9 curiosidades sobre os ursos-pardos

Os ursos-pardos são os ursos com maior distribuição e variabilidade alimentar. Conheça algumas curiosidades sobre eles aqui.
9 curiosidades sobre os ursos-pardos

Última atualização: 14 julho, 2022

Existem diferentes animais de caça no mundo, animais que estão no topo das cadeias alimentares ou que contam com pouquíssimos organismos capazes de desafiá-los. Um deles são os ursos, mamíferos majestosos e imponentes, de grandes dimensões e com uma ferocidade que não deixa dúvidas. Você conhece algumas curiosidades sobre os ursos-pardos?

Os ursos pardos têm o nome científico Ursus arctos e estão incluídos na família Ursidae. Eles têm uma ampla distribuição nas florestas do norte da Ásia, Europa e América. Se você quiser saber mais sobre essas criaturas colossais, veio ao lugar certo, porque aqui apresentaremos 9 aspectos interessantes de sua vida que você não pode perder.

Como são os ursos-pardos?

Como o próprio nome indica, os ursos-pardos têm pelagem marrom, os indivíduos variam em tonalidades. Eles geralmente têm narizes mais claros e pernas mais escuras. A cabeça é larga, o focinho é proeminente, as orelhas são pequenas, a cauda é curta e há 5 dedos em cada extremidade, com garras não retráteis.

Nestes ursos existe a presença de dimorfismo sexual. Isto significa que fêmeas e machos são diferentes em algum aspecto, neste caso em termos de massa corporal. Assim, os machos são mais robustos que as fêmeas. Em geral, o peso varia entre 100 e 675 quilos e seu comprimento pode chegar a quase 3 metros, dependendo do espécime.

O urso é um dos animais mais emblemáticos da Espanha.

Curiosidades dos ursos-pardos

Existem vários fatos interessantes sobre a vida desses ursos, abaixo listamos 9 deles.

1. Existem 16 subespécies

Embora exista apenas uma espécie de urso-pardo e pensemos que são todos iguais, a realidade é que existe uma grande variabilidade no vasto território que ocupa. Por esse motivo, atualmente são aceitas 16 subespécies de ursos-pardos, cada uma com características que as definem, pois podem variar em tamanho, massa corporal e alguns aspectos físicos.

2. São animais plantígrados

Os ursos-pardos têm um andar plantígrado, o que significa que apoiam toda a área do pé para andar. Característica que compartilham com humanos e animais como roedores, coelhos, cangurus, guaxinins, coalas, entre outros. Essa forma de deslocamento também permite que eles se levantem nas duas patas ou nos membros traseiros.

3. Muitas plantas estão incluídas em sua dieta

Apesar de seu tamanho e ferocidade, os ursos-pardos são animais onívoros, comendo grande parte dos vegetais de seu cardápio, principalmente na primavera e no outono. Em algumas áreas podem se alimentar até 90% de plantas. Sua dieta inclui gramíneas e outras plantas herbáceas, além de raízes e frutas, tanto secas (avelãs, bolotas) quanto carnudas (maçãs, amoras, mirtilos, cerejas).

No entanto, seu repertório alimentar é muito diversificado. Eles também são bons caçadores e ficam à procura de certos mamíferos. Além disso, eles podem consumir insetos e carniça. Outro dos gostos culinários conhecidos é sua predileção pelo salmão, em algumas regiões em que há migração desses peixes. Assim, esse alimento fornece uma grande contribuição proteica ao seu corpo, com quase nenhum investimento de energia.

4. Eles hibernam

Outra das curiosidades dos ursos-pardos é a sua hibernação. Eles fazem isso devido à escassez de alimentos no inverno. Assim, entram em sono profundo por cerca de 5 ou 6 meses. Durante este período, eles reduzem seu metabolismo, o que só é possível graças às suas adaptações fisiológicas.

Antes da letargia do inverno, os ursos-pardos passam por um período de hiperfagia, ou seja, em que ingerem uma quantidade maior de alimentos para ter as reservas nutricionais necessárias. Nesse período eles podem aumentar seu peso em até 70%.

Os ursos-pardos consomem grama e solo, junto com comida, antes da hibernação. Isso para formar uma espécie de bolo, que obstrui o intestino neste momento. Assim, a digestão torna-se mais lenta e cada um dos nutrientes é utilizado.

5. Consomem até 40 quilos de comida diariamente

Sem surpresa, devido ao seu tamanho, os ursos-pardos precisam comer grandes quantidades de comida todos os dias, principalmente antes de entrar em hibernação. Dessa forma, eles podem consumir até 40 quilos. Eles conseguem isso entre a grande variabilidade de petiscos disponíveis em sua área de distribuição, um fato impressionante para esses mamíferos.

6. Têm filhotes a cada 2 ou 3 anos

Uma das curiosidades dos ursos-pardos é o tempo em que as fêmeas podem se reproduzir. Ao contrário dos machos, elas carregam os filhotes em seus úteros, o que exige um gasto extra de energia e representa um desafio maior para sua sobrevivência devido à hibernação.

Nesse cenário, os ursos podem levar até 2 ou 3 anos para ter filhos novamente. Eles têm seus filhotes durante o inverno, cuidam deles e os fornecem calor, o que aumenta seu gasto de energia. Além disso, o cuidado parental se estende por dois anos e meio. Isso mostra o trabalho duro desses incríveis guerreiros.

7. São animais polígamos

Como o resto dos mamíferos, os ursos-pardos se caracterizam pelo fato de se reproduzirem sexualmente. São polígamos, ou seja, não há um único casal fixo, havendo até casos de paternidade múltipla na mesma ninhada, que pode variar de 1 a 4 filhotes, um fato surpreendente.

8. Têm visão reduzida

Esses ursídeos se caracterizam por não enxergarem muito bem. No entanto, eles contam com outros sentidos mais desenvolvidos, como a audição e o olfato. Dessa forma, eles conseguem realizar suas atividades de forrageamento, outro fato curioso sobre os ursos-pardos.

9. Estão ameaçados de extinção em algumas regiões

Embora o estado de conservação global dos ursos seja menos preocupante, de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza, em algumas áreas a situação é mais crítica. Assim, por exemplo, na região do Mediterrâneo a espécie é classificada como vulnerável. As principais ameaças envolvem a caça furtiva, o isolamento das populações e a alteração do habitat, entre outras.

Animais Taiga: urso pardo

Dessa forma, as curiosidades dos ursos-pardos que foram mencionadas nos mostram uma faceta interessante e surpreendente dessas criaturas ferozes que talvez você não conhecesse. São animais que utilizam os recursos disponíveis em seus ambientes e adaptam seu metabolismo no inverno durante sua luta pela sobrevivência.

Pode interessar a você...
Ursos de Utah e sua hibernação
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Ursos de Utah e sua hibernação

Os ursos em Utah estão terminando seu período de hibernação mais cedo devido às altas temperaturas, o que representa um perigo.