4 dicas para o seu coelho viver mais

Os coelhos são pequenos mamíferos que gostam de brincar, pular e correr, e são animais de estimação muito fofos que tendem a se dar bem com os outros animais da casa. Portanto, um dos desejos dos seus tutores é tentar fazer com que vivam o maior tempo possível.
4 dicas para o seu coelho viver mais

Última atualização: 07 Dezembro, 2020

O coelho-comum, também conhecido como coelho-europeu, é um mamífero pertencente à família Leporidae. É um dos animais de estimação mais populares da atualidade, por isso pode haver dúvidas sobre como criá-lo. Hoje daremos 4 dicas para o seu coelho viver mais.

O coelho-comum

O coelho-comum pertence à espécie Oryctolagus cuniculus e atualmente é o único membro desse gênero. A domesticação do coelho é mais recente do que a do cão ou do gato.

Registros obtidos no sul da França datam a domesticação do coelho comum há 1400 anos. Naquela época, o coelho-comum era encontrado no sul da França e na Península Ibérica. Parece que a sua domesticação foi apoiada pela Igreja, que o considerava um animal adequado para ser consumido no período da Quaresma.

O CSIC (Conselho Superior de Pesquisas Científicas, uma agência estatal espanhola) realizou um estudo em 2014 no qual mostra o processo de domesticação dos coelhos. Foram avaliadas as diferenças entre o genoma do coelho doméstico e o do coelho selvagemA conclusão a que chegaram foi a seguinte: “A diferença não estava nos genes, mas no processo de ativação e na dose de proteínas que os genes codificam em cada célula diferente”.

Dicas para o coelho viver mais

Criar um coelho pode ser considerado um desafio se você não tiver conhecimento prévio. Portanto, é necessário se informar bem e esclarecer todas as dúvidas que surgirem com um especialista. Porém, abaixo estão uma série de dicas que podem ser seguidas para o coelho viver mais.

Exercício

Os coelhos precisam se exercitar todos os dias. Eles são animais muito brincalhões que adoram pular, correr e brincar. Você pode criar obstáculos ou caminhos pelos quais o coelho deve passar para que se divirta durante o exercício.

É aconselhável ter uma cerca que delimite uma área do quintal, se disponível. Nesse caso, também é necessário deixar um espaço com sombra e verificar se não há plantas venenosas.

Caso isso não seja possível, uma sala ou área dentro da casa pode ser criada para o coelho. Assim, ele poderá ter um cantinho onde pode brincar e correr. Uma sugestão é oferecer cantinhos acolhedores e esconderijos para o animal explorar.

Alimentação adequada para o coelho viver mais

Os coelhos são herbívoros, por isso comem apenas material de origem vegetal. Devido ao alto teor de fibras que consomem com os alimentos, eles têm um intestino grosso com um ceco altamente desenvolvido. No ceco, ocorre a fermentação dos alimentos e a absorção de todos os nutrientes não captados pelo intestino delgado.

Alimentação adequada para o coelho viver mais

Os coelhos são herbívoros estritos, portanto, sua dieta é pobre em energia, mas rica em fibras. Assim, os principais componentes da sua alimentação serão:

  • FenoÉ um componente fundamental, que fornece fibra, por isso deve estar sempre disponível.
  • Legumes, folhas, grama. Esses componentes devem ser fornecidos gradualmente e nunca podem ser o alimento principal.
  • Ração. Os filhotes podem comer ração sem restrição até os seis meses. Os adultos, ao contrário, precisam de racionamento.
  • Hidrato de carbono. Itens como pão, doces, frutas estão incluídos nessa seção… A restrição dos carboidratos deve ser máxima, pois podem causar problemas como obesidade, entre outros.

Mudanças de temperatura

Durante a mudança das estações, é possível observar que os coelhos perdem pelo. Esse processo é denominado ‘muda’. A muda é benéfica porque permite que eles se adaptem às condições climáticas.

É aconselhável ajudar o coelho no processo de muda. Ele deve ser escovado com frequência para se livrar do excesso de pelos. Assim, recomenda-se escová-lo de duas a três vezes ao dia.

Se houver uma área sem pelos na pele, mas o tom for rosa e tiver penugem, não se assuste. O pelo simplesmente caiu mais rápido nessa área. Porém, se o coelho coçar, se houver várias áreas sem pelos e se forem observadas feridas ou irritações na pele, será preciso levá-lo ao veterinário.

Por outro lado, é aconselhável evitar que os coelhos sejam expostos a mudanças bruscas de temperatura. Por exemplo, se você estiver no quintal e começar a chover, seque-o suavemente com uma toalha. Depois, deixe-o em sua caixa, rodeado de feno para finalizar a secagem.

Mudanças de temperatura

Outros fatores

Diferentes estudos têm mostrado que o estresse afeta negativamente os animais e pode diminuir sua expectativa de vida. Portanto, recomenda-se que os animais de estimação – nesse caso os coelhos – não sejam submetidos a situações que possam estressá-los. Caso isso não possa ser evitado, será necessário tentar deixar a situação o mais tranquila possível, para que o animal não tenha medo nem se sinta em perigo.

Conclusão para o coelho viver mais

É importante mencionar que cada raça de coelho possui suas peculiaridades, por isso é conveniente levar em consideração as necessidades de cada um. Os coelhos são animais de estimação fofos e que não exigem muitos cuidados. Apesar disso, devemos levar em consideração alguns passos simples que devemos seguir para tentar fazer o coelho viver mais.

Pode interessar a você...
Descubra as diferenças entre coelhos e lebres
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Descubra as diferenças entre coelhos e lebres

Embora sejam parecidos e pertençam à mesma família, coelhos e lebres apresentam diferenças evidentes que surgem já no nascimento.