Dicas para ter uma tarântula como animal de estimação

· dezembro 12, 2018

Embora tenham um aspecto sinistro, a maioria das espécies de tarântula não é venenosa nem agressiva. No entanto, logicamente, elas se defenderão se se sentirem ameaçadas.

Nem todo mundo decide levar para casa um cachorro ou um gato. Algumas pessoas podem preferir ter uma tarântula como animal de estimação!

Dessa forma, é essencial oferecer ao animal tudo o que precisa. Além disso, é interessante saber sobre alguns destaques sobre este aracnídeo antes de adotá-lo. Por isso, este será nosso tema de hoje.

Tarântula como animal de estimação: perguntas frequentes

Se você pensa em ter uma tarântula como animal de estimação, pode já ter feito algumas perguntas sobre sua natureza e se é possível tê-la em casa sem problemas.

Como primeiro passo, você deve saber que a maioria das tarântulas não é perigosa se comparada a outros animais. Até mesmo animais de estimação tradicionais.

No entanto, isso não significa que estamos isentos de receber uma picada. Algo que, obviamente, causa uma ferida bastante dolorosa.

No entanto, para uma aranha desta família decidir usar suas presas poderosas, ela deve se sentir ameaçada ou em perigo. Além disso, não há doenças que possam transmitir a pessoas ou outros animais de estimação.

Ter uma tarântula como animal de estimação não representa um perigo. Desde que, obviamente, não seja perturbada.

a tarântula como animal de estimação

Tenha em mente que você não pode treiná-la como um cachorro

As tarântulas são animais muito inteligentes. No entanto, elas têm uma capacidade limitada de memorizar ou repetir padrões de comportamento além do que precisam para sobreviver.

Um dos únicos ‘truques’ que podem ser ensinados a uma tarântula é reconhecer batidas no vidro para saber a hora de comer.

É provável que ela passe a reconhecer os ruídos e deixe a toca. No entanto, se ela estiver sem apetite, provavelmente ficará escondida.

Em relação à sobrevivência, as fêmeas são mais longevas: vivem até 14 anos. Os machos, por outro lado, não vivem mais do que seis anos.

Tenha em mente que, se você colocar duas tarântulas juntas, elas não se darão muito bem, a menos que sejam de sexo diferente e seja a época de acasalamento.

O resto do tempo, elas são acostumadas a ficar sozinhas, então não se preocupe com oferecer companhia.

tarântula como animal de estimação

Dicas para ter uma tarântula como animal de estimação

É bom saber que, se queremos um animal de estimação para brincar, levar para passear e cuidar, uma tarântula não é uma boa ideia.

As aranhas, em geral, não “fazem” muito, exceto o que precisam para sobreviver. Porém, se você quer ter uma tarântula como animal de estimação, preste atenção a estas dicas:

1. Escolha uma espécie tranquila

Para iniciantes em relação a este tipo de animais de estimação exóticos, é preferível escolher uma espécie dócil que não exija muito cuidado e atenção.

Por exemplo, você pode escolher tarântulas com pernas cor-de-rosa, joelhos listrados, anéis vermelhos ou pintinhas.

Embora sejam mais marcantes, as tarantulas gigantes, como a babuína laranja ou a azul cobalto, não são recomendadas, devido ao seu nível de agressividade e à periculosidade de seu veneno.

2. Compre um terrário adequado

Quase todas as tarântulas se adaptam a pequenos espaços, embora seja bom oferecer-lhes um local para se mover com liberdade, caso queiram.

Se você escolher uma espécie que vive em árvores, deverá colocar uma ramificação ou algo semelhante para ela poder subir.

As tarântulas terrestres são mais simples em termos de elementos no terrário. É aconselhável que você compre um com, pelo menos, capacidade de 20 litros. Assim, se o seu animal crescer muito, mude para um de 80 litros.

3. Analise a saúde da tarântula

Antes de comprar ou adotá-la, é muito importante que você preste atenção ao seu estado geral de saúde.

Por exemplo, se você a vir encolhida no canto do terrário, pode ser porque ela morrerá em breve devido à idade avançada.

Se ela deitar com as pernas para o ar, pode ser porque em breve mudará de pele. Dessa forma, na próxima vez que você a vir, ela estará maior.

Uma tarântula saudável fica de pé com as pernas estendidas em um círculo, apontando para trás. Certifique-se, além disso, que ela tem as oito pernas e os dois “braços”, ou pedipalpos, na frente.

4. Consulte um especialista

Se você decidiu ter uma tarântula como animal de estimação, mas não sabe nada sobre o animal, recomendamos que consulte um veterinário ou até mesmo o vendedor da loja para receber alguns conselhos.