixa de transporte, você poderá começar a deixá-lo dentro dela por alguns segundos. Em seguida, recompense seu bom comportamento com um carinho ou outro prêmio. Pouco a pouco, o animal saberá que este ambiente é seguro e poderá passar mais tempo no transportador.

3. Adapte-o progressivamente a estar no carro

Quando o gato estiver acostumado a ficar na caixa de transporte, vamos começar a adaptá-lo pouco a pouco a viajar no carro. Para começar, colocaremos nosso gatinho no carro em sua transportadora por alguns minutos, sem movê-lo. Trata-se de fazer de uma simulação de um passeio real no carro (lembre-se de se colocar no lugar do motorista).

Então, podemos percorrer pequenos trajetos, de 5 a 10 minutos, sempre observando o comportamento do gato. Pouco a pouco, será possível observar que o animal não estará mais ansioso ou temeroso.

Com estas três dicas básicas, você certamente vai fazer progressos. No entanto, se o seu gatinho ainda estiver nervoso ou ansioso, é melhor consultar o seu veterinário.