Conheça o milhafre-preto

· fevereiro 4, 2019
É uma ave de rapina que também tira proveito da carniça que encontra e, além disso, é capaz de roubar comida de seus congêneres e de outras espécies. 

O milhafre-preto é uma das aves de rapina mais comuns da Península Ibérica, já que é um pássaro muito adaptável e que se adapta a vários ecossistemas.

Características do milhafre-preto

O milhafre-preto faz parte de um dos grupos de aves de rapina diurnas que há na Europa, caracterizada por uma cauda bifurcada muito característica.

Trata-se de uma ave de rapina de tamanho médio e de tons acastanhados, com uma cabeça cinza nos espécimes adultos.

Esta cauda serve de leme, por isso, quando se trata de distinguir um milhafre de outras aves, devemos parar para observá-lo e reparar bem a cauda, pois esta pode ser mais fechada ou mais aberta.

Na Espanha, por exemplo, há duas espécies de milhafre, que são fáceis de distinguir: o Milhafre-vermelho (Milvus milvus) tem grandes manchas brancas na parte inferior das asas, enquanto o milhafre-preto (Milvus migrans) é completamente marrom, semelhante ao buteo-buteo.

milhafre-preto voando

Comportamento do milhafre-preto

É uma espécie gregária, por isso, é comum vê-la em grupos. Esta ave de rapina é um animal oportunista que se alimenta de tudo e se adapta à disponibilidade de alimentos.

Assim, o milhafre-preto pode caçar pequenos mamíferos, se alimentar de insetos durante pragas ou consumir animais mortos em aterros ou atropelamentos. O milhafre-real, seu parente próximo, depende muito mais da carniça do que o milhafre-preto.

Ele pode até comer coelhos doentes, com mixomatose ou doença viral hemorrágica, caçando este animal quando ele está fraco, e é aí que grandes grupos dessa ave de rapina costumam se reunir.

Esta espécie também é conhecida por praticar o cleptoparasitismoIsto é, o roubo de presas de outros predadores.

Habitat

O milhafre-preto é uma espécie migrante. Se reproduz na Espanha durante os meses mais quentes e, durante o inverno europeu, fica na África.

No entanto, o Milhafre-real geralmente fica na Espanha durante os meses mais frios, embora existam mais e mais milhafres-reais que ficam na Espanha durante todo o ano.

milhafre-preto

Assim, o milhafre-preto é encontrado em toda a Europa, mas na Espanha não aparece em algumas áreas da costa do Mediterrâneo. 

Embora seja muito adaptável, prefere áreas próximas à água, como florestas com lagos ou rios.

As diferentes subespécies de milhafres fazem dela uma ave de rapina com uma enorme distribuição: o milhafre-preto pode ser encontrado em todos os continentes, exceto na América. 

Durante o acasalamento, estabelece-se em montados, bosques de pinheiros ou grandes florestas para se reproduzir, enquanto que, para a caça, prefere pastagens e paisagens em mosaico moldadas pelo gado.

Conservação do milhafre-preto

Quanto à sua conservação, o uso ilegal de venenos colocou o milhafre-preto em perigo. Eles também foram afetados por colisões contra linhas de energia e até mesmo por perseguição direta.

Atropelamentos não são incomuns, pois eles ficam nas estradas comendo carniça e caçando, algo semelhante com o que acontece com as raposas.

No entanto, a capacidade de adaptação desta ave de rapina tornou possível seu sucesso em praticamente qualquer situação, já que não corre risco de extinção.