A moda de animais de estimação em miniatura

· julho 21, 2018
Geneticamente modificadas para não exceder um determinado tamanho, existem cães, porcos e até vacas diminutas que vivem em casas.

A moda de animais de estimação em miniatura parece ter vindo para ficar. De minicães a minivacas, parece não haver limites. Muitos querem ter em casa um pequeno ser que lhes faça companhia. Esses animais de estimação são sinônimo de muita ternura e amor.

Os adoráveis ​​animais de estimação em miniatura

Os animais de estimação em miniatura vieram para ficar. É uma nova moda que inclui uma grande variedade de animais, desde os típicos minifilhotes de cães e até de vacas e porcos.

Mais e mais pessoas adquirem um animal de estimação em miniatura e o fazem parte da família. Antes de adotar um animal de estimação em miniatura, é importante que a pessoa seja muito bem aconselhada em relação às condições mínimas exigidas e dos cuidados que este necessita.

Animais de estimação em miniatura são, em muitos casos, animais geneticamente modificados para se tornarem muito pequenos permanentemente. Ou seja, mesmo na idade adulta, estes se parecerão com pequenos filhotes ou filhotes com algumas semanas de vida.

A principal razão para esta moda é a ternura que esses animais de estimação em miniatura inspiram. Há também o conforto de se ter um animal de estimação muito pequeno em casa e, portanto, fácil de manipular.

Diferentes tipos de animais de estimação em miniatura

Cães em miniatura

Cães são, sem dúvida, um dos animais favoritos do ser humano, mas, se eles vêm em tamanho miniatura, se tornam ainda mais adoráveis. Embora existam raças de cães que são naturalmente pequenas, também é verdade que muitas outras foram geneticamente modificadas para se tornarem mini. Elas são tão pequenas que cabem em bolsas e cestas de bicicleta, então eles acompanham seus donos em todos os lugares.

Embora esses cães em miniatura sejam adoráveis, também é verdade que eles são mais delicados, portanto, exigem um pouco mais de cuidado e atenção. Começando pelo fato de que temos que ser muito cuidadosos para não pisarmos neles ou agarrá-los com muita força, já que isso poderia matá-los. Você tem que se lembrar que os ossos desses animais são muito mais frágeis, então eles estão mais vulneráveis a lesões ante qualquer movimento brusco.

Cães em miniatura geralmente têm uma personalidade muito mais forte do que a dos cães médios, e até latem mais. Na verdade, eles apresentam um comportamento mais hostil com estranhos.

É aconselhável educar o minifilhote da mesma forma que você faria com um filhote normal. Você tem que repreendê-lo quando necessário. Algumas raças de cães em criadas em miniatura são: minibichón maltés, poodle toy, pinscher miniatura, entre outras. Estes cães geralmente não excedem 25 centímetros e os 4 quilos de peso.

Vacas em miniatura

Mais e mais pessoas estão adotando minivacas. Estas foram geneticamente modificadas com o objetivo de reduzir a emissão do dióxido de carbono produzido pelas vacas de tamanho normal.

minivacas

A verdade é que essas vacas são tão adoráveis ​​que muitas pessoas as adotam como animais de estimação. Seu tamanho as torna ideais para tê-las em uma casa na cidade e, geralmente, são animais muito receptivos e afetuosos.

Embora seja uma moda passageira, não é aconselhável adotar uma minivaca se você não tiver o espaço e as condições mínimas exigidas. Em caso de se ter essas condições, mesmo assim é aconselhável consultar um veterinário para saber sobre todos os cuidados que esses animais nobres precisam.

Porcos em miniatura

Porcos em miniatura, também conhecidos como miniporcos, no caso do porco rosa, ou ‘vietnamita‘ no caso do preto, tornaram-se os novos animais de estimação favoritos e amados por muitas pessoas ao redor do mundo.

miniporcos

Estas duas raças em miniatura são ideais para se ter em casa, entre outras coisas, porque ambas não têm pelos. Esta é uma qualidade que torna estes animais perfeitos para acompanhar pessoas que têm problemas respiratórios.

Os porcos em miniatura são extremamente dóceis e adoram a companhia, o carinho e as brincadeiras com os humanos. A dieta destes animais é baseada em vegetais, ocupam pouco espaço e não produzem maus cheiros, uma vez que não possuem glândulas sudoríparas.

A moda de animais de estimação em miniatura veio para ficar. Estas criaturas adoráveis ​​são, em muitas ocasiões, ideais para acompanhar as pessoas e dar muito amor a elas. É necessário consultar um veterinário, informar-se e manter as condições mínimas necessárias para estas características particulares. Estas seriam as diretrizes gerais para adotar um desses amiguinhos.