Implantes dentários em cães

· março 11, 2019

Além de considerações estéticas, os cães podem se beneficiar em relação à mastigação (e, consequentemente, à digestão) e evitar o enfraquecimento da estrutura óssea por via oral.

Para muitos donos de animais, pode parecer estranho levar seus animais de estimação ao dentista. No entanto, a odontologia veterinária é uma especialização que está crescendo em muitos países, como a Inglaterra e os Estados Unidos.

Além de cuidados e tratamentos orais básicos, os implantes dentários em cães também estão se tornando mais populares.

Atualmente, os implantes dentários para cães são considerados procedimentos estéticos na odontologia canina. Sua colocação pode ter efeitos positivos na mastigação e, consequentemente, na digestão.

Em seguida, convidamos você a conhecer mais sobre as vantagens e desvantagens dos implantes dentários em cães.

Como são os implantes dentais nos cães?

Os implantes dentários nos cães têm o mesmo princípio dos implantes para seres humanos. O procedimento odontológico inclui a substituição de uma peça dentária danificada, perdida ou ausente.

O dentista substitui o dente natural por uma peça artificial que deve ser ajustada como um acessório permanente.

Antes de fixar o dente artificial no lugar correspondente, o dentista precisará inserir um parafuso de titânio.

Este elemento servirá de base para o suporte da peça artificial (uma espécie de ‘raiz artificial’). Então, a peça externa coberta de cerâmica pode ser parafusada e acomodada na gengiva do animal.

Deve ser esclarecido que a implantação de partes artificiais é completamente indolor para o animal.

Este procedimento é feito sob anestesia geral; isso para manter o bem-estar do animal e garantir a segurança do procedimento.

Dentes de cachorro

Quando é indicada a colocação de implantes dentais?

Os implantes dentários são recomendados para todos os cães que perderam um dente. No entanto, a viabilidade do procedimento em cada animal deve ser analisada por um especialista em odontologia veterinária canina, especialmente quando se lida com cães mais velhos, com quadro de saúde mais frágil.

Para verificar a saúde geral e dental do cão, o veterinário pode solicitar exames clínicos e radiografias de dentes e gengivas; nestes testes, é possível ver o estado real dos dentes do animal.

Antes de inserir um implante, o profissional deve verificar se a estrutura óssea da boca é capaz de suportar a parte artificial. Em alguns casos, um enxerto de massa óssea pode ser usado para obter uma superfície ideal para o implante. 

Complementando a ausência ou a perda de um dente com um implante artificial, o processo digestivo do cão pode se beneficiar. A função de mastigação de alimentos será realizada corretamente.

A mastigação é a primeira etapa da digestão, pois permite começar a assimilar as moléculas de proteína e fibra. Portanto, pode-se afirmar que os implantes dentários em cães são funcionais e vão além de um simples “adorno” estético.

Dentes de cachorro

Vantagens de implantes dentários em cães

Ao longo dos últimos tempos, vários estudos científicos foram feitos; eles analisaram a maneira como os implantes dentários impactam na qualidade de vida dos animais de estimação. Em seguida, veremos suas conclusões sobre as vantagens dos implantes dentários em cães.

Especialistas apontam que o maior benefício dos implantes dentários para cães é evitar a perda de massa óssea da mandíbula.

Quando o animal perde um dente, esse espaço “livre” gera uma contração “compensatória” do osso. E em face da perda de dois ou mais dentes, o dano da massa óssea pode se tornar importante.

A ausência de dentes também pode prejudicar significativamente a digestão dos nossos parceiros. Não se esqueça de que uma dentição completa é essencial para a mastigação ideal e posterior assimilação de nutrientes.

Por outro lado, os cães que perdem os dentes geralmente ficam com a língua mais exposta. Além de ser considerada esteticamente desagradável, essa exposição extrema pode se tornar a porta de entrada para inúmeros agentes patogênicos.

Além disso, alguns especialistas também dizem que a autoestima dos cães pode ser enfraquecida. Esta afirmação carece de evidências científicas, entre outras coisas, devido à dificuldade de medir o impacto psicológico da ausência de dentes nos caninos.

Conclusão

Implantes dentários em cães são funcionais para melhorar a mastigação; também para evitar o enfraquecimento da estrutura óssea da sua boca. Além disso, eles poderiam impactar positivamente sua vida social e sua autoconfiança.

No entanto, este procedimento pode ser custoso e os seus impactos a longo prazo na qualidade de vida do cão ainda não foram suficientemente estudados.