Erros que cometemos com nossos animais de estimação

agosto 2, 2019
Hoje, diremos quais são os erros que as pessoas costumam cometer, sem perceber, com seus animais de estimação. Reconhecê-los é o primeiro passo para evitá-los!

Por causa da nossa ignorância em relação a alguns pontos, sem más intenções, nem sempre fazemos as coisas direito como donos de pets. Neste artigo, vamos dizer quais são os principais erros que cometemos com nossos animais de estimação.

Quais são os erros que cometemos com nossos animais de estimação?

Não há dúvidas de que queremos o melhor para o nosso cão ou gato (independentemente da raça ou idade). No entanto, às vezes acreditamos que estamos fazendo uma boa escolha quando, na verdade, estamos prejudicando-os.

É isso mesmo, há muitos erros que cometemos com nossos animais de estimação que vale a pena conhecer. Entre eles, podemos destacar:

1. Dar muitos abraços

Uma maneira de demonstrar nosso afeto e felicidade é abraçar aos outros. Acreditamos que cães e gatos também podem ser informados sobre o quanto os amamos dessa maneira, mas esse não é o caso.

Esse hábito causa muita ansiedade e estresse nos animais de estimação, porque eles se sentem “presos” nos braços de seus donos.

Se você quiser verificar isso, abrace seu animal de estimação e observe como ele posiciona sua cabeça. Se ele fecha os olhos, boceja, coloca as orelhas para trás e tenta se soltar, isso significa que ele não gosta de abraços!

2. Deixar o animal fazer o que quiser

Um dos erros que cometemos com cães e gatos é que somos muito permissivos com eles. Alegando que eles não entendem ou que não estão fazendo nada de errado, deixamos que eles se comportem como querem e sem regras estabelecidas.

Este é um erro muito grave, porque mesmo que você não acredite, um animal sem limites é um animal estressado e triste. 

Por exemplo, no caso dos cães, tenha em mente que eles descendem dos lobos, uma das espécies mais bem organizadas que existem. Cada membro do clã obedece ao alfa e tem uma tarefa específica. Faça o mesmo com o seu animal de estimação.

Gato se lambendo

3. Humanizá-lo

Um erro típico dos tempos atuais é tratar um animal de estimação como “o bebê da família” e como se fosse um ser humano.

Não estamos dizendo que devemos deixar as necessidades deles de lado ou deixar de demonstrar afeto, mas não devemos ir tão longe a ponto de colocar roupas neles ou deixá-los dormir em nossa cama.

Os animais têm necessidades diferentes das dos seres humanos. Portanto, ame seu animal de estimação e cuide dele, mas não o considere uma pessoa.

4. Alimentá-lo com a comida do nosso prato

Estamos sentados à mesa e, quando olhamos para o outro lado, nosso animal de estimação faz sua melhor cara de “pobrezinho” tentando nos deixar com pena. E nós caímos nessa peça, nos sentimos culpados se não dermos um pequeno pedaço do que estamos comendo.

Pode ser também que o animal tenha se acostumado a latir ou miar quando estamos jantando, pois ele sabe que acabará recebendo um prêmio. Isso confunde o animal de estimação, uma vez que ele irá relacionar o mau comportamento (latido ou miado) com uma recompensa.

5. Não levá-lo ao veterinário periodicamente

É provável que, quando o animal chegar em sua casa, você cumpra com todas as suas vacinas e o leve ao veterinário para um check-up. Mas depois de algum tempo, costumamos nos “esquecer” da consulta médica, alegando que o animal não tem nada e que está com a saúde perfeita.

No entanto, existem muitas doenças que não são detectadas de relance e que apenas um profissional pode diagnosticar. Lembre-se de que o tratamento precoce aumenta as chances de cura.

6. Não escovar os dentes do animal

Outro erro que cometemos com nossos animais de estimação é o de não escovar os seus dentes pelo menos uma vez por semana. Eles também acumulam bactérias e tártaro, e é por isso que costumam ter um mau cheiro em suas bocas.

Acostumá-los desde a infância é a chave para poder fazer isso periodicamente.

Coelho no veterinário

6. Evitar a socialização

Um animal que não tem contato com outros da sua espécie é mais propenso a se comportar de maneira inadequada. Como dissemos anteriormente, no caso dos cães, o instinto lhes diz que o grupo é a coisa mais importante.

Embora ele tenha você como líder, também precisa se cercar de outros colegas.

Muitos dos erros que cometemos com nossos animais de estimação são devido à ignorância. Aprender sobre eles é o primeiro passo para poder mudá-los.