Diferenças entre lobos, raposas e coiotes

Embora semelhantes à primeira vista, esses canídeos são facilmente distinguíveis. O tamanho e a constituição física são aspectos fundamentais para estabelecer as diferenças essenciais entre raposas, coiotes e lobos.
Diferenças entre lobos, raposas e coiotes

Última atualização: 22 Junho, 2021

Os canídeos são uma família muito diversa de mamíferos carnívoros, com cerca de 34 espécies atuais. A maioria delas tem um desenho corporal muito semelhante, o que torna muito fácil identificá-los como membros da mesma família. No entanto, essa semelhança pode dificultar a distinção entre cada uma delas. Você saberia citar diferenças entre lobos, raposas e coiotes?

Neste artigo, discutiremos os mais importantes. De qualquer modo, é importante notar que sob esses nomes comuns está reunida uma série de espécies diferentes. Para evitar confusão, vamos tratar de 3 espécies em particular: o lobo-cinzento (Canis lupus), a raposa-vermelha (Vulpes vulpes) e o coiote (Canis latrans). Continue lendo para aprender a distinguir essas espécies perfeitamente.

Distribuição geográfica

Saber onde os animais vivem facilita muito a sua identificação. Portanto, essa é a primeira diferença entre lobos, raposas e coiotes que vamos abordar.

As raposas e os lobos têm uma das distribuições mais amplas de todos os mamíferos, abrangendo a maior parte do hemisfério norte. Os lobos ocorrem em quase toda a Eurásia, exceto nas Ilhas Britânicas. Eles também são avistados no Canadá e nos estados mais ao norte dos EUA: Alasca, Minnesota, Wisconsin, Montana, Wyoming, Idaho, Washington e Oregon.

As raposas se distribuem por toda a Eurásia, alguns países do Norte da África (Marrocos, Tunísia, Egito, Sudão e Líbia), todo o Canadá e os Estados Unidos, além da Austrália. Em partes desses espaços, elas foram introduzidas pelos humanos.

Em contrapartida, os coiotes se espalharam por toda a América do Norte, exceto nas partes mais frias do Canadá. Além disso, eles ocorrem em algumas áreas da América Central. Portanto, nenhum canídeo avistado na Europa, na Ásia ou na África poderá ser um coiote.

Descubra as diferenças entre lobos raposas e coiotes
Um lobo-cinzento.

Diferenças de tamanho entre lobos, raposas e coiotes

Sem dúvida, uma das diferenças mais claras entre lobos, raposas e coiotes é o tamanho. Os lobos são de longe os maiores, pesando desde 18 quilos, os menores espécimes, a 79 quilos, os maiores.

Seu corpo atinge entre 90 centímetros e 1,6 metros de comprimento sem contar a cauda, que pode medir cerca de 40 centímetros. De altura, os lobos podem atingir cerca de 80 centímetros. Vistos pessoalmente, esses animais são muito maiores do que o esperado.

À primeira vista, os coiotes são semelhantes aos lobos, mas muito menores. Esses mamíferos pesam entre 9 e 22 quilos e medem entre 81 e 94 centímetros de comprimento até a cauda, que por sua vez atinge 40 centímetros. Além disso, atingem entre 58 e 66 centímetros de altura.

As raposas são as menores de todas, apenas um pouco maiores do que um gato doméstico. Pesam apenas de 3 a 10 quilos, seu corpo tem entre 45 e 86 centímetros de comprimento e a cauda mede de 30 a 55 centímetros. A altura varia em torno de 40 centímetros.

Diferenças nos aspectos físicos entre lobos, raposas e coiotes

Não é apenas o tamanho que diferencia esses animais, pois as cores e proporções também são aspectos distintivos. As raposas estão evolutivamente mais distantes das outras duas espécies abordadas aqui, o que resulta em uma aparência mais facilmente discernível.

Esses pequenos carnívoros possuem uma pelagem bastante vistosa, que no inverno é longa, densa e intensamente laranja na maior parte do corpo. As pernas e as orelhas são pretas, enquanto a ponta da cauda, a parte ventral do corpo e o rosto são esbranquiçados. No verão, a pelagem é semelhante, mas mais curta e menos visível.

Em termos de proporções, as raposas são mais alongadas e têm pernas mais curtas do que as outras duas espécies. A cauda é a mais longa em relação ao corpo e a mais espessa, devido à sua densa pelagem.

Por outro lado, os lobos são os mais robustos, largos e musculosos entre esses canídeos. Sua cabeça, grande e pesada, tem mandíbulas fortes e um focinho mais largo que o resto. As orelhas são menores e triangulares. Principalmente no inverno, o pelo é denso, mas não tão longo quanto o das raposas.

A coloração dos lobos é variável e depende da localização geográfica. Normalmente são brancos, cinzas e pretos, mas também pode incluir tons de marrom.

O coiote é consideravelmente mais gracioso e magro que o lobo. Possui orelhas grandes e focinho fino, longo e pontudo. Sua pelagem, que é mais curta e menos densa, costuma apresentar tons levemente alaranjados e cinzentos, mais ou menos claros.

Um coiote olhando para a câmera.
Um coiote.

Comportamento e dieta

Os lobos são animais altamente sociais e vivem em matilhas hierarquizadas. Pelo contrário, as raposas são eminentemente solitárias. Os coiotes estão entre os dois: podem ser solitários, mas também formam grupos. Essas estratégias sociais se traduzem em comportamentos muito diferentes entre as três espécies abordadas aqui.

Os lobos organizam suas matilhas à perfeição para capturar presas que não seriam capazes de matar separadamente e que vão alimentar todo o grupo. Eles se especializam principalmente em ungulados de grande e médio porte, como veados, javalis ou alces. Contudo, não deixam de consumir qualquer outro animal de pequeno porte e também complementam sua dieta com um importante componente de frutas, bagas e vegetais. Eles podem até comer carniça.

Os coiotes são predadores generalistas e muito versáteis. São principalmente carnívoros que se alimentam de qualquer animal de pequeno ou médio porte que possam capturar, sejam aves, mamíferos, répteis, insetos, etc. Eles também são grandes comedores de carniça, muito mais do que os lobos.

Nas proximidades das populações humanas, os coiotes aproveitam o resíduos ou recursos urbanos para se alimentar. Eles podem até caçar gatos, como indicam os estudos.

Por último, as raposas são onívoras. Os animais que consomem são principalmente pequenas presas, como vários roedores, aves , répteis ou invertebrados. Os vegetais podem constituir uma parte importante da sua dieta, incluindo bagas, frutas, ervas e tubérculos.

Raposa urbana comendo lixo.
Uma raposa se alimentando de lixo urbano.

Com esses detalhes em mente e um pouco de prática, será fácil identificar corretamente qualquer um desses canídeos. Embora muitas vezes mal compreendidos, todos são animais fascinantes, valiosos e dignos de respeito. Por mais que às vezes entrem em conflito com os humanos, sua preservação é fundamental.

Pode interessar a você...
Animais ameaçados de extinção no Parque Nacional de Yellowstone
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Animais ameaçados de extinção no Parque Nacional de Yellowstone

Convidamos você a descobrir algumas das espécies de animais ameaçados de extinção no Parque Nacional de Yellowstone. Confira!