Doenças oculares nos gatos: prevenção e cuidado

junho 23, 2018
É relativamente comum que os felinos sofram de doenças oculares, por isso saiba como identificar as doenças oculares dos gatos

Doenças oculares nos gatos

Você deve ter notado que alguns gatos perdidos têm olhos opacos ou que um olho está mais fechado do que o outro. Isso ocorre porque as doenças oculares nos gatos são relativamente comuns.

Às vezes, elas podem ser um sintoma de uma doença subjacente grave que pode ameaçar a saúde do animal. Aprenda a reconhecer e a prevenir as doenças oculares nos gatos para que seu animal de estimação seja o mais saudável possível.

Sinais de aviso das doenças oculares nos gatos: prevenção

Um exame periódico no conforto da sua casa pode ser uma das melhores medidas para manter os olhos do seu gato saudáveis. Você pode realizar inspeções de rotina, por exemplo, ao escovar ou dar banho em seu animal de estimação.

Quando dar banho em seu gato?

Para poder ver com precisão qualquer alteração nos olhos, use o polegar para levantar cuidadosamente a pálpebra. Assim, é possível inspecionar os tecidos circundantes, que devem ter uma tonalidade rosada, e não avermelhada ou esbranquiçada.

Os sinais de alerta mais comuns que podem indicar a presença de doenças oculares nos gatos, podem ser:

  • Presença de secreções esbranquiçadas ou pegajosas.
  • Excesso de água nos olhos.
  • Tecido vermelho ou esbranquiçado na área das pálpebras.
  • Remelas duras e secas na área do ponto lacrimal.
  • Pelagem manchada de lágrimas.
  • Um ou dois olhos fechados.
  • Visão turva ou mudança na cor dos olhos.
  • Ocasionalmente, uma terceira pálpebra perceptível a olho nu.

linguagem corporal do seu gato também pode fornecer algumas pistas sobre o estado de seus olhos. Se o animal arranhar demais a área ou começar a parecer mais desajeitado do que o normal, pode ser devido a um problema ocular.

Gato filhote

Tipos de doenças oculares nos gatos

As doenças oculares mais comuns entre a população felina são as seguintes:

  • Conjuntivite. É uma patologia causada pela inflamação da conjuntiva. Ou seja, do tecido fino e transparente que reveste o interior da pálpebra e a parte branca do olho. Se os olhos do seu animal de estimação incharem e ficarem avermelhados, junto com a presença de secreções ao redor do olho, é provável que o seu gato sofra de algum problema ocular.
  • Protrusão da terceira pálpebra. Uma grande parte dos animais tem uma terceira pálpebra de maneira natural. Ela atua como uma barreira defensiva contra possíveis infecções. Quando ela incha, é provável que nosso animal de estimação esteja sofrendo de outra doença subjacente. Essa doença pode ter gravidade variável.
  • Ceratite. É uma inflamação da córnea que pode ser causada por múltiplas razões.
  • Glaucoma. Nesse caso, a pressão do líquido presente nos olhos aumenta naturalmente e de forma progressiva. Isso ocorre até o nervo ótico ser danificado. Um dos sinais mais comuns é a presença de uma córnea turva e um crescimento anormal do olho. Esses sintomas são gerados pelo aumento da pressão na cavidade ocular.
  • Traumatismo nos olhos devido a acidentes ou brigas.
  • Lacrimais entupidos devido a um excesso de secreções ou a um inchaço derivado de outras doenças.

Prevenção e tratamento

Você ficaria surpreso em saber o quanto você pode melhorar a saúde ocular do seu gato. Para isso, basta um simples pano de limpeza especial para limpar o excesso de remelas. Afinal, elas são produzidas naturalmente pelo seu gato.

A limpeza dos felinos, em geral, ajuda-os na prevenção de infecções e de outras doenças. No entanto, se seu animal de estimação sofrer de qualquer uma das doenças listadas acima, não hesite em visitar o veterinário. Ele irá prescrever colírios e medicamentos adequados para o tratamento do animal.