Hiena: características, comportamento e habitat

maio 21, 2018
A hiena: Apenas um animal carniceiro ou uma abominação natural?

Todos conhecemos a hiena, esse animal que algumas culturas consideram demoníaco, por ter um sorriso tão particular e por emitir sons parecidos com o riso humano. Sabia que existem três raças de hienas no mundo? Hoje apresentaremos a você cada uma delas e, também, suas particularidades.

A hiena

A família hyaenidae é um dos mamíferos menos numerosos. São formados por apenas 4 subespécies presentes no continente africano, na Ásia central e na Índia. São parecidos com os cães e têm algumas características dos gatos. Mas as hienas são animais totalmente diferentes.

A verdade é que as hienas cumprem uma função, como tudo na natureza. São animais carniceiros, isto é, comem restos de cadáveres que os demais predadores, como os guepardos e os leões, deixam para trás. Isso ajuda a limpar o ambiente prevenindo infecções no ecossistema, da mesma forma que fazem os abutres:

  • Em algumas ocasiões, as hienas costumam roubar as presas de outros animais, intimidando inclusive os leões, quando atacam sozinhos.

Porém, as hienas não são apenas carniceiras. São os segundos maiores caçadores da África, perdendo apenas para o leão africano. No caso de não ter nenhum animal morto para comer, elas devoram outros animais pequenos, como ratos, aves, serpentes e insetos.

Características

Existem 3 espécies de hienas, como tínhamos dito anteriormente. Há a hiena manchada, originária da África e a mais conhecida no resto do mundo; a hiena parda e a hiena rajada, oriundas da índia e do oriente médio.

São animais muito peludos e de tamanho médio, não medem mais do que 70 centímetros de largura, por um metro e meio de comprimento. Possuem crinas parecidas com as dos cavalos, caudas peludas e orelhas pontiagudas. Também apresentam a particularidade de que suas patas traseiras são mais curtas que as dianteiras. As mais pesadas não passam de 80 quilos. Apesar disto, são animais realmente terríveis.

Habitat

Usualmente, elas podem ser encontradas nas planícies da África, ainda que também sejam encontradas nos desertos de Arábia, nas planícies do oriente médio e nas planícies da Índia. Seus terrenos favoritos são os áridos com altas temperaturas e uma concentração de animais moderada.

Costumam habitar também nas proximidades de lagoas e rios, onde podem esconder os restos de comida que sobram de suas buscas. Também, porque os animais se aproximam dessas regiões e, assim, elas podem caçar ao invés de procurar carniça.

Tendem a caçar de noite, isto é, são animais noturnos. Raramente se aventuram nas primeiras horas da manhã, quando outros predadores começam a caçar suas presas do dia.

Comportamento

O que torna temível à hiena é sua habilidade socialelas são capazes de se comunicarem entre si e de coordenarem ataques e movimentos em grupo, de até 40 indivíduos. Combinados com suas poderosas bocas, as hienas são capazes de triturar ossos com seus colmilhos afiados:

hiena e filhotes

  • O grupo costuma ser liderado por uma matriarca que participa da caça, ao contrário de outros carnívoros que costumam ser os machos que realizam a maior parte na caçada.

Mas nem todas as hienas são agressivas. Costumam ser animais muito covardes, nunca atacando sozinhas e sempre recorrendo a outros para se sentirem seguras. Mesmo assim, em algumas ocasiões, elas se retiram a toda velocidade se se sentem ameaçadas por algo.

A hiena parda e a hiena rajada não são nada agressivas, em comparação com a hiena manchada africana, recorrendo quase que inteiramente à carniça.

Durante a época de reprodução, as hienas têm um tempo de gestação relativamente curto de, aproximadamente, 95 dias em cada espécie delas. O curioso sobre as fêmeas das hienas manchadas, é o fato do órgão reprodutor delas ser similar ao pênis dos machos.

Curiosidades

  • Têm aparecido em filmes como o Rei Leão, onde um trio de hienas quebra um pouco a tensão entre as cenas.
  • As antigas tribos humanas achavam que as hienas traziam consigo às almas dos defuntos. Por isso se mantinham afastados da presença delas, por as considerarem seres demoníacos.
  • Atualmente, algumas religiões consideram-nas uma espécie de tabu, por seus órgãos sexuais quase idênticos.
  • Junto à família hyaenidae, existe outro animal que pertence a este grupo: o lobo da terra africano.