Cuidado e criação da galinha polonesa

A galinha polonesa é uma raça única em sua espécie, é tão chamativa quanto elegante. O cuidado que essas galinhas exigem não é fácil e não são boas aves de postura. Por isso, é preciso pensar bem antes de adquirir exemplares.
Cuidado e criação da galinha polonesa

Última atualização: 02 Julho, 2021

Seja pela coroa de penas que adorna sua cabeça ou por sua origem desconhecida, a galinha polonesa é uma raça muito valorizada. Apesar do nome, acredita-se que a origem dessa ave doméstica seja os Países Baixos e que venha de alguma raça ancestral, trazida para o continente pelos mongóis.

Seu traço mais característico, a coroa de penas, pode ser um problema. Às vezes, ela é tão comprida que impede a ave de ter uma visão correta, o que pode levar a comportamentos anormais. Nas linhas a seguir, você conhecerá mais curiosidades sobre essa raça de galinhas e seus cuidados.

Características da galinha polonesa

A galinha polonesa é uma raça de galinha europeia, conhecida por sua crista característica em forma de “V”. De qualquer forma, na maioria dos casos, esse diferencial fica oculto pela sua espetacular coroa de penas.

De origem desconhecida, acredita-se que essa galinha tenha surgido nos Países Baixos, devido às lendas sobre ela. Embora pareça ter algo a ver com a Polônia, o nome ‘polonesa’ pode derivar da antiga palavra holandesa pol, que significa cabeça ou topo, devido ao peculiar crânio dessas aves.

O osso do crânio da galinha polonesa tem uma protuberância significativa, o que dá à cavidade craniana uma aparência abobadada – se vista de dentro. Essa região, apesar de estar bem ossificada, é muito fina, portanto qualquer golpe ou mesmo bicada de outra galinha pode causar sérios problemas neurológicos na ave.

Na verdade, existe uma lesão bem documentada na raça, conhecida como ‘pescoço torcido’. Embora seja mais comum vê-la durante o desenvolvimento incorreto de embriões de galinha, certos danos cerebrais podem causar essa síndrome neurodegenerativa, que impede o animal de posicionar o pescoço corretamente – e até mesmo de andar.

Embora no passado fossem usadas como aves de postura, hoje são famosas aves de exposição. Elas têm um corpo bastante comprido e gostam de ficar em pé. No que diz respeito à cor da plumagem, a raça é aceita nas mais variadas tonalidades.

 

Uma galinha polonesa e sua coroa.

Cuidados da raça

A galinha polonesa é uma ave com requisitos exigentes e alta necessidade de manutenção. Isso se deve à sua crista de penas, local ideal para o desenvolvimento de piolhos e ácaros.

Portanto, deve ser feita uma revisão a cada certo tempo e com regularidade. Somente assim qualquer sinal de parasitas externos pode ser detectado e eliminado antes que se torne uma infestação grave.

Novamente devido à crista de penas, devem ser tomados cuidados especiais com os olhos. Como são muito compridas, as penas podem entrar em contato com os olhos e causar irritação. Em casos mais graves, podem ocorrer conjuntivite e até perfurações ou úlceras.

Também relacionado aos olhos e à crista, esta última pode impedir ou dificultar a visão da galinha. Quando o sentido mais importante das aves é afetado, é recomendável colocar o comedouro e o bebedouro em um só lugar e nunca movê-los.

Embora não exista nenhum problema em aparar as penas da crista da galinha polonesa, isso não faz muito sentido. Como são aves de exibição, elas perderiam todo o seu charme. Porém, as penas podem ser presas com um elástico para que a galinha possa enxergar e, ao mesmo tempo, manter as penas. Naturalmente, o elástico nunca deve ficar apertado, pois pode irritar a pele.

Um curral para a galinha polonesa

A galinha polonesa parece viver melhor em currais fechados. Eles são muito mais seguros, pois a ave sabe onde encontrar tudo o que precisa e não corre o risco de se perder. Devido à falta de visão, é muito fácil que o animal se afaste e depois não saiba como voltar.

Se for mantida livre e se perder, a galinha entrará em pânico se não conseguir encontrar o caminho de volta. No entanto, nem todas as galinhas são assim e muitas não têm problemas em viver em liberdade. Como em muitos outros aspectos, é mais uma questão individual.

Por fim, da mesma forma que a crista da pena deve ser examinada, o curral precisa ser inspecionado para evitar a proliferação de ácaros e piolhos. As aves se desenvolvem muito melhor em ambientes limpos, independentemente da raça e da espécie.

Criação e postura de ovos

Se você quer que a galinha polonesa ponha ovos para consumo, deve escolher uma boa linhagem. No entanto, a postura dos ovos é altamente variável e nunca constante. Portanto, se você deseja apenas galinhas de postura, é melhor escolher outra raça.

Essas galinhas põem em média 150 ovos por ano, mas raramente os chocam. Assim, para criar galinhas polonesas, é necessária uma incubadora elétrica, onde os filhotes podem se desenvolver sem cuidados maternos.

 

Uma galinha polonesa no campo.

A galinha polonesa não é uma raça adequada para todos, pois requer cuidados constantes para a manutenção de sua plumagem. Porém, se você deseja tê-la como animal de estimação, será uma ótima companheira com muita personalidade. São aves ousadas, amigáveis e afetuosas, assim como as demais galinhas.

Pode interessar a você...
Qual é a causa da coccidiose nas galinhas?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Qual é a causa da coccidiose nas galinhas?

Um dos desafios que os donos de galinhas enfrentam é a ameaça de uma doença comum e potencialmente devastadora chamada coccidiose.