Como o sal e a seca afetam os búfalos no Iraque

Do que antes era um paraíso na Terra, restam apenas terras áridas e vegetação esparsa. Aprenda sobre a situação crítica enfrentada pelos búfalos nos pântanos iraquianos.
Como o sal e a seca afetam os búfalos no Iraque
Sebastian Ramirez Ocampo

Escrito e verificado por veterinário e zootécnico Sebastian Ramirez Ocampo.

Última atualização: 24 abril, 2023

Os búfalos de água são considerados as espécies bovinas mais amplamente distribuídas em países asiáticos, como Iraque, Indonésia e Camboja. Eles são caracterizados por atingir grandes tamanhos na idade adulta. Um espécime pode exceder 1,8 metros de altura e uma tonelada de peso. Geralmente, são utilizados para trabalhos agrícolas como arar a terra, além ter seu leite ordenhado, pois possui maior teor de ácidos graxos e proteínas do que o da vaca comum.

Embora os búfalos sejam animais fortes e resistentes, diversos fatores levaram sua população a ser dizimada, principalmente nos territórios do país iraquiano. Continue lendo e descubra como as mudanças climáticas e a geopolítica estão afetando essa ancestral espécie bovina.

Os búfalos e a água

Como o próprio nome sugere, os búfalos têm preferência por ambientes aquáticos úmidos, como rios e pântanos. No entanto, eles podem suportar climas quentes de até 30° C ou mais.

No entanto, em ecossistemas com altas temperaturas, a disponibilidade de água é essencial para sua sobrevivência. Isso porque é um elemento necessário tanto para sua termorregulação quanto para sua hidratação. Se levarmos em conta que já foram registradas temperaturas acima de 40° C no Iraque, é indiscutível a importância da água para a subsistência desses bovinos no território.

búfalo Marinho

No entanto, devido a questões geopolíticas e de mudança climática, as fontes desse precioso líquido no Iraque são cada vez mais escassas. Na verdade, de acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, os níveis atuais de água em pântanos, áreas úmidas e marismas estão no seu pior nível. Da mesma forma, segundo dados oficiais, a seca atual é a mais grave dos últimos 40 anos e não há precedentes para essa situação.

Além do exposto acima, as concentrações de sal estão aumentando devido à diminuição dos níveis de água. O que faz com que as búfalas fiquem intoxicadas ao consumi-lo ou produzam leite impróprio para consumo humano.

O papel das mudanças climáticas e da geopolítica

Os efeitos das mudanças climáticas no planeta não são segredo para ninguém. Nos últimos anos, houve uma drástica deterioração dos ecossistemas marinhos e terrestres, causando a morte e a extinção de muitas espécies. No caso do Iraque, a seca não é causada apenas pelas mudanças de temperatura no solo e pela falta de chuva, mas também por outros fatores, como a hostilidade com alguns países da região.

Por exemplo, um país como a Turquia, com quem o Iraque compartilha uma grande fonte de água, como o rio Tigre, não chegou a um acordo político para que ambos possam exercer o uso igualitário da água. Da mesma forma, outra nação vizinha, o Irã, construiu uma série de represas que cortam o fluxo do rio Diyala, uma importante fonte de abastecimento.

Portanto, todas essas situações fizeram com que 46% dos pântanos do sul do Iraque perdessem todas as suas águas superficiais. Da mesma forma, de acordo com a Organização Holandesa de Consolidação da Paz, outros 40% das zonas úmidas e pântanos na área viram seus níveis de água e umidade reduzidos.

búfalo Marinho

O futuro dos búfalos no Iraque

Embora os búfalos-d’água como espécie não estejam em perigo de extinção, seus números em território iraquiano são preocupantes. Segundo estudos de campo realizados pela Unesco, cerca de 6 mil famílias que trabalhavam em fazendas perderam a maior parte de seus búfalos.

Da mesma forma, as áreas pantanosas que estão secando são o habitat de inúmeros animais. Entre as quais, destacam-se aves, javalis, peixes e até lontras.

Por fim, se essa situação se mantiver, não só a subsistência desses grandes bovinos está em perigo, mas também a subsistência das famílias que deles dependem.


Todas as fontes citadas foram minuciosamente revisadas por nossa equipe para garantir sua qualidade, confiabilidade, atualidade e validade. A bibliografia deste artigo foi considerada confiável e precisa academicamente ou cientificamente.


  • Escarcha JF, Lassa JA, Palacpac EP, Zander KK. Understanding climate change impacts on water buffalo production through farmers’ perceptions. Climate Risk Management. 2018;20:50-63.
  • Simba F, Chayangira J. Midseason droughts review for smallholder farmers in Buffalo Range, Zimbabwe. 2017.
  • Grassland Society of Southern Africa. Drought effects on buffalo numbers in Kruger. 2008;8:3

Este texto é fornecido apenas para fins informativos e não substitui a consulta com um profissional. Em caso de dúvida, consulte o seu especialista.