Conheça o macaco-esquilo

· janeiro 6, 2019
A imagem inocente projetada por esse primata corresponde à perfeição de seu caráter. É que ele pode coexistir - até mesmo fazer amigos - entre outras espécies diferentes, como o macaco-prego.

O macaco-esquilo (Saimiri sciureus), também conhecido como saimiri, é um primata sul-americano pertencente aos cebídeos. 

Este pequeno primata, pesando apenas um quilo, tem uma máscara branca no rosto e um focinho escuro que o caracteriza; sua pelagem é amarelada e alaranjada, com colorações brancas na barriga.

Sua cauda não é preênsil, por isso não pode se segurar com ela, ao contrário de outros primatas do Novo Mundo.

Muito ágil, esses mamíferos passam grande parte de suas vidas nas árvores.

Comportamento macaco-esquilo

O macaco-esquilo é um primata diurno e arbóreo, que vive em grandes grupos, variando entre 15 a 50 indivíduos, embora alguns afirmem que existem grupos de até 500 indivíduos.

Eles não são animais excessivamente territoriais ou conflitantes.

Normalmente, permanecem às margens das florestas, em seus níveis médios; e dois grupos podem se encontrar na mesma área sem disputas, porque são simplesmente ignorados.

macaco-esquilo

Quanto à alimentação do macaco-esquilo, são animais que consomem frutas e bagas diferentes, além de insetos e pequenos vertebrados, como rãs e lagartos.

De fato, os nascimentos coincidem com o período de abundância de artrópodes, entre fevereiro e abril, após uma gestação de cinco meses.

Filhotes de macacos-esquilos permanecem nas costas de suas mães durante semanas, até começarem a se tornar independentes e serem cuidados por outros membros do grupo. O desmame ocorre após os seis meses.

Como ocorre com outros primatas, sua infância é longa, e é por isso que você não pode ter um macaco como animal de estimação.

Como outros macacos, eles passam longas horas cuidando uns dos outros, eliminando parasitas.

Porém, também há uma grande função social nisso, que permite estabelecer fortes vínculos entre os membros do grupo.

A relação do macaco-esquilo com outras espécies

Uma das coisas mais curiosas sobre o macaco-esquilo é a sua relação com outras espécies de primatas, algo incomum neste grupo de animais: o macaco-esquilo se dá bem com o macaco-prego

macaco-esquilo

Esses primatas vivem nas florestas tropicais da América Central e do Sul e, além disso, tendem a interagir uns com os outros.

Eles costumam comer juntos sem muita dificuldade em seu ambiente natural e rapidamente se tornam amigos, por isso podem ser vistos brincando uns com os outros em seu ambiente natural.

Ele também é um macaco que tem predadores: águias, serpentes e alguns felinos podem caçar este pequeno primata.

Emitem diferentes chamados, semelhantes à incrível comunicação do macaco-verde, permitindo-lhes se esconder e subir em árvores.

Ameaças ao macaco-esquilo

O principal problema desta espécie é a degradação de seu habitat natural: as selvas da Colômbia, Equador e de outros países da zona neotropical.

Infelizmente, eles ainda são capturados para serem vendidos ilegalmente como animais de estimação.

Algumas de suas subespécies estão em perigo de extinção, mas outras encontram-se bem preservadas.

Infelizmente, o seu habitat continua a desaparecer, devido à ganância humana e, se as coisas não mudarem, poderá pôr em perigo este espetacular primata.