Diferenças entre gerbos e cobaias

julho 4, 2018
Embora apresentem semelhanças na personalidade e na alimentação, bem como no fato de ambos serem roedores, o certo é que eles divergem bastante em tamanho e na fisionomia. Quanto ao comportamento, este é influenciado pelas possibilidades oferecidas pelo físico de cada um.

Ambos são ótimos animais de estimação e conquistaram os corações de sua geração. No entanto, quem nunca teve um como pet, não conhece as diferenças entre gerbos e cobaias, por isso apresentaremos estes dois tipos de roedores.

Diferenças entre gerbos e cobaias

Ambos, gerbos e cobaias, são duas espécies de roedoresEmbora existam grandes diferenças entre eles, eles pertencem à mesma família e têm algumas coisas em comum.

Por exemplo, ambos são animais herbívoros. Ou seja, eles comem apenas legumes, frutas e cereais. Sua comida favorita é feno, ou um bom pedaço de vegetal cru e fresco. Ambos estão proibidos de comer alimentos de origem animal, até mesmo leite e ovos.

Cobaia

Para que eles vivam felizes em nossas casas, é recomendável que eles tenham uma gaiola, mesmo que tenham horas de liberdade em nossa casa. Seu habitat, que não precisa ser estritamente a gaiola, deve ser bem ventilado e não deve ter barras no solo, pois isso poderia causar muitos danos às pernas desses pequenos animais.

Naturalmente, como são roedores, os dentes de ambos crescem sem parar e eles precisam mastigar muito durante todo o dia para usá-los. Em suas gaiolas, deve sempre haver objetos feitos para serem roídos, como casas de madeira, feno ou barras de cereais.

Tamanho e corpo

As grandes diferenças entre gerbos e cobaias estão em seus corpos: eles têm tantas formas e habilidades diferentes que isso possibilita que eles vivam e se movam de maneiras diferentes.

Para começar, as cobaias são maiores que os gerbos. Dependendo da raça das cobaias, elas podem pesar de um a dois quilos. Os gerbos são muito menores, já que os maiores chegam a 120 gramas.

Os dois animais têm patas traseiras mais fortes que as dianteiras, mas a diferença, no caso dos gerbos, é que eles são muito maiores. Os gerbos podem se levantar em suas patas traseiras para observar ao redor. Se eles precisarem, eles podem sair pulando e se impulsionando com elas.

Cobaias brincando

As cobaias, por outro lado, não saltam. Se tiverem que fugir, correm com as quatro patas. Elas só pulam de alegria em um movimento conhecido como “popcorning”, mas, na verdade, todos os seus membros também intervêm.

Outra das diferenças mais marcantes é a da cauda: as cobaias não a têm, nem mesmo uma minúscula. Já os gerbos, estes têm uma cauda que pode medir o mesmo que o seu corpo. Apesar disso, eles podem perdê-la por toda a vida, em um acidente, por exemplo.

As cobaias têm mais variedades de aspectos. Os gerbos têm sempre pelos curtos, embora possam ser de várias cores e tonalidades diferentes. Em cobaias, além da variedade de pelos curtos, há uma variedade de pelos longos e intermediários, e eles também podem apresentar muitas cores diferentes.

Comportamento

As diferenças entre gerbos e cobaias também chegam ao comportamento. Gerbos, na natureza, cavam suas tocas e fazer túneis, portanto, quando em cativeiro, eles também fazem isso, ou pelo menos tentam.

As cobaias são mais calmas e mais relaxadas. Elas não fazem tocas e nem túneis e se contentam em criar um pequeno ninho dentro de sua casa, para poderem dormir sem serem perturbadas.

Porquinho da índia

Os gerbos, por outro lado, são muito mais ativos. Eles também dormem durante o dia e alternam os períodos de vigília com pequenos cochilos, mas são muito mais atléticos e energéticos do que as cobaias. Eles não apenas podem correr com as patas traseiras, como também podem dar grandes saltos.

Para avisar que estão tristes, zangadas ou com medo, as cobaias rangem os dentes. Os gerbos tamborilam com as patas traseiras no chão. As cobaias têm um registro maior de sons do que os gerbos. Muitos desses registros não são perceptíveis ao ouvido humano.

Lugar de origem

O local de origem desses dois animais também é muito diferente. Embora ambos sejam, atualmente, animais domésticos, há muitos parentes diferentes em seus países que ainda vivem em liberdade.

As cobaias vêm das selvas sul-americanas. A variedade de pelos longos é até chamada de ‘peruana’. Elas vivem no nível do solo e fazem pequenas tocas, não em grande profundidade, nas quais suas famílias e colônias são criadas.

Os gerbos, entretanto, vêm de áreas desérticas da Ásia. Eles estão acostumados a áreas de areia e rochas, onde não há muita vegetação e umidade como nas selvas.

As diferenças entre gerbos e cobaias são notáveis, tanto em seus corpos quanto em seus comportamentos. No entanto, ambos têm um caráter dócil e tolerante com o ser humano, o que os levou a conquistar os corações de gerações inteiras e a se tornarem grandes animais de estimação.