Gato Ocicat, um gatinho de aparência selvagem

Gostaria de ter um gatinho parecido com um gato selvagem mas que é fofinho e brincalhão? Bem, esse é o gato Ocicat, um mascote que lembra a jaguatirica (ocelot, em inglês, daí o nome dele), mas que é ideal para viver dentro de uma casa e na companhia de outros animais de estimação. Aqui, nós lhe contamos todos os detalhes sobre essa bela raça criada nos Estados Unidos, na segunda metade do século 20.

Um gato nascido do cruzamento de cinco raças

O Ocicat surge da fusão de várias raças de gato:

Em 1960, alguns criadores americanos desenvolveram cruzamentos seletivos em busca de um gato de aparência selvagem. Foi assim que chegaram a este belo e elegante animal, que tem padrões manchados em seu pelo e que hoje é muito popular em seu país de origem e em outros na América Latina. No entanto, é pouco conhecido na Europa.

Ocicat

A raça foi oficialmente reconhecida pela International Cat Association (TICA) em 1987 e pela International Feline Federation (FIFe) em 1992.

Hoje, apresentamos o Ocicat, um gatinho amoroso e ideal para viver dentro de uma casa, mas com toda a aparência de um gato selvagem. O “gato ocelot” é o resultado do cruzamento de cinco raças. Trata-se de um animal elegante e atlético com pelo manchado e uma personalidade animada e brincalhona, que convive muito bem com crianças, idosos e com outros animais de estimação.

Características físicas do Ocicat

Junto com o egípcio Mau e o bengali, o Ocicat é uma das raças de gatinhos de aparência mais selvagem.

Entre as características físicas deste elegante e atlético felino, deve-se notar:

  • Corpo: musculoso, longo e delgado. De ossos robustos.
  • Peso: entre quatro e seis quilos os machos, e entre dois e quatro as fêmeas.
  • Cabeça: tamanho médio, forma ligeiramente triangular e contornos arredondados. É mais larga que longa. O focinho é curto.
  • Olhos: grandes e ovais. Alguns oblíquos. De cores variadas, com exceção do azul.
  • Nariz: amplo e médio.
  • Orelhas: são longas, retas e com alguns pelos, como os do Lince.
  • Patas: Musculosas e fortes. De comprimento médio.
  • Rabo: fino, mas forte e longo. Apresenta “anéis” e a ponta de tonalidade escura.
  • Pelagem: curta, fina, densa e sedosa.
  • Cores: preto, chocolate, canela, prata, azul e lilás (sempre em padrões manchados).

Conheça sua personalidade e seu comportamento

Sociável, fiel e companheiro, apesar de sua imagem de gato selvagem, ele é um gato com pouca agressividade. É por isso que é ideal para viver com idosos, crianças e outros animais de estimação.

Equilibrado e ativo, o Ocicat está sempre disposto a brincar e a receber mimos, pois se liga muito a seus donos e é carinhoso. Além disso, como qualquer bom gatinho, além de ser muito inteligente e curioso, ama as alturas. O ideal é que você compre brinquedos de sua preferência, a fim de preservar a mobília e as cortinas da sua casa intactas.

Tenha em mente que ele é muito divertido, semelhante a Siamês, e não gosta de permanecer sozinho por muito tempo. Então você tem que pensar com muito cuidado antes de escolher este gato como um animal de estimação se os proprietários passam muitas horas fora da casa. E mais, geralmente ele é amigável com estranhos, de modo que você não terá problemas quando receber visitantes.

Como cuidar de um Ocicat

Esta raça de gato não requer cuidados especiais. Claro, durante a estação de mudança de pelo, é recomendável escová-lo algumas vezes por semana. Banho apenas quando necessário, pois estes gatinhos são especialistas em se lamber para estar sempre esplêndidos.

Por outro lado, o fato de que cinco raças foram usadas para sua criação significa que o animal não apresenta problemas endogâmicos e que tem boa saúde.

Em qualquer caso, como com qualquer animal de estimação, você deve dar-lhe alimentos adequados e de qualidade. Também não se esqueça de cumprir o calendário de vacinação e desparasitação. Finalmente, leve-o ao veterinário regularmente para acompanhamento de rotina.

Recomendados para você