As raças de cães africanos mais importantes

Ainda que nos pareça estranho, há várias raças de cães africanos. É bem verdade que, quando pensamos na África, costumamos pensar apenas em animais exóticos e poucas vezes temos o cuidado de desmitificar um pouco esta imagem.

No caso da fauna africana, tende-se a pensar mais em hienas, leões, elefantes, gnus, antílopes e outros animais do mesmo estilo.

O que costumamos ignorar é que neste mesmo continente também existem raças de cães surgidas muito tempo atrás.

Por isso, no artigo de hoje contaremos a você quais são as principais raças de cães africanos. Você poderá comprovar que eles vêm de países muito diversos e que têm características realmente atraentes.

As raças de cães africanos mais importantes

As raças de cães africanos podem ser originárias do deserto do Egito, de Rif, no Marrocos, e até do sul do continente. Também há raças do centro da África, algumas delas podemos inclusive encontrar atualmente nas lojas.

Dê uma olhada nos seguintes cães africanos:

1.Basenji

Seu país de origem é a República Democrática do Congo, no oeste africano. Usava-se para a caça e o rastreamento e uma de suas principais características é que ele não late. Ele emite um som muito curioso (parecido com o canto tirolês).

O Basenji é um cão ideal para casas com adultos, costuma ser brincalhão por toda a vida, um pouco arteiro quando filhote, mas muito obediente. Não gosta de água e se lava como os gatos. Não solta pelos e é fundamental que realize exercício. Tem três cores básicas: preto, castanho e tigrado, sempre combinados com o branco.

2.Saluki

É conhecido como “o cão real do Egito” e talvez seja uma das castas mais antigas de cães domesticados. Também é o descendente direto dos lobos do deserto de Ara. Foi o primeiro a surgir na corrente dos cães Lebréu e historicamente foi criado em um vale fértil onde se originou a agricultura.

Cães da raça Saluki

É muito estimado pelos beduínos por sua capacidade para caçar gazelas. O Saluki é um animal independente que requer treinamento. É alto, com cauda longa e curvada e seu manto pode ser branco, bege, vermelho, marrom ou preto.

3.Coton de Tulear

Cão da raça Coton de Tulear

Esta raça de cães africanos leva seu nome devido a seu manto com textura similar ao algodão. O Coton de Tulear provém da Província de Toliara, ao sul da Ilha de Madagascar. Tem um pelo muito macio e branco (ainda que também existam exemplares pretos e cobre), olhos grandes, patas curtas e rabo encaracolado. Pesa até 6 kg e mede no máximo 30 cm em cruz.

4.Azawakh

Esta raça tem Mali como país de origem, no entanto também pode ser encontrada no Níger e em Burkina Faso. É do tipo Lebréu (galgo) e tradicionalmente foi utilizado no Saara pelos povos nômades como caçador de gazelas e como guardião. É alto (74 cm em cruz) e delgado (25 kg), com cabeça alongada, focinho reto, olhos grandes de cor escura, orelhas triangulares e rabo não muito largo. Pode ser um pouco reservado com os estranhos, mas é muito afetuoso com a família. Se dá muito bem com outros cães.

5.Aidei

O também chamado “cão de Atlas” é uma raça oriunda do Marrocos. Ela é usada desde suas origens pelos pastores berberes da zona do Atlas (montanhas). É de tamanho médio, pelagem curta e de cor clara, orelhas médias e cauda longa.

6.Sloughi

Cães da raça Sloughi

Outra das raças de cães africanos que se originaram no Marrocos. Conhecido como Lebréu árabe ou Lebréu berber. Pode ser encontrado em todo o norte do continente incluindo a Argélia, a Tunísia e a Líbia. Pode ter parentesco com o Azawakh e não tem relação com o Saluki. O Sloughi é de pelo curto, orelhas caídas, expressão “melancólica”, olhos marrons escuros e manto preto ou bege. É sensível, inteligente e muito alerta. Fiel ao seu dono e muito energético.

7.Africanis

Este cão é da África do Sul, de pelo curto, tamanho médio, musculoso, de qualquer cor e às vezes com uma pequena crista nas costas. É ágil, esbelto, veloz e flexível. Quanto a seu temperamento, o Africanis é amistoso, um pouco independente e muito territorial, ainda que possa ser treinado sem problemas.

8.Boerboel

Outra das raças de cães africanos que nasceram no sul do continente. É do tipo Dogo e surgiu depois de um cruzamento entre o Dogue Alemão, o Bullmastiff e o Bullenbeisser (extinto). É apto para a guarda, para os trabalhos pesados e para a defesa pessoal. Os primeiros exemplares dessa raça apareceram no ano de 1600. Pode pesar até 90 kg e medir 75 cm em cruz. Pode ter as cores avermelhada, tigrado, marrom avermelhada e cinza. Obediente, confiável, guardião, brincalhão e afetuoso com os donos.

9.Crestado Rodesiano

Cão crestado rodesiano

Este cão tem sua origem no Zimbábue, usado para a caça, guarda e a companhia. Musculoso, ágil, veloz, com pelagem curta, densa e brilhante. Tem uma crista formada por pelos em sua espinha dorsal (daí seu nome). Leal, inteligente, distante com os estranhos, requer treinamento e socialização precoce.

Recomendados para você