Gatos do grupo II: classificação de raças segundo a FIFe

abril 20, 2018

A Federação Internacional Felina (FIFe) se encarrega de identificar e agrupar estes animais segundo suas características. No seguinte artigo, contaremos a você quais são os gatos do grupo II na classificação da FIFe. Não perca!

Quais são os gatos do grupo II?

Ao todo, são 9 as raças que pertencem a este grupo, das quais podemos destacar:

Gato Curl Americano

  1. Curl Americano

A FIFe separa-os entre pelos longos e pelos curtos. As diferenças entre ambos só têm a ver com a pelagem. Por isso, os colocaremos juntos. Uma das principais características do Curl Americano é a forma de suas orelhas, já que ficam dobradas para trás. O tecido cartilaginoso é muito frágil, e uma particularidade é que os filhotes nascem com as orelhas retas, mas com 10 dias, elas “se deformam”.

É um gato médio, de constituição forte e com quase nenhum defeito genético que possa ser comum nos felinos puros. A cauda é tão longa quanto o corpo, e pode pesar até 5 kg. Os olhos são de cor amarela ou verde, e bem separados entre si.

  1. LaPerm

Também se dividem entre gatos de pelos longos e pelos curtos. Perm relaciona-se a “permanente” (de cabelos). É de origem norte-americana e apresenta pelagem encaracolada, por isso leva esse nome. Os cachos são mais visíveis na base das orelhas, na garganta e na barriga. O manto é de diferentes cores e padrões.

Esta raça de gatos do grupo II é muito carinhosa e não se relaciona com quase nenhuma outra, com exceção dos Rex. De composição elegante e atlética, é muito ativo, extrovertido, e não causa alergias como outros bichanos. Os criadores dos LaPerm são do Oregon, Estados Unidos, e o primeiro exemplar se chamava “Curly”. A sua descendência é muito similar ao do nosso primeiro, a diferença está na cor e no comprimento dos pelos.

  1. Maine Coon

Maine Coon

Também é originário dos Estados Unidos e pode ser conhecido por outros nomes similares: Mancoon e Coon de Maine. Segundo a lenda, quando Maria Antonieta quis fugir da França, ela embarcou rumo à América do Norte levando seus gatos Angorá Turcos. Ainda que a Rainha não tenha conseguido seu objetivo, seus animais de estimação sim, o conseguiram. Eles desembarcaram na cidade de Wiscasset, no Maine (nordeste do país). O Grumete Tom Coon os adotou e, depois de cruzá-los com gatos locais, criou a raça como a conhecemos hoje.

É um gato de grande porte, já que os machos podem pesar até 11 kg e as fêmeas 8 kg. A cabeça é média, os pômulos proeminentes, as orelhas longas e pontiagudas, os olhos grandes e ovalados, o corpo musculoso e os pelos são resistentes a água, podendo ser de qualquer cor.

Em relação ao seu temperamento, o Maine Coon é bastante amoroso, um pouco preguiçoso, mas, ao mesmo tempo, ágil para caçar ratos e outras presas. Gostam de ficar ao ar livre e na companhia de outros bichanos. Podem miar com diferentes tons. Come em boa quantidade e, em alguns casos, podem vir a sofrer de obesidade. É muito popular em seu país de origem e nos concursos de beleza.

Gato angorá turco com olhos de cores diferentes

  1. Angorá Turco

É uma das raças de gato mais antigas que existe e se originou na região turca de Ancara (a capital). Por ser uma raridade fora de seu país de origem, ajudou para que a raça não fosse cruzada com outras e a não sofrer alterações ao longo do tempo. O símbolo de pureza por excelência é o de manto branco e olhos de cores diferentes. Também há várias tonalidades de pelagem: azul, vermelho, marrom, prata, creme e tigrado.

O temperamento deste Angorá, mais um dos gatos do grupo II, se caracteriza pela inteligência, a curiosidade, a agilidade e a hiperatividade. Costuma miar muito, prefere casas onde vivam uma ou duas pessoas, é muito pacífico e dedicado aos seus donos (os segue com o olhar o tempo todo). Adoram ser o centro das atenções, são bastante mimosos, educados e perfeitos para um apartamento na cidade.

  1. Siberiano

Outro dos gatos deste grupo é nativo do norte da Rússia e foi criado a partir do cruzamento de um gato selvagem dos bosques siberianos com um gato europeu. Sua abundante pelagem o permite resistir às temperaturas extremas da região (que podem chegar aos -30°C). Até os 3 meses, eles têm pelos curtos. Todos têm manto tigrado e trocam de pelos durante o verão.

É muito amigável e brincalhão, pode pesar 9 kg, é ágil e veloz, sendo muito usado para a caça de roedores. Notavelmente inteligente e carinhoso. Quando são domésticos, o macho permanece com a fêmea durante o parto e nos primeiros dias dos filhotes.