Lagartos e salamandras: semelhanças e diferenças

· junho 8, 2018
Como uma característica comum mais marcante, os répteis têm a incrível capacidade de regenerar seus membros amputados. Isso é muito útil quando são feridos ao fugir de um predador.

Um pouco mais sobre os lagartos

Os lagartos são répteis pertencentes à família dos lacertídeos. Nessa família também estão presentes os lagartos, os camaleões e as iguanas. Suas diferentes espécies compõem a maior subordem de répteis que vivem atualmente.

Eles têm um corpo cilíndrico, coberto por escamas brilhantes e lisas. Além disso, possuem cabeça cônica, olhos com pálpebras móveis e orelhas com aberturas externas.

Os lagartos têm uma pele seca, por isso eles geralmente evitam o contato direto com a água. No entanto, são capazes de nadar facilmente quando necessário, assim como a maioria dos répteis.

Diferenças entre lagartos e salamandras

Uma característica típica desses répteis é a capacidade de soltar a cauda para escapar do ataque de um predador. A nova cauda nunca será idêntica à original. Essa capacidade denominada autotomia é possível graças à presença de planos de ruptura especiais nas vértebras caudais do animal.

Conheça melhor as salamandras

Muitas pessoas pensam que as salamandras também são répteis, assim como os lagartos. No entanto, esses animais curiosos são anfíbios que pertencem à ordem “Caudata”, que significa “com cauda”. Segundo especialistas, existem mais de 300 espécies de salamandras distribuídas em 10 famílias diferentes.

Seu corpo é longo e tem impressionantes tons de preto e amarelo, uma coloração aposemática. Ou seja, sua coloração que serve de alerta aos seus possíveis predadores de que são tóxicos.

As salamandras demonstram uma incrível velocidade para capturar pequenos insetos para se alimentarem. Além do exposto, as salamandras têm uma admirável capacidade regenerativa que lhes permite recuperar membros amputados.

Ao contrário dos lagartos, a pele de uma salamandra é macia, delicada e precisa manter um certo nível de umidade. Além disso, costumam chamar a atenção pelas cores vivas da pele, em tons de preto e amarelo.

Salamandra comum

Entretanto, não podemos nos esquecer de que esse aspecto atrativo esconde pequenas glândulas de veneno que funcionam como uma defesa natural contra possíveis predadores.

Diferenças entre lagartos e salamandras

Como vimos antes, os lagartos e salamandras são animais muito diferentes, tanto no comportamento quanto na aparência. E para tornar ainda mais fácil reconhecê-las, resumiremos abaixo as principais diferenças entre lagartos e salamandras:

  • Forma do corpo

As salamandras têm corpos longos, finos e com cauda. Os tamanhos variam de acordo com a espécie: enquanto a salamandra-gigante-da-China tem mais de dois metros, outras espécies não ultrapassam 20 centímetros de comprimento.

Por sua vez, os lagartos têm corpos pequenos e cilíndricos, que raramente excedem vinte centímetros de comprimento. Apesar disso, as espécies gigantes das Ilhas Salomão podem atingir 60 centímetros de comprimento. Suas caudas características são afiladas, isto é, elas têm uma forma cilíndrica e alongada.

  • Estrutura e aparência da pele

A pele dos lagartos é lisa e seca, formada por escamas brilhantes sobrepostas. Algumas espécies têm uma aparência uniforme, enquanto outras podem ter faixas ou listras no corpo.

A pele das salamandras é notavelmente úmida e tem cores muito características  (preto e amarelo). Todas as espécies emitem um pouco de secreção através da pele, para assim manterem a pele úmida.

  • Dieta e hábitos alimentares

A grande maioria dos lagartos é carnívora e insectívora, mas alguns também caçam ratos e pequenos lagartosHá também algumas espécies raras que mantêm uma dieta herbívora. Devemos ter em mente que todos eles têm dentes pequenos, polidos e largos.

Como os lagartos, as salamandras são carnívoras, mas mantêm uma dieta mais variada. Elas podem consumir rãs, peixes, insetos e até podem comer outras salamandras.

  • Habitat e hábitos naturais

As salamandras mantêm hábitos alimentares noturnos e vivem perto ou dentro da água. Em seu habitat natural, elas geralmente se escondem em cavernas terrestres ou sob folhas úmidas, saindo logo após o pôr do sol. Além disso, elas geralmente atraem a atenção por causa da grande velocidade com que pegam suas presas e se alimentam.

Os lagartos geralmente são mais ativos que as salamandras durante o dia, mas também mantêm certos hábitos noturnos. A maioria das espécies é terrestre e evita o contato direto com a água. Curiosamente, algumas espécies podem até viver em árvores.