8 sinais de que um pássaro vai morrer

Os pássaros geralmente são animais de vida longa, mas às vezes sua hora chega inesperadamente. Aqui, mostramos os sinais para que você possa aprender a detectar a aproximação desse momento inevitável.
8 sinais de que um pássaro vai morrer

Última atualização: 28 Outubro, 2021

Os pássaros colorem os céus com seus tons e canções animadas, mas como todos os animais do planeta, em algum momento chega sua hora. Saber os sinais de que um pássaro vai morrer é de grande importância, porque você pode ter que se preparar para se despedir do seu animal de estimação ou ter que cuidar de um filhote em estado crítico em algum momento de sua vida.

Mais do que monitorar os parâmetros vitais de uma ave em situação crítica, o ideal é observar suas penas, seu bico, sua frequência respiratória e muitos outros fatores que são mais facilmente observáveis. Continue lendo se quiser saber os sinais prévios da morte nesses vertebrados.

1. Estufar as penas

Os pássaros que estão prestes a morrer muitas vezes estufam as penas em um evento conhecido como puffing up em inglês. Em um estado natural, esse comportamento corresponde a um dos mecanismos termorreguladores em aves. Quando estão com muito frio ou muito calor, estufam mais ou menos suas penas para se isolar do ambiente ou para dissipar o calor interno.

Se sua ave doméstica está constantemente inchada e com as penas eriçadas, é provável que ela tenha uma infecção grave com risco de vida. Isso não quer dizer que ela vai morrer imediatamente, mas que morrerá se não receber os cuidados veterinários adequados.

2. Mau estado das penas

As penas dos pássaros são o reflexo de sua saúde. Essa generalidade é literal em muitos aspectos, uma vez que as fêmeas escolhem os machos pelas cores de sua plumagem e seus ornamentos na hora da reprodução. Se um espécime tiver uma plumagem forte e brilhante, é seguro presumir que ele é saudável.

Por outro lado, uma ave doente apresenta penas de cores opacas, manchas calvas no corpo e lesões epidérmicas de gravidade variável. Isso geralmente é uma indicação de uma infecção parasitária externa que requer atenção imediata. Se as penas do seu pássaro estão constantemente caindo, leve-o ao veterinário.

Um canário em mosaico.
A plumagem é um grande indicador do bem-estar do animal.

3. Tremores

O tremor é outro mecanismo termorregulador muito eficaz em animais. Quando uma ave está com uma temperatura corporal muito baixa, ela treme e produz um pouco de calor interno (termogênese). A menos que esteja extremamente frio no ambiente, o tremor de um pássaro é sempre um mau sinal.

A ausência de calor interno indica que vários sistemas da ave estão falhando.

4. Olhos inchados

Outro dos sinais de que um pássaro vai morrer é evidenciado quando seus olhos estão constantemente inchados ou semicerrados. Esse sintoma é uma indicação de uma infecção sinusal e, portanto, uma infecção no trato respiratório superior (ou inferior). Também é comum ver, nesses casos, como o animal excreta muco pelos estertores.

5. Dificuldade respiratória

O aparelho respiratório é tudo para os pássaros, pois graças a ele podem emitir seus cantos e deixar descendentes. Um pássaro que apresenta uma respiração acelerada, interrompida ou ruidosa geralmente está enfrentando dificuldades. Por outro lado, a dificuldade para respirar também se manifesta com movimentos no pescoço e mudanças evidentes de postura.

Um pássaro muito doente pode chiar ou fazer sons estranhos ao tentar respirar. Também manterá o bico aberto.

6. Perda de peso

Perceber a perda de peso em uma ave é difícil, pois esses animais são cobertos de penas e costumam ter uma massa corporal de base muito baixa (já que precisam ter um corpo adaptado ao voo). No entanto, o tutor perceberá que algo está errado mais cedo ou mais tarde se seu animal de estimação não tocar na comida.

Nesses casos, é apropriado pesar a ave todas as semanas e registrar qualquer perda de massa corporal que possa ocorrer. Também é possível perceber a perda de peso ao tocar os ossos do tórax do animal com muita delicadeza: se a quilha e o esterno (localizados na região do peito) estiverem muito perceptíveis ao toque, confirma-se o baixo peso.

7. O pássaro para de cantar

Esse é um sinal comum de que um pássaro vai morrer, mas não é de forma alguma uma confirmação. Muitos pássaros param de cantar devido ao estresse, à troca das penas (uma vez por ano), ao mau humor ou ao final da época de reprodução. Por esse motivo, esse sintoma não pode ser vinculado à morte iminente em todos os casos.

Todos os pássaros que vão morrer param de cantar, mas nem todos os pássaros que param de cantar morrerão.

8. Letargia

A letargia é um sinal clínico de que algo está errado com todos os pássaros (independentemente da espécie). Como regra geral, as aves são animais enérgicos que se movem muito, pois têm altas taxas metabólicas e precisam comer muito para manter seu termômetro interno na faixa adequada. Se não se mostrar ativo, com certeza seu pássaro estará doente.

Bicar os pássaros é comum.

Os sinais de que um pássaro vai morrer e sua importância veterinária

Neste espaço, mostramos 8 sinais clínicos de que um pássaro vai morrer, mas há outros que não são visíveis a olho nu. Por exemplo, mudanças nas fezes, hemorragias internas, ritmo cardíaco lento e outros parâmetros indicam que uma ave está passando por seus momentos finais.

Se você perceber que seu pássaro está com falta de energia, leve-o ao veterinário o mais rápido possível. Quanto mais tempo passar, maior a probabilidade de que a infecção subjacente (ou qualquer outra condição) piore irreversivelmente.

Pode interessar a você...
A solução do mistério do “pássaro de Atlântida”
Meus Animais
Leia em Meus Animais
A solução do mistério do “pássaro de Atlântida”

Recentemente, um grupo de biólogos conseguiu resolver o mistério do pássaro da Atlântida. Saiba tudo sobre esse animal fascinante aqui.