Informações sobre zoopsiquiatria

· dezembro 22, 2018

Graças à zoopsiquiatria, é possível redirecionar os problemas de comportamento dos cães, que são frequentemente causados ​​pelos próprios donos.

A zoopsiquiatria visa tratar os problemas comportamentais dos animais por meio de terapias que apresentaram resultados. Assim, dando bons resultados no maior número de casos.

Portanto, hoje queremos falar mais sobre esse assunto, que achamos muito interessante para todos aqueles que têm animais de estimação.

O que é a zoopsiquiatria?

Os tipos de terapias utilizadas na zoopsiquiatria são compontamentais, cognitivas e sistemáticas. Todas elas são realizadas por veterinários especializados, claro, em comportamento animal.

Essas terapias são realizadas em animais que apresentam problemas comportamentais. Alguns exemplos são a dificuldade de interagir com outros congêneres ou pessoas em seu ambiente de costume.

Ser calmo, ser feliz e equilibrado é algo que todo animal merece. No entanto, isso pode ser difícil às vezes por fatores que influenciam seu comportamento.

É aí que a zoopsiquiatria entra em cena, analisando as causas desse distúrbio, bem como os tratamentos relevantes que podem ser usados ​​para aliviar ou erradicar tais comportamentos.

Dessa forma, muitas vezes se descobre que os culpados pelos animais estarem assim são os donos.

Embora se diga que a zoopsiquiatria é focada em animais rebeldes, isso não é inteiramente verdade. Na verdade, ela serve para lidar com comportamentos que a priori podem parecer atos de rebeldia.

Entretanto, não devemos esquecer que esses comportamento sempre têm alguma razão.

Quando recorrer à zoopsiquiatria

Nem todos os animais precisam de sessões zoopsiquiatria. No entanto, quando vemos comportamentos estranhos que nossos pets nunca tiveram, e caso persistam, o mais lógico é que você procure um etólogo ou veterinário especializado nessa disciplina médica.

Cachorro agressivo: caso pode ser tratado pela zoopsiquiatria

Pense que, nós passamos por momentos em nossas vidas que podemos perder o controle. Dessa forma, a mesma coisa pode acontecer com nossos animais de estimação em algum momento.

Isso não significa que a situação não tenha solução ou que o animal tenha enlouquecido e tenhamos que sacrificá-lo. Por outro lado, a maioria dos problemas psicológicos que nossos animais podem viver, a zoopsiquiatria está preparada para tratar.

Comumente, quando o animal passou por um trauma ou uma situação estressante, os comportamentos negativos que ele desenvolveu como causa são facilmente reeducáveis. Portanto, você só precisa redirecioná-los para o caminho certo.

Claro, falar é fácil. No entanto, trata-se de uma tarefa complexa que dificilmente podemos fazer sozinhos. Para isso existem os etologistas e profissionais da zoopsiquiatria.

O que pode levar nosso animal a precisar de terapias zoopsiquiátricas

Animais de estimação podem passar por vários estágios em sua vida que os levam a sofrer mudanças de comportamento que precisam ser redirecionadas.

No entanto, como dissemos anteriormente, na maioria dos casos, esses comportamentos são causados ​​por nosso comportamento, ou talvez por seus donos anteriores. Embora existam outras razões também.

Terapia com cachorros

Este é um resumo de alguns dos fatores influentes:

  • Abandono. Cães que foram abandonados, ou aqueles que se sentem abandonados por seus donos, seja porque passam muito tempo sozinhos, ou porque não recebem os cuidados necessários, podem sofrer de distúrbios comportamentais.
  • Trauma. Um trauma após uma briga, um acidente, uma queda ou a morte de um ente querido é outra razão pela qual um animal pode precisar de terapia zoopsiquiátrica.
  • Humanização. Este é um erro muito comum que muitas pessoas não conseguem deixar de cometer. Há aqueles que os tratam como seus filhos, como se fossem pessoas, e esquecem que cães e gatos são animais e não pessoas. Acredite ou não, essa atitude pode causar danos enormes ao sistema emocional do animal.
  • Punições. Muitas vezes falamos sobre o reforço positivo e seus benefícios, já que as punições podem roubar a felicidade de nossos animais de estimação, levando-os a ter mudanças comportamentais que exigem zoopsiquiatria.

Lembre-se de que cuidar bem de nossos animais de estimação e tratá-los com amor e carinho pode evitar que tenhamos que recorrer à zoopsiquiatria.

No entanto, caso você precise fazer isso, não se sinta culpado, às vezes esses comportamentos são causados ​​por agentes externos a você.

Por fim, essa ciência médica veterinária definitivamente pode ajudar você e seu pet.