É recomendável cortar as unhas dos gatos?

fevereiro 29, 2020
É possível aparar as garras de um gato sem entrar em uma luta contra arranhões e acabar com um felino muito descontente? Neste artigo, vamos responder a essas perguntas e oferecer algumas soluções.

Muitos donos de animais de estimação se perguntam se é aconselhável cortar as unhas dos gatos. Afinal, as unhas dos felinos crescem continuamente. Graças à função dos tendões flexores, as garras dos gatos são retráteis e, portanto, visíveis apenas quando estendidas. Por esse motivo, elas não se desgastam naturalmente.

Antes de cortar as unhas dos gatos, conheça a anatomia do animal

As unhas dos gatos são formadas por duas partes: uma parte é queratinizada, formada pela sobreposição de camadas. Por sua vez, a outra é o leito ou base da unha, que contém os nervos e os vasos sanguíneos. O gato tem cinco dedos nas patas da frente e quatro nas patas traseiras. O quinto dedo permite que o gato escale.

O uso das unhas pelos gatos

As unhas estão envolvidas em quase tudo que um gato faz durante o período em que está acordado. Por exemplo, quando ele as crava as unhas e as puxa contra a resistência do arranhador, o animal energiza e tonifica a parte superior do seu corpo.

Durante a brincadeira, suas garras prendem os brinquedos voadores e os mantêm no lugar. Quando ele corre pela casa e sobe as escadas, suas unhas agem como pregos para proporcionar uma tração adicional.

Ao escalar sua casa de gato, o animal usa suas unhas como grampos em miniatura para alpinismo, que permitem chegar ao topo com facilidade. Além disso, o gato usa suas garras para arranhar, manipular ratos, passar por uma ponte estreita e se manter em uma superfície para manter a estabilidade durante a limpeza.

Arranhador para gatos

Um gato que arranha é um gato feliz

O gato arranha para liberar o estresse, demarcar o território e exercitar os músculos. As unhas são feitas para arranhar: o esforço, o impacto visual, o ruído de rasgar e os cheiros são um poderoso alívio do estresse para o gato.

As garras são usadas até na autoexpressão. Por exemplo, uma leve extensão das unhas é uma maneira sutil de dizer: “Estou cansado de ser abraçado e estou pronto para ir para o chão”.

Em algumas circunstâncias, as unhas são salva-vidas, permitindo que um gato suba para um local seguro ou frustre um ataque inimigo. Por todas essas razões, remover cirurgicamente as garras de um gato é considerado ilegal e é inclusive proibido em muitos países.

Qual é o melhor arranhador para o seu gato?

Os gatos sabem o que esperar de um arranhador. Primeiro, o arranhador deve estar localizado próximo ao local onde o gato dorme, pois a maioria dos gatos marca o território próximo à sua área de dormir.

O gato também deve sentir que o mastro está localizado em uma posição de destaque, pois não faz sentido marcar o território em um local que não é perceptível.

Além disso, a cobertura principal deve ter um tecido ou grão longitudinal extenso, que permita ao gato pregar suas unhas e fazer um longo percurso.

Finalmente, o poste deve ser mais alto que o gato quando ele está sobre as patas traseiras e firme o suficiente para não tombar.

Unhas dos gatos

Por que cortar as unhas dos gatos regularmente?

  • Unhas muito grandes ficam curvas e não se retraem completamente. Você saberá se as unhas do seu gato cresceram demais se ele ficar preso em tapetes ou outras superfícies macias, ou se o gato não puder mais retrair as unhas.
  • Se as unhas forem excessivamente longas elas podem crescer em direção à almofada do pé, o que causará problemas significativos de dor e mobilidade.
  • Nos casos de gatinhos muito sedentários ou idosos, que não se exercitam muito e também podem negligenciar a própria higiene, o corte das unhas melhora a qualidade de vida.
  • Para evitar infecções. Uma unha muito longa também pode causar uma infecção no local em que perfura a almofada do pé. Por sua vez, isso pode causar mais dor e problemas ao seu gato.

Se você não sabe se é o momento de aparar as garras do gato, o melhor é deixá-las sem cortar. Isso se mantém a menos que as unhas do seu gato cresçam demais e corram o risco de encravar ou causar outros problemas.

No entanto, se a interação com o seu gato for mais traumática para você do que confortável, não há problema em simplesmente cortar a ponta das unhas para que elas fiquem um pouco menos afiadas.

  • Loewenthal, G. (2002). Why cats need claws. The Whole Cat Journal, 5, 16-20.
  • McKeown, D., Luescher, A., & Machum, M. (1988). The problem of destructive scratching by cats. The Canadian Veterinary Journal, 29(12), 1017.
  • Mellen, J. D. (1993). A comparative analysis of scent-marking, social and reproductive behavior in 20 species of small cats (Felis). American Zoologist, 33(2), 151-166.