As incríveis habilidades cognitivas dos papagaios

17 Setembro, 2020
Os psitacídeos são um grupo de aves que, assim como os corvídeos, destacam-se por suas grandes habilidades cognitivas.

A inteligência das aves é bem conhecida nos corvídeos, mas, no mundo dos psitacídeos (papagaios, araras e periquitos), muitas espécies também se destacam por causa de suas surpreendentes habilidades cognitivas.

O nível de inteligência dos papagaios é comparável, em muitos casos, ao dos primatas, embora suas habilidades cognitivas sejam inferiores às deles e às de crianças de dois anos. Ao apresentar os mesmos testes a papagaios, primatas, macacos e crianças pequenas, esses animais alados tiveram um desempenho melhor do que os macacos e comparável ​​ao dos chimpanzés.

Os papagaios são capazes de resolver problemas

O raciocínio lógico ou causal é a capacidade para resolver problemas, tirar conclusões e aprender com os fatos, estabelecendo relações de causa e efeito entre eles. Existem muitas maneiras de medir esse tipo de raciocínio em animaisno caso dos estudos comparativos entre papagaios, macacos e primatas, foi necessária toda uma bateria de testes.

Alguns dos testes em que os papagaios se destacaram em vários experimentos foram: escolher entre vários fios e puxar o fio que dava uma recompensa, usar ferramentas ou acertar no jogo dos copos. Ou seja, testes em que é necessário estabelecer o aprendizado de causa e efeito para obter uma recompensa.

As incríveis habilidades cognitivas dos papagaios

O cérebro dos papagaios explica suas habilidades cognitivas

Os papagaios, assim como os primatas, têm a região que conecta o córtex e o cerebelo altamente desenvolvida. Nas aves, essa região é chamada de núcleo espiriforme medial e, nos papagaios, essa área é de duas a cinco vezes maior do que em outras aves, embora seu cérebro não seja muito grande.

A área equivalente nos mamíferos são os núcleos pontinos, que são maiores em humanos e primatas em comparação com outros mamíferos.

Acredita-se que as vias neurais que conectam o córtex ao cerebelo desempenham um papel importante no controle de comportamentos complexos, e aqui pode estar a resposta para as surpreendentes habilidades cognitivas dos papagaios.

Os papagaios entendem o que dizem?

Graças à siringe, essas aves podem imitar sons, palavras e vozes humanas. No entanto, será que elas entendem o que estão dizendo ou se trata apenas de uma imitação? Com as novas descobertas sobre a inteligência dessas aves, a imitação sem aprendizado é colocada em dúvida. Os papagaios podem aprender sons e utilizá-los com base em algum critério?

Na natureza, os psitacídeos vivem em grupos sociais e se comunicam por meio de diferentes sons. Cada grupo (e até mesmo cada casal reprodutor) tem o seu próprio dialeto bastante diferenciado e um completo registro de chamados com modificações muito sutis para cada situação.

O mais curioso é que esses chamados são aprendidos, ou seja, não são inatos para os filhotes. Assim, se trocarmos um ninho por outro, os filhotes vão aprender a “fala” dos seus pais adotivos. Os papagaios também se reconhecem por meio da associação de certos sons, como se cada indivíduo tivesse um nome e sobrenome.

Essa habilidade de usar sons, juntamente com sua inteligência, mostra que os papagaios têm habilidades cognitivas surpreendentes.

Alex, o papagaio cinza

O caso do papagaio cinza Alex é um ótimo exemplo para admirar as incríveis habilidades dos papagaios. Ele foi treinado por sua tutora, a psicóloga Irene Pepperberg, durante 30 anos. Ao longo desses anos, Alex aprendeu 100 palavras diferentes, distinguindo cores, formas, materiais e quantidades de um a seis.

As incríveis habilidades cognitivas dos papagaios

A inteligência desse papagaio em particular era comparável à de uma criança de cinco anos de idade. O treinamento de Alex consistia em inúmeras repetições e associações, graças às quais ele era capaz de identificar a forma, o material e a cor de um objeto que era mostrado.

No entanto, ainda nos perguntamos se Alex era capaz de entender e usar todas as palavras que conhecia para se comunicar com as pessoas.

Ainda temos muito para aprender sobre a inteligência animal e todos os segredos contidos nela. No entanto, uma coisa parece clara: existem muitas espécies com capacidades de raciocínio surpreendentes e, portanto, tratá-las com integridade e respeito é essencial.

  • Krasheninnikova, Anastasia & Berardi, Roberta & Lind, Mari-Ann & O’Neill, Laurie & von Bayern, Auguste. (2019). Primate cognition test battery in parrots. Behaviour. 156. 721-761.
  • Gutiérrez-Ibáñez, C., Iwaniuk, A.N. & Wylie, D.R. Parrots have evolved a primate-like telencephalic-midbrain-cerebellar circuit. Sci Rep 8, 9960 (2018).
  • Virginia Morell. Behavioral Ecology: Why Do Parrots Talk? Venezuelan Site Offers Clues, Science 333: 398-400, 22 July 2011. 
  • Alex, the parrot.