Medicina alternativa para animais de estimação geriátricos

abril 28, 2020
A medicina alternativa é um vasto conjunto de práticas medicinais diferentes da medicina convencional. Qual é a ideal para o seu animal de estimação geriátrico?

A medicina alternativa é um vasto conjunto de práticas medicinais diferentes da medicina ocidental convencional. Não existe um tipo único de medicina alternativa. Por esse motivo, os seus efeitos podem ser múltiplos e variados.

No que diz respeito à medicina alternativa animal, ela não é ensinada em escolas de veterinária. No entanto, isso não significa que os profissionais da medicina alternativa animal não sejam bem capacitados. Por exemplo, existem cada vez mais cursos e especializações em quiropraxia e acupuntura para animais.

A medicina alternativa funciona melhor quando complementada pela medicina convencional. Em um tratamento ideal, as terapias alternativas são acompanhadas por tratamentos convencionais para otimizar o tratamento.

Em geral, as terapias alternativas se baseiam nos princípios do tratamento holístico. Isto é, a medicina alternativa busca principalmente melhorar o corpo em sua totalidade e mantê-lo em condições ideais.

Os tratamentos alternativos mais comuns para os animais de estimação são acupuntura, fisioterapia e homeopatia. São três práticas extremamente benéficas para o organismo de um animal de estimação idoso, pois procuram resolver os problemas que possam afetar os seus corpos.

O primeiro passo para a medicina alternativa

Para todos os animais de estimação geriátricos que começam a ser tratados com a medicina holística, o tratamento começa com a avaliação da dieta. A nutrição adequada e a terapia alimentar são as maneiras mais simples de obter uma mudança na vida do animal.

Gato sentado na grama

Para os animais de estimação geriátricos, mudanças repentinas na rotina podem ser eventos desagradáveis. Por esse motivo, é recomendável que os donos iniciem as mudanças de forma progressiva.

É muito importante que a dieta de um animal de estimação geriátrico seja discutida com um veterinário. Mesmo que a medicina alternativa seja benéfica para o seu animal de estimação, o desconhecimento pode fazer com que o dono cometa erros alimentares.

Por exemplo: as ervas medicinais, benéficas em pequenas quantidades, podem ser prejudiciais se administradas incorretamente.

Alguns tratamentos alternativos

1. Fisioterapia

A fisioterapia é uma excelente maneira de tratar o seu animal de estimação geriátrico. Muitas vezes, os nossos animais de estimação sofrem quedas ou traumatismos que os afetam durante muito tempo.

Fisioterapia: medicina alternativa para animais de estimação geriátricos

Muitos veterinários prescrevem medicamentos anti-inflamatórios nesses casos. A melhor opção é complementar os medicamentos com a fisioterapia.

A fisioterapia é uma maneira de aliviar as dores no corpo do seu animal de estimação com o tratamento externo. Esse tipo de tratamento envolve principalmente massagens, mas também combina calor externo e pequenas ondas elétricas.

2. Acupuntura

A acupuntura é uma prática milenar originalmente desenvolvida para seres humanos. No entanto, o tratamento com acupuntura para animais existe há anos. Muitos animais de estimação mostram uma melhora acentuada após uma sessão de acupuntura.

Medicina alternativa para animais de estimação geriátricos: acupuntura

A acupuntura é um dos grandes ramos da medicina tradicional chinesa. Existem mais de 300 pontos de acupuntura identificados no corpo de um animal. De acordo com os especialistas da área, cada ponto estimula uma reação diferente no corpo do animal.

A acupuntura é o tratamento ideal para o seu animal de estimação geriátrico. Uma sessão de acupuntura pode tratar diversas condições no corpo do seu animal de estimação ao mesmo tempo, otimizando, assim, a sua saúde.

3. Homeopatia

No tratamento homeopático, o interesse recai sobre o animal como um todo. Ou seja, o tratamento se concentra em resolver os problemas do animal como sendo sintomas de um desequilíbrio interno.

Médico examinando cachorro pequeno

A medicina homeopática busca melhorar o corpo inteiro do animal, de forma externa e interna, tanto na mente quanto no corpo.

O tratamento homeopático consiste em dar ao animal doses muito pequenas dos mesmos compostos gerados pela doença que ele tem. Dessa maneira, o corpo do animal é estimulado a combater a doença por conta própria. 

Embora isso possa ser contraditório, foram relatados muitos benefícios do tratamento homeopático a longo prazo para a saúde tanto de humanos quanto de animais. Muitos animais geriátricos se beneficiam com esse tipo de tratamento não invasivo.  

A principal vantagem da medicina não convencional em relação à medicina convencional é a sua capacidade de aliviar os sintomas sem os efeitos colaterais desagradáveis. Porém, antes de iniciar qualquer tipo de tratamento, lembre-se de que a Internet é um local cheio de todos os tipos de informações.

A dieta e a ingestão de alimentos medicinais devem ser supervisionadas por um veterinário. Assim como ocorre com os humanos, um paciente não deve se automedicar. Por isso, não medique o seu cachorro sem consultar o veterinário previamente.

Embora a medicina não convencional tenha inúmeros benefícios, ela funciona melhor com doenças crônicas e condições leves. Em caso de emergência, sempre consulte o veterinário.

  • Arribas Torcal, M. (2015) La displasia de cadera: aplicación de acupuntura. Universidad de Zaragoza, Facultad de Veterinaria.
  • Carreras, L.; Coloma, H. (2014) Homeopatía veterinaria, ¿creencia o ciencia?. Universidad Autónoma de Barcelona, Barcelona.