Os gatos podem comer vegetais?

Apesar dos seus hábitos carnívoros, os gatos podem comer vegetais. Claro, em quantidades limitadas.

Última atualização: 29 Dezembro, 2020

Sem dúvida, uma alimentação variada é sinônimo de boa saúde. Porém, no caso da dieta do nosso bichinho de estimação, podem surgir dúvidas. Por exemplo, os gatos podem comer vegetais? Se sim, quais são os ideais e quais devemos evitar?

A dieta dos gatos

A maioria dos felinos, sejam selvagens ou domésticos, tende a basear a maior parte da sua dieta no comportamento quase exclusivamente carnívoro. Isso significa, entre outras coisas, que seu trato digestivo está mais adaptado para processar proteína animal do que matéria vegetal.

Isso não quer dizer que a dieta de um gato deva incluir apenas carne. A contribuição ocasional de vegetais é benéfica para o seu animal, desde que saibamos quais tipos e a quantidade de vegetais que podemos oferecer. Normalmente, a contribuição vegetal não deve ultrapassar 15% do total ingerido.

Assim como acontece com outros animais de estimação, uma alimentação equilibrada é a opção ideal para o gato crescer saudável. Se você quiser que seu gato comece a comer vegetais, nada melhor do que levá-lo para uma consulta com o veterinário antes. Essa é a melhor maneira de garantir que a contribuição vegetal seja a necessária.

Vegetais que o gato pode comer

Em primeiro lugar, é importante saber que a maioria dos vegetais que os gatos podem comer deve ser cozida com antecedência. Os vegetais cozidos ajudam o gato a ingeri-los melhor, além de auxiliar na digestão se forem administrados com moderação.

Entre os alimentos vegetais mais recomendados para gatos, está a cenoura, um vegetal que vai fornecer fibras, minerais e vitaminas valiosas, incluindo a K, C, E e betacarotenos. Esse precursor da vitamina A talvez seja o mais importante, uma vez que os gatos não são capazes de sintetizá-la sozinhos.

As ervilhas cozidas também são adequadas para os gatos. Elas são uma fonte de magnésio e vitamina B12. Além das ervilhas, podemos incluir pequenas porções de abóbora, alface, feijão-verde, pepino – cru ou cozido – ou espinafre. Como você pode ver, o leque de opções é bastante amplo. Mas é preciso lembrar que as quantidades têm que ser pequenas, então a melhor opção para eles é quando esses vegetais estão misturados com a comida do dia a dia.

Vegetais que devem ser evitados

Dentro da lista de vegetais não recomendados para os gatos, existem alguns que devemos evitar a todo custo. Entre os mais perigosos estão os pertencentes ao gênero Alliumalho, cebola e cebolinha, entre outros. Todos esses vegetais contêm tiossulfato, um composto que afeta a estrutura dos glóbulos vermelhos do felino e pode causar anemia.

Outros vegetais, embora não devam ser evitados a todo custo, não devem ser incluídos. Por exemplo, os caules e as folhas de algumas solanáceas – batatas e tomates – são prejudiciais, visto que podem interferir no sistema digestivo do animal. Por isso, é melhor evitar oferecê-los constantemente. No caso das batatas, se quisermos incluí-las na dieta, devemos primeiro fervê-las.

Como você pode ver, a opção de alimentar o seu gato com vegetais não é algo que deva ser feito de qualquer jeito. Como sempre, o veterinário poderá dar orientações sobre a melhor estratégia nutricional a ser adotada.

Pode interessar a você...
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Os cachorros não podem comer doces

O sistema digestivo dos cachorros é diferente do nosso, especialmente por eles terem um intestino mais curto, por isso os cachorros não podem comer doces pois eles não metabolizam estes alimentos com facilidade.



  • Barnes, J. (2017). Digestive system. In Atlas of Feline Anatomy For Veterinarians (pp. 163-180). Teton NewMedia.