Comprar um cão de raça: conselhos e considerações

Algumas perguntas devem ser feitas antes e no momento de comprar um cão de raça. O objetivo é facilitar a adaptação do animal em sua nova casa e ao estilo de vida dos donos.

O que levar em consideração antes de comprar um cão de raça?

1. Macho ou fêmea?

Machos ou fêmeas têm temperamentos distintos e exigem cuidados diferentes. É importante escolher o mais adequado ao estilo de vida do futuro dono, às expectativas e ao tempo disponível de cada um.

Os machos costumam ter um senso de território mais forte. Isso significa que podem se tornar agressivos na hora de dividir a casa com novos bichos de estimação ou pessoas. Além disso, é comum que eles queiram fazer xixi por todos os cantos da casa – se não forem castrados.

cão com a língua para fora

As fêmeas vão precisar de atenção especial durante a fase de cio, mas costumam ser mais facilmente socializadas e excelentes protetoras das crianças. E também apresentam menor estatura e se adaptam mais facilmente a casas com menor espaço.

2. Pelo curto ou pelo longo?

Essa decisão é fundamental para as pessoas que sofrem de alergia. Nesse caso, o ideal é dar preferência às raças hipoalergênicas, como os Terrier e os Galgos. No entanto, deve se levar em consideração também o tempo disponível dos futuros donos.

Os cães de pelo longo precisam ser escovados de duas a três vezes por semana para evitar o acúmulo de pelo morto. A higiene também deverá ser mais meticulosa para prevenir o mau odor e doenças. Além disso, é recomendável cortar a “juba” de uma a duas vezes por ano.

Os cães de pelo curto costumam precisar de escovação dos pelos de três ou quatro vezes por mês e de uma a dois banhos por semana. É possível tratar a pelagem uma vez por ano ou uma vez a cada dois anos, dependendo da raça.

3. Pequeno, médio ou grande?

Os cães pequenos são especiais para ambientes com espaço reduzido das grandes cidades, mas da mesma forma precisam fazer exercício físico para manter a saúde e evitar as consequências do sobrepeso.

Por um lado, os cães de médio porte podem viver em apartamentos com amplo espaço aberto, como sacadas e varandas. Mesmo assim, o ideal é que eles sejam criados em casas com pátio ou jardim.

Já cães de grande porte ou gigantes precisam de espaços muito amplos para se desenvolverem, além de uma dose elevada de exercícios físicos.

O que levar em consideração no momento de comprar um cão de raça?

1. Escolher um estabelecimento responsável

É possível avaliar a reputação do criadouro na internet ou perguntar a alguém que entenda desse assunto. A coisa mais importante é não financiar a criação ilegal e abusiva de animais domésticos ou exóticos. Essas práticas são consideradas crime e ameaçam a sobrevivência dos animais.

2. Respeitar a idade de desmame

É comum não respeitarem a idade do desmame no mercado de compra e venda. Muitas vezes, os filhotes são separados de sua mãe tendo 40 dias de vida, quando, naturalmente, ainda estariam na fase de amamentação até os dois ou três meses de vida.

Quando isso acontece, o animal não recebe os nutrientes e anticorpos necessários para desenvolver integralmente seu sistema imunológico, ficando vulneráveis, principalmente, às infecções virais e aos parasitas intestinais.

O filhote também se sente inseguro ao ser separado repentinamente de sua mãe.

Ao optar por um cão de raça, o ideal é procurar um criadouro responsável que respeite o desmame mínimo de sessenta dias.

3. Certificação de raça e linhagem

O criadouro deve entregar o registro completo do filhote. A maioria dos países e estabelecimentos trabalham apenas com o Pedigree. No entanto, existem outras variáveis que podem ser exigidas, tais como: Certificado de Registro Inicial (CRI), Certificado de Pureza Racial (CPR) ou o Certificado Genealógico (CG).

pitbull terrier americano

3. Vacinação e desparasitação

Um filhote deve vir acompanhado de certificado sanitário, incluindo a carteira de vacinação e as desparasitações. É importante verificar se esses cuidados são atestados pela assinatura do veterinário responsável.

4. Acondicionamento do ambiente

Quando se planeja comprar um cão de raça, é importante preparar a casa para a sua chegada. O filhote deve se sentir confortável e seguro para ser capaz de se adaptar ao novo lar.

Em primeiro lugar, deve-se climatizar o ambiente. Os filhotes não são totalmente capazes de regular sua temperatura corporal. O ideal é manter a temperatura entre 22 e 25 °C.

O local deve contar com um berço, um comedouro e um bebedouro apropriados ao tamanho e à morfologia do animal. É importante reservar para o filhote um espaço limpo, seco e tranquilo.

5. Socialização do animal

É muito importante que o cão aprenda a conviver socialmente e a compartilhar pacificamente o espaço com outros animais. O processo de socialização é a prática mais eficaz e responsável para educar devidamente nossos melhores amigos.

O ideal é que o filhote comece a ser socializado entre as 4 e 20 semanas de vida.

Fonte da imagem principal: Dario Sgroi

Recomendados para você