Entorse em cães: causas, sintomas e tratamento

Tanto cães quanto humanos estão vulneráveis a sofrer algum tipo de acidente a qualquer momento, o que pode resultar em uma lesão. As entorses em cães são um exemplo claro. Você quer saber um pouco mais sobre esse tema? Continue lendo.
Entorse em cães: causas, sintomas e tratamento

Última atualização: 05 Julho, 2021

Os cães em geral se caracterizam por serem animais enérgicos, que adoram brincar com as pessoas e outros cães. Alguns são tão inquietos que podem sofrer um acidente e se ferir. Por esse motivo, a entorse em cães é considerada um dos principais motivos para consultas em clínicas veterinárias ou hospitais.

Neste artigo, vamos falar sobre tudo o que você precisa saber sobre a entorse em cães, como identificá-la a tempo e como tratá-la para evitar complicações. Leia mais para descobrir.

O que é uma entorse?

Certamente você já ouviu falar dos ligamentos e das articulações, porque é justamente nessas estruturas que ocorrem as entorses. Tanto em humanos quanto em cães, uma entorse é uma condição causada por estiramento, laceração ou ruptura de um ligamento.

A principal função dos ligamentos é manter os ossos unidos na articulação. Dependendo da força da tração, ou até da ruptura dos ligamentos envolvidos, a gravidade da entorse será maior ou menor e, consequentemente, o tempo de recuperação também vai variar.

Causas da entorse em cães

Existem inúmeras razões pelas quais seu cão pode se machucar e apresentar uma entorse. No entanto, a maioria é considerada como sendo de origem traumática. Os acidentes podem ocorrer em qualquer dia e com qualquer cão, porém, os cães de caça, de esporte ou que não são supervisionados ao passear são os mais vulneráveis.

As principais causas de uma entorse em cães são as seguintes:

  • Brigas ou brincadeiras violentas com outros cães.
  • Acidentes.
  • Impactos fortes nos saltos.
  • Sobrepeso.
  • De origem degenerativa, principalmente em pacientes geriátricos.

 

Um caso específico de entorse em cães.

Sintomas de entorse em cães

Como em qualquer situação ou doença pela qual seu cão esteja passando, a observação sempre será muito importante. No primeiro momento que você notar algum comportamento estranho no seu cão, não ignore e procure o veterinário. Preste atenção, pois a seguir listamos os principais sintomas de uma entorse em cães:

  • Inflamação nas articulações, a área pode ficar quente e avermelhada.
  • Claudicação, no caso de membros afetados.
  • Ânimo decaído.
  • Lambedura excessiva da região lesionada.
  • Perda de apetite.
  • Dor e choramingos.

Tipos de entorse em cães

Uma entorse pode ocorrer em qualquer parte do corpo do animal de estimação onde ocorra a união dos ligamentos. As principais regiões que costumam apresentar lesões são as pernas, os joelhos, o quadril, a cervical e o pescoço.

Além disso, as entorses em cães podem ser classificadas de acordo com sua intensidade. À medida que o nível aumenta, maior é a gravidade. A seguir, trazemos mais detalhes:

  • Entorse de nível 1: é uma lesão leve, na qual os ligamentos foram minimamente rompidos. Nesse caso, é possível notar seu cão com um leve desconforto ao caminhar.
  • Entorse de nível 2: dentro da articulação afetada, foram rompidos ligamentos e fibras musculares. Os sintomas que o seu animal pode apresentar são dor, uma inflamação perceptível e um maior desconforto.
  • Entorse de nível 3: é considerada a entorse mais grave, geralmente causada por traumas muito intensos. Os ligamentos e alguns ossos ficam completamente quebrados, afetando toda a articulação.

Como diagnosticar uma entorse em cães?

Quando se trata de lesões musculares, ósseas e articulares, a avaliação médica profissional é imprescindível. Como primeiro passo, o veterinário fará um exame físico geral junto com uma avaliação ortopédica em seu animal de estimação. Às vezes, o uso de exames de imagem também é necessário para garantir o diagnóstico final.

Como são lesões que causam dor, é provável que seja administrado um tranquilizante ao paciente, a fim de facilitar seu manejo. Uma vez controlado o animal, é possível continuar com a avaliação. As radiografias serão uma das principais ferramentas de apoio na obtenção de imagens mais nítidas da lesão.

Como resultado de uma entorse em cães, os tecidos ficam danificados. Portanto, em alguns casos, uma exploração física não é suficiente para verificar a magnitude da lesão. O uso de métodos diagnósticos mais especializados, como ultrassom ou ressonância magnética, também pode ser sugerido pelo veterinário.

Duração e tratamento de uma entorse em cães

O tempo de recuperação total do seu animal após uma entorse dependerá do nível da lesão. Recomendamos seguir à risca as instruções e recomendações dadas pelo veterinário, tudo para não prolongar o desconforto no seu cão.

O tratamento indicado para uma entorse em cães se baseia principalmente nos seguintes pontos:

  • Uso de medicamentos: a administração de analgésicos e anti-inflamatórios será fundamental para diminuir o desconforto de seu animal de estimação. Tanto a via de administração quanto a dose serão indicadas pelo médico veterinário.
  • Imobilização: é difícil fazer o cão obedecer totalmente às recomendações. Portanto, o uso de talas e bandagens pode ajudar a imobilizar a articulação. Certifique-se de mantê-las limpas e secas. Se necessário, troque periodicamente e com muito cuidado o curativo e os materiais utilizados.
  • Repouso absoluto: a redução dos movimentos em sua totalidade favorecerá a recuperação dos ligamentos e da articulação em geral. Ofereça um espaço confortável para que o seu cão possa descansar. Se ele convive com outros cães, mantenha-os sob observação, para evitar que machuquem o paciente durante brincadeiras.
  • Cirurgia: em casos muito graves de entorse em cães, a cirurgia pode ser necessária para reconstruir a articulação.
  • Reabilitação: independentemente do nível de entorse que seu animal tenha sofrido, o veterinário pode recomendar técnicas como hidroterapia, massagens, laser e eletricidade. O objetivo será reduzir a probabilidade de sequelas e melhorar a qualidade de vida do paciente.

 

Um cachorro com uma pata quebrada

O uso de suplementos nutricionais que promovam uma boa condição corporal e um bom controle do peso será eficaz na prevenção da ocorrência de entorses em cães. Um acidente pode acontecer a qualquer momento, portanto, se você suspeitar de uma lesão, consulte o veterinário.

Pode interessar a você...
Quais são as doenças que acometem cães idosos?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Quais são as doenças que acometem cães idosos?

Os cães idosos têm uma certa predisposição para sofrer de algumas doenças que, em animais mais jovens, não são comuns. Confira quais são elas!