5 dicas para introduzir novos peixes no aquário

· abril 27, 2019
Para introduzir novos peixes no aquário, temos que levar em conta certos fatores. Além de ter a instalação adequada, também é preciso pensar na convivência entre as espécies, a temperatura de que cada peixe precisa e outras variáveis.

O aquário pode se tornar um elemento elegante da decoração da casa, e é considerado um aliado muito importante para combater o estresse. Se você já tem um aquário, vai gostar de saber como introduzir novos peixes no mesmo da melhor maneira.

O aquário também é uma ótima forma para que as crianças possam aprender sobre as responsabilidades de cuidar de animais de estimação em lugares pequenos.

Conselhos para introduzir novos peixes no aquário sem riscos

Existem algumas dicas práticas que ajudam a compor um aquário com uma maior segurança:

O habitat condicionado

A ansiedade de introduzir novos peixes no aquário não deve superar o tempo de preparação. Primeiramente, é necessário analisar bem qual será o local onde o aquário será colocado.

Uma superfície plana e forte, com uma boa iluminação e longe de correntes de ar é o ideal. Além disso, de acordo com o tamanho, deve-se escolher o filtro adequado para a manutenção da água.

Produtos decorativos, tais como areia e plantas, dão ao aquário um toque especial. É uma questão de estética, mas, ao mesmo tempo, muito útil para que os peixes possam se esconder e se mexer. Portanto, é necessário dispor o aquário de tal forma que ele não obstrua os movimentos nem ocupe muito espaço.

A água da torneira tem a temperatura certa para encher o aquário. Produtos anticloro e outros condicionadores devem ser adicionados para manter os níveis químicos adequados.

Escolha correta dos novos peixes

Antes de introduzir os novos peixes no aquário, é necessário deixar o mecanismo do aquário funcionando e controlá-lo por duas semanas. Esta preparação garante um habitat seguro para os novos amigos da família.

Escolha correta dos novos peixes

As diferentes espécies de peixes nem sempre podem conviver em harmonia. Por isso, é essencial pesquisar sobre as possibilidades de convivência antes da aquisição. A integração demora um pouco e o processo é mais simples se eles forem adquiridos aos pares. Um casal por semana é um número que facilita a adaptação à nova vida.

Um detalhe que não deve ser ignorado com a emoção de escolher os novos peixes é o tipo de água. Existem peixes de água doce e de água salgada. Estes últimos geralmente requerem um tempo maior de aclimatação e um controle mais exaustivo da salinidade aquática.

Transporte sem estresse

Na loja, eles entregam os peixes dentro de um saco transparente. É aconselhável que ele seja colocado em uma caixa para evitar que as luzes estressem esses pequenos animais. Uma viagem confortável e tão curta quanto possível também vai evitar outros riscos.

Se você for fazer compras, é melhor comprá-los imediatamente antes de voltar para casa. Lembre-se de que ter os peixes em um saco pequeno por muitas horas lhes causa desconforto.

Aclimatação dos peixes no aquário

Aclimatação dos peixes no aquário

No caso dos primeiros peixes a entrarem no aquário, a aclimatação será com a temperatura adequada para eles. Porém, não se deve de forma alguma abrir o saco e despejá-los em seu novo habitat de uma vez. A ideia é que a temperatura da água de ambos os lugares seja equivalente.

Assim como veio da loja, o saco deve ser colocado dentro da água, mas sem abri-lo; após 15 minutos, um copo da água do aquário pode ser colocada no saco. Mais uma vez, ficamos esperando e, após 10 minutos, com uma rede, os peixes são levados para o novo ambiente. Não é recomendado despejar toda a água porque ela pode estar contaminada pela viagem.

Nos locais onde já existem peixes anteriormente, o processo é semelhante. A diferença é que, antes de introduzir os novos peixes no aquário, a luz deve ser apagada. Desta forma, os habitantes não vão focar a sua atenção nos novos companheiros; assim, a adaptação entre eles acontecerá de forma gradual e mais natural.

A alimentação dos peixes no aquário

Certamente, neste ponto, também é importante fazer uma distinção entre os primeiros peixes e aqueles que serão adicionados posteriormente a uma comunidade. Assim, se forem aqueles que vão inaugurar o aquário, eles podem esperar por 24 horas até serem alimentados. Por outro lado, aqueles que se juntarem a um grupo serão alimentados na hora em que o restante estiver acostumado.

A introdução de novos peixes no aquário é muito simples, mas tem seus riscos. Com estas dicas simples, você evitará o estresse e até mesmo a perda de alguns peixes.